TAO: VIRTUDES E DESEJOS

Lao Tsé; Tao Te Ching verso 38 – SOBRE AS VIRTUDES

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é taoteching.gif

O homem de Virtude Superior não está preocupado com sua virtude porque ele é virtuoso.
O homem comum fica preocupado com suas virtudes porque não é virtuoso.
O Sábio parece que nada faz pois permanece na não-ação.
Certamente nada fica sem ser feito.
O homem inferior se movimenta muito e certamente deixa de realizar o essencial.
A Benevolência precisa atuar mesmo sem objetivos.
A Justiça precisa atuar e procura um objetivo.
O Dogma precisa atuar através da observação e a força para submeter os homens.
Por isso quando o Tao se perde, aparece a virtude.
Quando a virtude se perde, aparece a benevolência.
Quando se perde a benevolência aparece a Justiça.
Quando a Justiça se perde, aparecem os dogmas e o moralismo.
Os dogmas e o moralismo são a casca da fidelidade e da lealdade e o começo da confusão.
Os adivinhos e falsos profetas são a aparência do Tao e o começo da estupidez.
Por isso o Sábio conserva-se na Infinita Profundidade e não na superfície.
Habita no fruto e não na flor.
Vive no ser, e não na aparência.
Tao Te King – Trad. Albe Pavese (Ed. Madras)

Lao Tsé; Tao Te Ching verso 45 – EXTENSÃO DA VIRTUDE

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é taoteching.gif

A Suprema Perfeição parece imperfeita mas seu efeito é impecável.
A Suprema Abundância parece austeridade mas, em seu uso, é inesgotável.
A Suprema Retidão parece tortuosa.
A Suprema Habilidade parece inepta.
A Suprema Eloquência parece gaga.
O Movimento vence o frio.
A calma vence o calor.
Pureza e calma são as medidas do Universo.
Tao Te King – Trad. Albe Pavese (Ed. Madras)

Comentários de Huberto Rohden:
Tudo o que é do mundo da qualidade é ignorado pelo mundo das quantidades. A qualidade não está sujeita a tempo e espaço, porque é do eterno e do infinito. E, por isso mesmo, o que não pertence ao mundo da qualidade é taxado pelos cultores das quantidades como irreal e ilusório.
O cego acha normal a escuridão – e anormal a luz. O surdo acha normal o mundo sem som – e anormal o mundo do som. O doente que nunca conheceu saúde pode achar normal a doença – e anormal a saúde.
Por isso disse alguém: “A loucura de Deus é mais sábia que a sabedoria dos homens – e a fraqueza de Deus é mais forte que a força dos homens”.
As grandes verdades quase sempre aparecem em forma de paradoxos – que não devem ser explicados – mas aplicados.

Lao Tsé; Tao Te Ching verso 46 – MODERAÇÃO DOS DESEJOS

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é taoteching.gif

Quando o Tao reina no Império, os cavalos de guerra são usados para arar os campos.
Quando o Tao se perde no Império, os cavalos de guerra enchem os arredores da cidade e pastam até nos lugares sagrados.
Não há pior mal que perseguir os desejos.
Não há maior infelicidade do quer ser insaciável.
Não há erro maior que a cobiça.
Por isso, aquele que não conhece o contentamento jamais se bastará a si mesmo.
Tao Te King – Trad. Albe Pavese (Ed. Madras)

5 1 vote
Avaliação
Subscribe
Notify of
guest
57 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.