SAULO E ESTEVÃO

Por Emmanuel & Chico Xavier

“Gamaliel, um doutor da Lei, bem nascido, vai visitar um abrigo para doentes, mantido pelos primeiros Cristãos, e encontra um velho amigo, Samônio, outrora rico, que agora vivia dos cuidados dos seguidores de Jesus. O doente reconhece Jesus como o Messias de que nos fala o Velho Testamento. Obviamente o doutor da lei discorda, ainda que de forma carinhosa para com o amigo. Mas Samônio rebate:

– Se eu estivesse com saúde, plenamente identificado com a família e no gozo dos bens que conquistei com esforço e trabalho, talvez duvidasse dessa realidade confortadora. Mas estou prostrado, esquecido de todos, e sei quem me deu mão amiga (…) O leito de dor é um campo de ensinamentos sublimes e luminosos. Nele, a alma exausta vai estimando no corpo a função de uma túnica. Tudo o que se refira à vestimenta vai perdendo, conseqüentemente, a importância. Persevera, contudo, a nossa realidade espiritual. (…) Na câmara escura do sofrimento, encontrei o Senhor Jesus, para compreendê-lo melhor.

Gamaliel, buscando afastar qualquer controvérsia religiosa, sorriu e acrescentou:
– Reconheço que falas com muita sabedoria. Se for incontestável que estou numa idade em que não me seria muito útil alterar meus princípios, não posso manifestar-me contrário às tuas suposições, pois estou bem de saúde, gozo o carinho dos meus e tenho vida tranquila. Minha faculdade de julgar, portanto, tem de operar noutro rumo.

– Sim, é justo – retrucou Samônio, inspirado – por enquanto não estais precisando de um salvador. Eis por que o Cristo afirmava que viera para os doentes e para os aflitos.

Gamaliel compreendeu o alcance dessas palavras que davam pra meditar uma vida inteira. Sentiu os olhos úmidos…”


Parei de ler nesse ponto. Senti-me frustrado com os rumos da humanidade. Será que temos mesmo de perder tudo o que possuímos, ou tudo o que somos, para poder refletir sobre a vida?

Então, meio que inconscientemente, coloquei na busca do programa Bíblia 98 a palavra perder e saiu o seguinte:

Mas agora vos admoesto a que tenhais bom ânimo, porque não se perderá a vida de nenhum de vós, mas somente o navio.

Atos 27:22

De quantos “navios” precisaremos pra aprendermos a navegar na corrente da vida?

0 0 vote
Avaliação
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.