BEBIDAS ALCOÓLICAS

Se tem uma coisa que eu detesto é quando tentam mudar minha cabeça de uma coisa certa pra algo errado. Geralmente fazem isso com bebida. Em festas, as pessoas ficam levemente horrorizadas quando digo que não bebo, aí usam subterfúgios pra me forçar a fazer o que elas acham socialmente correto (algo como um terraforming).

Beber “socialmente” é um ato aceitável, até mesmo incentivado. Enturma as pessoas, facilita namoros, aproxima os colegas de trabalho, e nesse fim-de-ano a coisa toda se torna mais evidente nas confraternizações que antecedem o ano novo. Só que esquecem que o álcool é uma droga, com efeitos muito similares a maconha, cocaína, crack, etc. Cria uma dependência química e psíquica, induzindo a um desvio de comportamento que, muitas das vezes, se torna perigoso pra própria sociedade e para a própria família (estão aí as milhares de mulheres que sofrem violência em casa, esposas de alcoólatras que não me deixam mentir). Então, por que o álcool é “aceitável” e a maconha não? Basicamente porque a maconha não está enraizada na cultura humana. É muito mais difícil pra um ilibado pai-de-família, com seus 50 anos, admitir que está cometendo um erro ao tomar aquela cervejinha “pra desopilar” do que dizer que está “bebendo socialmente”, afinal, ele só está repetindo o que o pai fazia, e o que o avô e bisavô faziam antes deles (e não, eu sequer fumo, muito menos maconha, então não estou advogando, apenas apontando a contradição. Por mim baniria todos os cigarros).

Lembrando que até pouco tempo atrás o cigarro era tido como um símbolo de glamour, amplamente aceito socialmente e usado por todas as celebridades, mesmo se sabendo dos riscos de câncer na garganta e no pulmão. E por que o cigarro tem sido banido na última década? Não é exatamente pelo seu bem-estar, mas não deixa de ser uma preocupação com sua saúde. Por que? Porque nos EUA e Europa, cada vez mais pessoas doentes lotavam hospitais e sobrecarregavam os serviços de saúde com tratamentos longos e CAROS pro governo. Processos eram movidos contra as indústria de cigarro e também contra o governo, por permitir a venda de uma substância tão nociva sem que o consumidor fosse informado disso. E é por isso que agora temos avisos em cada propaganda de cigarro, fotos horríveis em cada maço, não porque o governo se preocupa com você (pois se se preocupasse simplesmente baniria ou controlaria a venda fácil de cigarros), mas porque ele não quer ser processado.

Lembrem disso quando estiverem bebendo “socialmente”.

0 0 vote
Avaliação
Subscribe
Notify of
guest
106 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.