CONHECIMENTO, VERDADE E SABEDORIA

Por Caio Garrido

Na busca do conhecimento o ser humano se envolve e se enreda numa gama estreita de soluções, previsões e vacilos.

Homem pensando

Muito se questiona sobre o que é mais importante ou útil nos dias de hoje, o Conhecimento ou a Sabedoria? Essa dialética nos leva a um desdobramento utilitário para nós mesmos no dia a dia. Como seria isso? Nós usamos como carta coringa no nosso coloquialismo cotidiano a arma que mais for conveniente ao nosso momento, ou seja, se o Conhecimento nos é apresentado como dignificado de Verdade e significado para enfrentar uma dinâmica ou acontecimento difícil na nossa vida, usamos o Conhecimento e acreditamos que ele seja a solução dos problemas. Agora se em determinado momento a questão da Sabedoria, implícita nos pontos intuitivos de nossa mente se apresenta como solução imediata, imediatamente descartamos o Conhecimento como base evolutiva e acreditamos que a Sabedoria seja a Verdade sábia.

Na busca de um questionamento verídico sobre o assunto, muitos filósofos pontuam um posicionamento sobre o assunto. Um deles, o filósofo Luís Felipe Pondé, apresenta em suas palestras e articulações uma restauração muito clara de um Mito que toma conta da sociedade Pós-Moderna de hoje: ele fala na Utopia Moderna da busca do conhecimento, e que o homem de hoje vive o luto dessa utopia, e usa como exemplo o Mito da Torre de Babel.

Através do conhecimento, da ciência e de seus “refratários”, a própria Busca se emoldura em uma sensação de eterna falta, pois as coisas vão tomando tal forma que os conteúdos conhecidos abstraídos na busca do conhecimento se tornam incoerentes entre si. A busca pelo conhecimento e o próprio conhecimento em si mesmo, a chamada “Arte pela Arte”, incorpora um “playground” interno, é como se fosse uma brincadeira de criança, uma dança com as palavras, com os conceitos.

A Sabedoria parece apresentar um diamagnetismo, isto é, parece repelir um pouco essa tentativa consciente de busca da Verdade pelo Conhecimento. Isso se desenha e é revelado pelo que e por onde as pessoas buscam a obtenção da sabedoria. Procuram buscar a sabedoria de diversas e intensas formas como a Meditação e outros terrenos ardilosos. Já tive provas suficientemente concretas de que é possível obter benefícios e obter transformações na própria vida através do rescaldo da meditação profunda e transcendental, mas como tudo na vida, se não há um regar da paisagem estética da mudança interna, a mudança não se sustenta. Assim como numa Análise Psicanalítica a mudança só se sustenta por via de uma verdade interna profunda reestabelecida inconscientemente e com uma postura pró-ativa de se sustentar a “evolução”.

O homem parece ter uma oportunidade ou mesmo uma utopia, que advém de que, como ser vivente que estabelece uma dialética paulatina com a própria Vida, é o único tipo de vida aparentemente sustentável no Universo (aquela parte do Universo que conhecemos), que pode tentar entender e buscar o significado da própria Vida. A chamada autoconsciência.

Será isso Verdade ou somos apenas cobaias do Universo? rs…

0 0 votes
Avaliação
Subscribe
Notify of
guest
31 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.