AHIMSA

Eu me irrito facilmente com intolerância, ignorância aguda, daquelas que “não sei nem quero saber” e acabei pegando uma discussão com o professor de Embalagens na Faculdade de Design. Em nenhum momento levantei a voz, mas tentava sustentar meu ponto de vista (afinal, o trabalho a apresentar era meu) com todos os argumentos, até que fui ficando nervoso e explodi (do meu modo) caindo na risada no meio da classe. Ri do ridículo da situação, afinal eu queria fazer uma alça pra o comprador carregar sua melancia na feira e ele queria que eu fizesse algo que embalasse a melancia, acompanhando-a em todo o trajeto até a feira, ou seja, ele se recusava a entender minha proposta e já vinha com outra completamente diferente, que eu não queria nem devia apoiar (afinal, a melancia não precisa ser embalada, simplesmente carregada!)

Obviamente a discussão estava ridícula. Fiquei imaginando botar um rastreador GPS na melancia pra acompanhá-la durante o trajeto. Não me agüentei e estourei de rir! Enfim, o professor se irritou com minha risada e me xingou de um monte de coisas que eu nem lembro. A classe ficou horrorizada e vieram me apoiar, mas o fato é que, em vez de ficar chateado com o professor, eu estou é envergonhado de mim mesmo. Foi uma fraqueza minha ter entrado no campo vibracional dele e me descontrolado. Somente após ele ter se irritado é que eu percebi isso e me controlei; fiquei irradiando paz, mas o efeito foi pior, pois ele interpretou meu sorriso e olhar tranqüilo como cinismo e foi me xingando. Como não ofereci reação, ele cansou e foi sentar num canto. Expandi minha aura pra que os outros dois professores assimilassem melhor minhas explicações e ofereci uma alternativa que era a mesma coisa da alça da melancia, só que não era pra melancia, e sim pra carregar peixes ornamentais. Eles (que não aceitavam uma frase minha antes disso) concordaram prontamente, e ficaram todos estranhamente calmos. A aula enfim transcorreu em paz.

Foi minha primeira experiência com o Ahimsa (não-violência, em sânscrito), que só conhecia em teoria, com as práticas de Gandhi. Consiste em combater a violência com o amor, com a compreensão. Tanto que as palavras duras dirigidas a mim eu as esqueci (literalmente) e nem sinto nenhuma mágoa dele.

Um pouco de perfume sempre fica nas mãos de quem oferece flores.
(Provérbio chinês)

Uma única palavra gentil pode aquecer três meses de inverno
(Provérbio Japonês)

O ódio não destrói o ódio, só o Amor destrói o ódio. Seja como o sândalo, que perfuma o machado que o fere.
(Buda)

0 0 vote
Avaliação
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.