(MAIS UM) UFO EM BOA VIAGEM

Neste domingo vi um objeto interessante no céu quando estava com minha namorada na orla de Boa Viagem. Era uma forte luz (magnitude aparente de mais ou menos -4, comparável ao brilho de Vênus) que veio do oeste em direção ao mar, em perfeita linha reta, e à princípio pensei tratar-se de um satélite Iridium, com seus grandes espelhos refletindo a luz do sol que se punha há meia hora (eram 18h). Fiquei esperando a luz desvanecer e sumir após ter passado por cima de nossas cabeças, na altura de 90º, como vários outros Iridium flares fazem, mas tomei um susto ao ver que a luz estava se mantendo relativamente na mesma intensidade durante todo o lento percurso, diminuindo enquanto se afastava até desaparecer por completo em alto-mar. A duração total do avistamento foi de 2 ou 3 minutos.

Representação artística do que vi (topo, à direita), com o mapa da localização e o caminho traçado pelo objeto (em vermelho)

Eu e ela ficamos com a impressão de que aquilo estava voando relativamente baixo, e que tinha algo como uma “perninha”, mais parecendo um “V” de cabeça-para-baixo.

Não tinha como ser a Estação Espacial Internacional (ISS), como podem ver aqui no site Heavens Above, que monitora a passagens desses objetos. No mesmo site conferi que também não eram os satélites Iridium, nem o Genesis-1, nem o Envisat, nem o HST. Os outros satélites são pequenos demais para causar um brilho com tal magnitude, o que nos deixa apenas com duas hipóteses: ou era um estágio de foguete norte-americano, ou era um autêntico UFO pilotado por homenzinhos cinzas que abduzem humanos e mutilam animais (brincadeirinha). Além do que, de acordo com o rastreador 3-D de satélites da NASA, raríssimos satélites fazem a órbita oeste / leste.

Como se não bastasse esse avistamento, ainda teve um OUTRO, uns 10 minutos depois, que apareceu do nada, a nordeste de onde estávamos, com uma magnitude aparente de -1.5 (mais ou menos como Sírius, e dava a impressão de estar bem mais longe que o anterior) e rumou para o noroeste numa diagonal.

Por falar nisso, é de se espantar (e irritar-se) que, em entrevista ao Fantástico, o responsável pelo projeto SETI, que visa captar algum sinal de vida inteligente vinda do espaço, tenha dito que “analisou os mais diversos casos de OVNI e nenhum deles possui sustentação”. Acaso esse imbecil selecionou seus casos pra “análise” em tablóides sensacionalistas? Pelo visto ele não se deteve por um minuto sequer em casos sérios como a Operação Prato, a Noite dos UFOs no Brasil, o UFO que invadiu o espaço aéreo da Bélgica, as invasões ao espaço aéreo que aconteceram nas mais bem vigiadas bases de mísseis nucleares russas e inglesas, só pra citar casos das últimas décadas…

0 0 vote
Avaliação
Subscribe
Notify of
guest
69 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.