RAN

Eu que fiz. Ficou mais legal que o cartaz original, não?

O Rei Lear é uma história consagrada de um dos maiores escritores da humanidade (Shakespeare). Akira Kurosawa é um dos maiores diretores de cinema do mundo. Junte os dois e teremos Ran (1985), a fina flor do cinema japonês.

A adaptação de Rei Lear é livre, pois incorporou elementos da história do Japão feudal e sua cultura, como o teatro Nô: o estilo de interpretação exagerada, a raposa-em-forma-humana (Kitsune), a flauta, a figura andrógina do Bobo da corte, e o uso de cores pra representar seus personagens (Amarelo é usado para o personagem Taro, vermelho para Jiro e azul – que representa a pureza no teatro Nô – para Saburo).

Kurosawa, que também ajudou no roteiro, acrescenta ainda toda a espiritualidade característica do Budismo, como a Roda do Sansara, o karma, a compaixão incondicional, etc. Aliado a isso, sua visão filosófica de mundo é sensível e refinada, como podemos ver em cenas onde o Bobo é o personagem mais sensato da trama, o julgamento pelas aparências, e especialmente a cena final, que é de uma desolação profunda e que representa os rumos que a humanidade está tomando (uma cena quase profética, pois nós, como seres humanos, estamos cada vez mais na mesma condição que o personagem do final).

Enfim, assista a esta obra-prima do cinema em sua melhor rendição (até agora), pois em 2016 foi lançada uma remasterização do negativo escaneado em 4k pela StudioCanal (mas o filme em si é 1080p, não lançaram em 4k nativo ainda), com as cores aprovadas pelo diretor de fotografia original. A imagem em si continua com um certo aspecto embaçado de filme antigo, mas isso é um preciosismo do estúdio pra manter o visual original, que possui bastante grão (ruído) no negativo (e isso é um ponto positivo). Mas as cores são muito vivas e o som é cristalino, tornando essa a melhor experiência que um filme de Kurosawa pode proporcionar… aliás, o cara é um diretor fantástico, onde você vê que cada cena é estudada, cada coisa na tela é pensada pra compor uma estética apuradíssima, enfim… pra quem ama cinema ver este filme é ver um gênio em ação.

A fotografia é primorosa, com o uso de teleobjetivas, que tiram a profundidade das cenas e dão a idéia de uma pintura bidimensional. Kurosawa passou 10 anos pintando ele mesmo os storyboards, e esse esmero artístico está em cada frame do filme. Apesar de ter sido o filme japonês mais caro de sua época, Kurosawa consegue extrair cenas memoráveis e grandiosas com elementos simples, como um portão de madeira, ou um sangue esparramado na parede. O ritmo e enquadramento dos personagens lembra um teatro, onde podemos ver a reação de cada personagem às falas em tempo real, sem cortes. Por isso mesmo é fantástico rever o filme e perceber os olhares que os personagens trocam entre si, ou ficar prestando atenção a somente um determinado personagem, etc. Você verá que os atores estão totalmente dentro dos seus papéis, tanto que o personagem principal não parece caricato, mesmo sob pesada maquiagem e expressões teatrais. Pura genialidade, pura magia do cinema.

A melhor versão do filme é a do Bluray da Lionsgate / StudioCanal (é a mesma versão, uma lançada nos EUA e outra na Europa), e você pode comparar a imagem de cada versão lançada (são 9) aqui. A melhor versão que está na internet em termos de qualidade é a Ran.1985.Remastered.1080p.BluRay.x264.DTS-SARTRE.

Em 2008, quando eu assisti a esse filme pela primeira vez, as legendas que encontrava pela internet (e mesmo a do DVD) não eram muito boas por não serem fiéis a peculiaridade da cultura japonesa, então perdia-se muito da filosofia do filme. Por isso, fui em busca das melhores traduções e fiz uma legenda eu mesmo pra uma versão que existia na época. Ela se popularizou nos sites de legenda e alguém a sincronizou pra este novo release:
Download da legenda em português.

Referência:
Ran, um Rei Lear japonês; (artigo fundamental pra aprofundar-se no filme, após vê-lo).

4 1 vote
Avaliação
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.