AS QUATRO ETAPAS DA EVOLUÇÃO

As quatro etapas da evolução da consciência, segundo Rui Vaz da Costa.

Na primeira etapa o homem, recém-chegado do mundo animal, se deixa levar pela vida instintiva, e está pouco à vontade com as características da sua nova existência.

Na segunda etapa, ele começa a descobrir que existe algo além do mundo físico que ele detecta com os cinco sentidos, e que tem condições de mudar algumas circunstâncias ligadas a sua vida ou à vida dos outros.

É a fase da descoberta do poder de manipular algumas energias sutis da natureza, e, como lê e ainda não dispõe de conhecimento (e, consequentemente, de entendimento ético), sua ação se enquadra como trabalho de feitiçaria.

Na terceira etapa ele tenta introduzir na manipulação um sentido moral, organizando o conhecimento e criando as instituições religiosas. Essa tem sido a fase que a humanidade tem vivido nesses últimos milênios.

Nesta fase, o individuo ainda não tem um entendimento claro a respeito do uso do livre arbítrio, de modo que, de uma maneira geral, continua desrespeitando o direito das pessoas de gerenciar a própria vida.

As pessoas religiosas, principalmente quando se convencem que estão salvas, julgam e condenam os outros com muita facilidade; Acham até que têm obrigação de interferir no livre arbítrio dos outros, sob o pretexto de salvar-lhes a alma, numa operação de falta de respeito ao outro, que é a catequese. Elas, com a sua presunção de que são donas da verdade, ignoram completamente a dimensão do crime que estão cometendo.

E, finalmente, na quarta etapa o homem se liberta, conscientemente, da tutela das instituições, com suas pretensões limitadoras do seu crescimento, e descobre que a responsabilidade da sua evolução é somente sua, de modo que passa a não permitir qualquer tipo de invasão ao seu livre arbítrio.

Nessa etapa, que ainda é um privilegio de uma minoria, o indivíduo está concluindo o seu ciclo evolutivo terrestre e se preparando para o seguinte, em outro planeta, ou para permanecer na Terra, ajudando os seus irmãos.

São esses indivíduos que já dispõem de grande parte do conhecimento necessário para usarem de forma mais adequada o seu livre arbítrio.

Fonte: Rui Vaz da Costa; A vida no planeta Terra

0 0 votes
Avaliação
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.