MANIFESTO ROSACRUZ

“…Pouco importam as idéias políticas, as crenças religiosas, as convicções filosóficas de cada um. Os tempos não estão mais para divisão, qualquer que seja sua forma, mas para a união; para a união das diferenças, a serviço do bem comum. Nisso, nossa Fraternidade conta em seu quadro com cristãos, judeus, muçulmanos, budistas, hinduístas, animistas e mesmo agnósticos. Reúne também pessoas que pertencem a todas as categorias sociais e representam todas as correntes políticas clássicas. Homens e mulheres nela têm um status de total igualdade e cada membro goza das mesmas prerrogativas. É essa unidade na diversidade que faz a pujança do nosso ideal e da nossa egrégora. Assim é porque a virtude que mais prezamos é a tolerância, isto é, precisamente, o direito à diferença. Isto não faz de nós sábios, pois a sabedoria abrange muitas outras virtudes. Consideramo-nos antes filósofos, ou seja, literalmente, amantes da sabedoria“.

Manifesto – Positio Fraternitatis Rosae Crucis

Não sou Rosacruz, mas concordo inteiramente com o parágrafo acima. Também não sou espírita de carteirinha. Prefiro me definir como um livre pensador, e um filósofo (literalmente). As diferenças fazem a unidade, pois se complementam, mas só a partir do momento em que há respeito mútuo, seja no relacionamento com amigos, irmãos ou no namoro. Para ler o manifesto por inteiro cliquem aqui.

5 1 vote
Avaliação
Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.