ESOTÉRICOS TAMBÉM PODEM TER RAZÃO

Vejam abaixo trechos do artigo escrito pela Pesquisadora / Física Lisa Randall:

Daqui a dois anos, nós vamos provavelmente ser obrigados a revisar radicalmente nossas idéias sobre a natureza fundamental da matéria, assim como a nossa concepção do universo.

Em 2007, o grande acelerador de hádrons (em inglês large hadron collider, ou LHC) começará a operar no Cern (sigla em francês para Conselho Europeu de Pesquisas Nucleares), perto de Genebra, precipitando partículas em níveis de energia nunca antes produzidos na Terra.

Então os físicos combinarão os resultados dessas experiências efetuadas com o LHC com as hipóteses das suas investigações teóricas, para aprofundar seus conhecimentos sobre fenômenos cujos efeitos só podem ser detectados em distâncias curtas e em elevados níveis de energia.

O meu colaborador, Raman Sundrum e eu mesma demonstramos por que, num mundo dotado de uma dimensão de espaço adicional, a gravidade seria tão fraca. A nossa idéia baseia-se na “geometria deformada”, uma noção que emerge da teoria da relatividade geral de Einstein.

O universo da nossa proposta é de fato um multi-universo, no qual a gravidade está localizada em determinado universo, enquanto nós estamos vivendo num outro universo, separados daquele por uma quarta dimensão espacial.

Descobertas recentes evidenciaram muitas possibilidades notáveis. As outras dimensões poderiam ter muitas formas e muitos tamanhos diferentes. E outras dimensões poderiam abrigar fenômenos exóticos, tais como multi-universos contendo mundos paralelos, nos quais as forças e a química são totalmente diferentes do nosso.

Junto com os meus colaboradores, eu descobri que pode haver outras dimensões que possuem extensões infinitamente distantes, ainda que elas permaneçam invisíveis. E nós estabelecemos teorias que dão conta da existência de bolsões de gravidade quadridimensional, situados num universo que parece possuir outras dimensões em todas as suas outras regiões. Tais investigações teóricas nos permitirão repensar o nosso lugar dentro da ordem das coisas.

Nem todas essas idéias serão imediatamente testadas pelas experiências. Mas nós sabemos que algumas dentre elas o serão: independentemente do que existe por aí, as questões sobre a massa e a fraqueza da gravidade são indicações de que em breve aprenderemos mais sobre a natureza fundamental da matéria.

Como se não bastasse, ainda descubro o estudo do Prof. Kim Bonghan, em que ele, já nos anos 60, afirmava ter provado cientificamente os meridianos, ou nadis, que são os caminhos energéticos do corpo humano, que se distribuem como veias de energia invisível aos olhos mas aparentemente visível em microscópio eletrônico (quando a pessoa morre ele desaparece), por onde corre a energia vital (Ki ou Chi).

No experimento, Kim injetou um isótopo radioativo Nº P-32 no sistema circulatório de animais e seguiu o movimento desses isótopos, e percebeu que o “caminho” era o mesmo que é encontrado no antiquíssimo sistema meridiano chinês de 2.000 anos atrás.

Tal teoria encontrou dura resistência por parte da comunidade científica e até mesmo entre os orientais, que ficaram irritados porque o Prof. resolveu renomear o sistema meridiano para “sistema Bonghan”, os nadis viraram “dutos Bonghan” e o Ki virou “corpúsculos Bonghan”… enfim… mas é bastante conhecido atualmente pela medicina ortodoxa brasileira os benefícios da Acupuntura, que já é considerada como medicina.

Referência:
As dimensões escondidas do Universo

0 0 vote
Avaliação
Subscribe
Notify of
guest
14 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.