TERCEIRA VIA

“Há tanta gente que não tem religião mas tem compaixão, afetividade, consciência dos direitos dos outros. Por isso defendo uma terceira via de espiritualidade, através da educação; não pela meditação, nem pela oração, mas através da consciência”.

Dalai Lama

Talvez este seja o futuro das religiões: pegar o que elas têm de comum e essencial e aplicar no dia-a-dia. É tão simples, mas ao mesmo tempo tão difícil de pôr em prática. Nesta entrevista o Dalai Lama falou algo fantástico, que é saber separar o agente da ação. Ações nocivas, como a que Israel e os militantes do Hamas estão fazendo, merecem o repúdio internacional, mas que não podem nem devem ser estendidas a judeus, palestinos ou árabes em geral. O que temos aqui são pessoas na cadeia de comando errando e dando origens a outros erros que, num ciclo, transformam o certo no errado e o errado no certo. E tudo isso envolvendo gente que não nasceu pra odiar ou se matar em martírio, porque Jeová ou Allah nos fez para VIVER, nos fez para AMAR. Por isso nascemos tão frágeis, porque é da nossa natureza ser amado por nossos semelhantes, ter o abrigo e carinho de outros seres humanos. Se o normal fosse a lei do cada um por si já nasceríamos com carapaça, espinhos ou venenos poderosos (vejam a cobra e o jacaré, por exemplo)!

Dalai Lama

Enquanto falamos, o pau come solto na Faixa de Gaza, com cobertura internacional, e à ONU só resta espernear, bater o pé e rezar pra Israel parar com a matança indiscriminada. De alguma forma o mundo político e diplomático finge que ignora o fato de que Israel ocupa territórios palestinos e sufoca parte da população palestina numa faixa superpopulosa, sem empregos e sem perspectiva de vida. Assim como a ONU ignora o fato de que o Tibet era um país independente que foi anexado à força pela China e cuja população está sendo massacrada lentamente, seja na cultura, seja na etnia, seja por balas e torturas. Enquanto o líder palestino incentiva que se leve morte e destruição ao vizinho (com a “bênção Divina”) o líder tibetano pede a compreensão para com seu povo, a justiça, um apelo à razão e a esperança de um acordo com o invasor. Duas formas diferentes de lidar com a religiosidade. É vergonhoso que o primeiro método consiga mais atenção dos negociadores, enquanto o Dalai Lama é solenemente ignorado pela maioria dos Chefes de Estado (inclusive o Lula), que temem desagradar a China. Espero que o método da paz possa um dia vencer, mas, enquanto não houver homens com mais religiosidade e menos religião (pois acredito que esses políticos todos já têm sua religião, como Bush) minha esperança é mínima para um mundo politicamente civilizado.

Quando uma centésima parte do Cristianismo de nossos lábios conseguir expressar-se em nossos atos de cada dia, a Terra será plenamente liberta de todo mal.

Chico Xavier

Não é verdadeiro crente aquele que não deseja ao próximo o mesmo que deseja a si mesmo.

Muhammad

bandeira da Itália Ler em italiano (por Fernanda Meconi)

4 1 vote
Avaliação
Subscribe
Notify of
guest
68 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.