AOS DE ESQUERDA

Eu gostaria que quem tivesse ainda algum apreço pelo PT, baseado nos seus ideais de luta histórica e bla bla bla que analisem o seguinte:
Por mais de uma década o partido bateu na tecla dos burgueses, da mídia golpista, da tentativa da imprensa de bater no PT porque ele era amigo dos pobres. Eu tenho certeza que muita gente caiu nessa, e acredita nisso até hoje. Mas por favor, aproveite esse momento de caos e reflita: o que o PT fez para tornar a “mídia” mais “livre”? Injetou dinheiro público, NOSSO dinheiro dos impostos, em blogs alternativos, como o Conversa afiada, o Brasil 427, o Nassif, etc. Imagina-se que, de acordo com os ideais do partido, invista-se num bom jornalismo, um jornalismo factual, isento, certo? Nada disso. Nosso dinheiro vai para o pior, mais rasteiro e partidário jornalismo que já vi na minha vida. Eu de vez em quando acesso as notícias (até pra saber o “outro lado”) e o que encontro me faz ferver o sangue, porque é de baixo nível, e saber que estou trabalhando pra pagar isso me deixa num nível de frustração imenso, e me questionando se as outras pessoas, com nível universitário, bem educadas, não percebem isso tão claramente quanto eu. Não é difícil. Agora mesmo, abra o diário do centro do mundo e veja quais são as notícias principais. Ou o Brasil 247. Estamos passando por uma crise institucional sem precedentes, e o que esses sites fazem? O que sempre fizeram: atacam a oposição (sempre dão um jeito de botar o Aécio no meio, vejam só), e atacam até mesmo a Polícia federal, que vem fazendo um trabalho de limpeza em nosso país sem precedentes, mas a matéria dá munição pra que seus comentaristas – provavelmente pagos – despejem seu ódio contra a polícia, o judiciário e a imprensa. Não há uma linha de reflexão, de auto-análise partidária, de crítica construtiva ao PT, porque o jornalismo deles não constrói nada, não faz pensar, não traz nada de positivo, não traz sequer fatos objetivos, matérias exclusivas, números, infográficos ou tabelas. É limitado, é pobre (apesar de pagarmos muito), puro cabresto, nada informativo. E repercutido e inflado artificialmente com um exército de robôs nas redes sociais. É essa a mídia dos sonhos do PT? O que o Nassif ou o Paulo Henrique Amorim trouxeram de relevante para o jornalismo brasileiro, que valesse os 8,3 MILHÕES de reais investidos neles com o dinheiro de nosso imposto?

Vamos falar mais sobre princípios: O PT é um partido que, supostamente lutava contra a ditadura e pela transparência, pela abertura dos arquivos dos militares. Ontem seu articulador político no Senado, provavelmente o homem mais poderoso do PT no governo depois da Dilma (talvez até mais que ela) foi preso depois de gravações que não deixam dúvida dos crimes cometidos por ele nem no mais ferrenho defensor petista. Como um “Poderoso Chefão”, Delcídio tramava a rota de fuga de um outro criminoso preso (Cerveró) pelo Paraguai, para fugir pra Espanha com um jatinho fretado. Ainda dizia que poderia influir na decisão de três ministros do Supremo.

O Senado tinha a prerrogativa de validar ou não a prisão do Senador, decretada pela maior instância do Judiciário, tudo dentro da Lei e do processo democrático. Renan Calheiros, líder do Senado, disse que queria que o voto fosse secreto. Imagine você um senador líder do PSDB, pego em flagrante por qualquer coisa e o líder do Senado diz que o voto vai ser secreto. O que o PT faria? Como agiria? O que os militantes gritariam? Bem, como foi o líder do PT o partido, sem pudor algum, orientou sua bancada pelo voto secreto. Felizmente sobrou algum brio no Senado e a oposição conseguiu impedir essa SAFADEZA que certamente iria inocentar o Delcídio, apesar de tudo.

Chega na hora de votar se Delcídio vai ser preso ou não pelo judiciário (o que na minha cabeça já é um absurdo, mas tá dentro da Lei): O PT em MASSA vota pela absolvição de Delcídio. Ou seja, para o PT uma pessoa pode tramar a fuga de um presidiário, influenciar ministros do Supremo, subornar réus que tá TUDO BEM, não tem de ir pra prisão porque é Senador. Eu já tinha alertado quanto a isso quando da defesa de Lula a um crime de nepotismo cometido por Sarney, quando ele era Presidente da Câmara: “Sarney tem história no Brasil suficiente para que não seja tratado como se fosse uma pessoa comum“. Lula criou assim uma outra classe de pessoa, acima da Lei. Os eleitores do PT (ditos “de esquerda”) aparentemente não viram nada demais nisso. Será que agora verão?

