A BARCA VAZIA

“Imaginai uma barca quadrada que atravessa um rio.
Uma barca vazia choca-se com ela e seus marinheiros perguntam-se:
– O que foi isso? Ora, realmente nada, apenas uma barca vazia!
Mas, se houver um homem na barca, eles, homens de espírito egoísta e mesquinho, o insultarão e gritarão para que recolha a barca. Se esse homem não os ouvir, na segunda vez poderão surrá-lo ou mesmo matá-lo.
Em resumo, uma barca vazia não excita a cólera; ela só a provoca quando está ocupada.
Dessa forma, quem poderá fazer mal a quem tiver se esvaziado de seu EU”?
(Chuang Tzu)

Tenho Mestres, porque não tenho um Mestre. Tenho caminhos, porque não tenho um caminho. Tenho o infinito, porque não sou finito. Não chegarei a lugar algum, porque não tenho por objetivo um lugar.
Esse sou eu: o não-eu.

Acid
0 0 votes
Avaliação
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.