CAFÉ COM PRESUNTOS

A Folha de Pernambuco é o jornal que, se espremer, sai sangue. Acho que todo Estado tem um assim. O pior é que minha mãe assina essa porcaria e todos daqui de casa adoram. Menos eu, claro, que logo no café da manhã dou de cara com a página toda tingida de vermelho-carmim, característica do sangue coagulado. Algumas vezes os fotógrafos conseguem chegar a tempo de pegar o presunto ainda fresco, jorrando um sangue escuro e rico em hemoglobinas vivas.

Eu protestava, mas como sou minoria, fui vencido pela democracia. Então, pela vigésima vez em que tive de tomar meu café da manhã com presuntos, peguei o jornal, amassei e joguei no canto da parede. No outro dia não vi mais o jornal em cima da mesa. “Puxa” – pensei – “finalmente se tocaram do quanto é nojento comer vendo essas coisas”. Mas aí chega minha mãe e, antes mesmo de dizer “bom-dia”, pergunta pela página policial. A empregada diz que está em cima da geladeira, pra evitar que eu o estrague.

Bem, pelo menos funcionou. Se eles não preservam a minha integridade psicológica, pelo menos cuidam bem da integridade física do jornal!

0 0 vote
Avaliação
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.