TAO: CÉU E TERRA

Lao Tsé; Tao Te Ching – verso 23

Falar pouco é natural.
Um forte vento não pode durar um dia inteiro.
Um aguaceiro não dura todo um dia.
De onde provêm estas coisas senão do Céu e da Terra?
Se o Céu e a Terra não podem fazer coisas permanentes, muito menos poderá o homem.
Quem segue o caminho do Tao se identifica com o Tao
Quem pratica a Virtude se identifica com a Virtude.
Quem adere aos defeitos se identifica com os defeitos.
Quem se identifica com o Tao será acolhido pelo Tao.
Quem se identifica com a Virtude será acolhido pela Virtude.
Quem se identifica com os defeitos será acolhido pelos defeitos.
Quem carece de Fé não poderá exigi-la dos demais.
Tao Te King – Albe Pavese (Ed. Madras)

Comentários de Huberto Rohden:
Aqui é enunciado o antiquíssimo princípio hermético: o homem só pode receber algo na medida em que ele dá. O receber na vertical é diretamente proporcional ao dar na horizontal. A receptividade é proporcional a datividade. O segredo de enriquecer não está no receber, mas sim no dar. As águas da Fonte Cósmica só enchem os canais humanos na medida que estes se esvaziarem.

Comentários de Acid:
A quem nada pede e FAZ muito será dado. O segredo é estar receptivo ao trabalho, fazê-lo de bom grado, com o coração limpo. O “não saiba tua mão esquerda o que a tua direita faz” é isso: estar fazendo algo porque se gosta, e não por interesse (seja qual for). Quando você anda na linha (No Dharma, no Zuvuya, no fluxo do universo) recebe ajuda de todas as partes. É como sintetizou Paulo Coelho: “Quando você quer uma coisa, todo o universo conspira para que você realize o seu desejo“. Mas isso é pra quem está sintonizado com o universo. Não se usa esse “poder” para coisas mesquinhas.

0 0 votes
Avaliação
Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.