CAUSOS DO ALÉM-TÚMULO (parte 2)

Hoje vi com o canto dos olhos algo pequeno e branco passando pelo corredor. O que me chamou a atenção foram os sons de patinha de cachorro que fazia. Me arrepiei dos pés à cabeça, e permaneci assim enquanto ia na sala ter certeza de que não era a poodle da gente (que é cor champagne). É muuuuuito raro eu ver coisas, e (obviamente) detesto quando acontece, mas com som foi a primeira vez.

Ainda lembro com detalhes da primeira (e única) vez que vi um espírito materializado de frente, com detalhes. A coisa foi tão estúpida que não deixou margem pra dúvidas:

Meu desenho da menina fantasma

Eu tinha uns 15 anos, estava com minha prima e uns parentes dela (mais ou menos da mesma idade) e lá pelas 20h resolvemos fazer a brincadeira do copo (o que se move sozinho, e tal. Aliás, não recomendo a ninguém esta brincadeira, pois atrai os espíritos que estão por perto – sabe-se lá que tipo de espíritos – e não exatamente o que vocês pretendem evocar). Depois de uns minutos em que nada acontecia (com direito a velas no chão) minha prima tentou trapacear movendo o copo e nós terminamos a brincadeira considerando-a como um fiasco. Tanto é que depois fomos brincar de esconde-esconde, sem nem lembrar mais disso.

Após alguns minutos de brincadeira, lá fui eu ser o que procura o pessoal escondido. Fiquei exatamente no centro do apartamento, de frente para o corredor (de onde eu poderia ver boa parte da casa), quando vejo uma menina passar na minha frente. Ela estava na penumbra do quarto, no fim do corredor, indo para a varanda do quarto. Tinha cabelos longos e pretos, pele morena, e uma saia rosa feita de várias camadas de tecido (parece a princesa cogumelo, de Mario bros.). Nem sequer pensei em alma, e a única pessoa mais parecida com o que eu vi era minha prima. Gritei pra ela sair, mas, pra minha surpresa, minha prima sai reclamando da cozinha (que não é nem perto do quarto) com uma roupa diferente da que eu vi. Nesse momento pedi pra os outros dois participantes saírem, e o garoto saiu do quarto (de onde eu vi a menina sair) e a garota de um outro quarto. Nossa brincadeira obviamente terminou aí, e tivemos todos de dormir no terraço, pois ninguém mais tinha coragem de entrar (muito menos dormir) no quarto.


Meu avô era a única pessoa que não acreditava em vida após a morte, aqui em casa. Achava que esse negócio de mediunidade era problema dos nervos (ele era farmacêutico) e fez até algumas experiências pra “curar” minha avó. Mas ela dizia: “Quando eu morrer vou provar pra você que existe vida após a morte”. Dito e feito.

Ela disse pra ele, na noite do seu desencarne, que ela partiria naquele dia. Ele retrucou dizendo “deixa de besteira” e deu um beijo de boa noite na testa dela. Só que ele não conseguiu dormir no quarto naquela noite. Nos últimos meses tinha vindo médicos do hospital-residência lá em casa, e algumas plantonistas. Só que naquela noite não havia ninguém, mas meu avô saiu do quarto reclamando que tinha muita gente lá dentro entrando e saindo e foi dormir lá no terraço. Achamos que era caduquice da idade, mas depois tivemos de reconhecer que eram os preparativos da operação de desencarne e da “recepção” da minha avó no “lado de lá”.

Dias depois da morte dela meu avô sentiu alguém sentar ao seu lado na cama, pois o colchão afundou com o peso de alguém bem pesado (assim como minha avó). Ele já ficou desconfiado…

Mais alguns dias se passaram e vi meu avô revirando todo o quarto atrás de, segundo ele, “uma gia”. Passou mais de uma hora, até dar o braço a torcer e nos contar, emocionado: enquanto ele dormia, minha avó retribuiu o beijo de despedida, um beijo gelado e estalado bem na testa.

Ele estava praticamente convencido, mas temia que minha avó tivesse virado uma alma penada, angustiada e assombrando a casa. Então, uma semana depois ela apareceu para ele na frente de casa, serena, com os cabelos brancos brilhando. Ele sossegou. Estava certo de que ela estava bem. Depois disso ela não apareceu mais.

Leia mais:
Causos do além-túmulo (parte 1);
Causos do além-túmulo (parte 3);
Causos do além-túmulo (parte 4);
Tales from the crypt

5 2 votes
Avaliação
Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.