TAO: A HUMILDADE

Verso 42 – A HUMILDADE

O Tao produz o Um.
Sendo o Um manifesto produz o Dois.
Existindo o dois aparecem os contrários, que entram na existência ao manifestar o três,
de onde nascem todas as coisas que deixam atrás de si a obscuridade
e avançam para a luz, harmonizados pelo sopro do Espírito.
Os homens detestam ser chamados “órfão”, “pequeno”, “indigno” e sem embargo, Grandes Reis chamaram-se a si mesmos desta maneira.
Aquele que diminui, cresce.
Aquele que se engrandece, diminui.
O que outros ensinaram, eu também ensino:
“Que o homem violento não morrerá de morte natural”.
Utiliza este pensamento para seguir o Caminho.
Tao Te King – Trad. Albe Pavese (Ed. Madras)

“Então Jesus disse-lhe: Embainha a tua espada; porque todos os que lançarem mão da espada, à espada morrerão”

Mateus 26:52

Verso 66 – COLOCANDO-SE NO ÚLTIMO LUGAR

Os mares e os rios são os soberanos do vale,
porque sendo os senhores do vale, sabem como manter-se embaixo.
Por isto o Sábio, estando acima da média dos homens,
quando fala coloca-se por baixo deles.
Pode estar à frente de um povo aquele que sabe colocar-se por último na fila.
Por isso o Sábio fica acima dos homens e ninguém sente seu peso.
Ele manda, e ninguém se sente ferido.
É por isso que tudo sob o céu o enaltece e não se cansa dele.
Porque não rivaliza com ninguém, ninguém pode rivalizar com ele.

Comentários de Huberto Rohden:
O verdadeiro soberano não governa pelo que diz e faz externamente, mas sim pelo que é internamente. Quando o povo começa a perceber o Ser cósmico do soberano mais do que o seu fazer egóico, então obedece espontaneamente às suas leis e decretos. Esta suave cosmo-obediência transcende qualquer violenta ego-obediência. E o povo, embora alo-governado, tem a impressão de ser auto-governado. A monocracia funciona como cosmocracia, a mais perfeita forma da democracia.

“Porquanto qualquer que a si mesmo se exaltar será humilhado, e aquele que a si mesmo se humilhar será exaltado”

Lucas 14:11

Verso 67 – AS TRÊS PEDRAS PRECIOSAS

Todos conhecem a grandeza do Tao: sendo grande, carece de contornos, e por não ter contornos é grande.
Se tivesse uma forma definida, teria perdido sua grandeza.
O Tao possui três pedras preciosas:
A primeira, com palavras, chama-se Amor; a segunda, com palavras, chama-se Sobriedade; a terceira, com palavras, chama-se Humildade.
Pelo Amor, o homem torna-se corajoso.
Pela Sobriedade, torna-se generoso
Pela Humildade, transforma-se num líder.
Quem pretende ser corajoso sem Amor, ser generoso sem Sobriedade,
ser líder sem Humildade, este caminha para sua destruição.
Quem luta com Amor vencerá.
Quem se defende com o Amor estará seguro e o Céu o protegerá.

Comentários de Huberto Rohden:
Bondade, suficiência e modéstia representam o carisma do homem cósmico. E desta trindade cósmica brotam todos os atos externos do homem realmente grande.
Quem age em nome do seu ego humano, é pequeno.
Quem é agido pelo Eu cósmico, esse é grande.
O grande homem assume atitude de um eterno aprendiz, e nunca se considera mestre de ninguém.

“O amor é a força mais abstrata, e também a mais potente, que há no mundo”

Mahatma Gandhi

Verso 61 – O ATRIBUTO DA HUMILDADE

Um Grande Reino sabe manter-se embaixo e, entretanto, ser o Centro do Mundo.
Faz como a mulher no mundo.
Com a calma sabe manter-se embaixo.
Com a calma a mulher vence o homem.
Assim um grande reino se humilha ante um pequeno para possuí-lo.
Um pequeno reino se humilha diante de um grande para se tornar mais extenso.
Uns se humilham para ser mais poderosos, e outros para serem maiores.
O desejo do grande reino é governar sobre muitos homens e alimentá-los.
O desejo do pequeno reino é unir-se e ser maior.
Ambos conseguem seus desejos, mais é maior quem mais se humilha.

Comentários de Huberto Rohden:
Num Estado, ou numa confederação de Estados, é mais importante o espírito de receptividade passiva do que o poder de datividade ativa.
Compreensão gera mais união do que compulsão. Benevolência é mais eficiente do que violência.
Foi este o segredo dos grandes estadistas, como Abraham Lincoln, nos Estados Unidos, e Mahatma Gandhi, na Índia: o poder da não-violência. Toda violência é sinal de fraqueza – toda benevolência é indício de força.

0 0 vote
Avaliação
Subscribe
Notify of
guest
13 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.