Tudo o que eu alertava há anos (quase 10) está acontecendo de forma gritante. Preferia que fôssemos mais espertos e não precisássemos errar de forma tão grotesca pra aprender. Por três vezes tivemos a chance de tirar um partido CLARAMENTE corrupto (cujos líderes foram condenados pela mais alta instância do Judiciário) do poder e não o fizemos, sempre achando que O OUTRO (qualquer outro) é tão ruim quanto ou pior, e assim premiamos a corrupção atual sem parar pra pensar que, a cada ano que uma quadrilha fica no poder, mais forte e maior ela fica, sem falar que, ao ignorarmos o mal em nome do “crescimento” ou dos “benefícios aos pobres” (como se pra manter o bolsa família fosse necessário amargar o desvio de bilhões em dinheiro público que deveriam ser investidos em benefício de TODO o povo brasileiro) nós não agimos de forma diferente do que agiu o povo alemão sob a condução de Hitler (fazendo vista grossa pra tudo o que fizeram na Europa e dentro da própria Alemanha). E, por falar em Hitler, graças a Deus escapamos do pior pro Brasil, pois a História (pesquisem em seus livros) nos diz que com mais 10 anos de doutrinação petista sem escândalos e prisões certamente o nosso país se tornaria uma Ditadura populista, como o nosso vizinho Venezuela, cuja milícia HOJE MESMO matou um opositor do governo à tiros em pleno palanque. Sim, a Venezuela, que Lula saudou como tendo democracia “em excesso” e que há anos usa milícias armadas nas ruas pra impor o terror. A mesma Venezuela que prendeu um outro opositor político sem motivos e que, quando uma comissão de parlamentares brasileiros (de outros partidos que não o PT, claro) tentou visitá-lo na prisão foi impedida à força pelo “povo” na estrada. E os petistas comemoraram isso como se fosse um gol num jogo de futebol, sem nunca pararem pra pensar se a prisão ilegal de um opositor político era algo a se comemorar, ou se aquelas pessoas na rua eram mesmo o “povo venezuelano”. É mais estranho ainda quando se sabe que o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, tem uma reprovação que beira os 80%, e que por isso mesmo ameaçou seus cidadãos, dizendo:

“Vamos ganhar a disputa eleitoral. Mas caso se desse a hipótese rejeitada, transmutada e sepultada [de uma derrota], eu estou cerebralmente, espiritualmente, politicamente e militarmente para assumi-la. E me lançaria às ruas. Em todas as hipóteses, somos milhões. Somos um bloco compacto de revolucionários, de revolucionárias, patriotas, chavistas, bolivarianos. Somos uma força histórica.”

Nicolás Maduro

Será que a esquerda brasileira deve comemorar isso também?

Se o Obama falasse isso numa hipotética ditadura dos EUA, o que o petistas diriam? Será que permitiria que tal país fizesse parte de um bloco de livre comércio com o Brasil? Ainda mais depois de descobrir que um filho do presidente foi preso traficando cocaína pros EUA? É sério, onde anda o brio e os valores da esquerda brasileira?

Por que quando FHC privatizava era ruim, todos berravam nas ruas ou criticavam nas rodas de amigos, mas quando a Dilma se torna a presidente que mais vendeu patrimônio público da história não há um “ai” sequer? Aliás, mal ficamos sabendo!

E a CPMF? Criada no governo de Fernando Henrique Cardoso em 1997 como um imposto para financiar exclusivamente a saúde, mas que depois foi usado por quem quisesse. A CPMF foi prorrogada várias vezes, sempre com a oposição do Partido dos Trabalhadores, que alegava ser insuportável a carga tributária do país. O que mudou? A carga tributária diminuiu? Por que aceitar calado a volta de mais um imposto quando se sabe que o país afundou por conta de mentiras, corrupção e má administração visando somente a reeleição?

Será que todo esquerdista tem de apoiar todo e qualquer partido que se diz de esquerda? Ou se calar?

Pierre-Joseph Proudhon, considerado pelo próprio Karl Marx “o mais notável socialista francês”, depois de ler as propostas marxistas resumiu-se a anotar num canto de página: “Um tecido de grosserias, calúnias, falsificações e plágios. Marx é o verme do socialismo”. O anarquista russo Mikhail Bakunin classificou Marx como um “monte de esterco”. Marx não compareceu ao enterro de seu pai pois, segundo suas palavras: “não tinha tempo a perder”. Sua mãe, por esse motivo, cortou relações com o filho e, cansada de pagar por suas contas, se lamentou: “Se ao menos Marx tivesse feito capital, ao invés de só escrever sobre ele…”. Marx jamais entrou numa fábrica ou pegou numa ferramenta.

O que tem isso a ver com o que ocorre hoje no país? Tudo. Hoje temos demagogos falando o que não fazem, fazendo o que não devem, iludindo o povo numa luta de classes, pregando o ódio e a mentira. Isso tem de acabar. E depende da esquerda (militantes, socialistas, jornalistas, simpatizantes) tomar as rédeas do expurgo dessa erva daninha que é o PT. Enquanto se iludirem achando que são só “elementos” do partido que são corruptos vocês estarão agindo como crianças teimosas. Juntem A+B e verão. Continuar em negação só serve para que os fanáticos de Direita ganhem mais e mais apoio, porque é isso o que a história ensina, e é isso o que vai acontecer. Vocês têm só 3 anos pra mudar radicalmente seus conceitos (e principalmente suas atitudes) e evitar o Bolsonaro.

3.7 3 votes
Avaliação
Subscribe
Notify of
guest
184 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.