SEGUINDO O FLUXO

Estou começando a entender o Wu-wei (o não-fazer) da tradição Taoísta chinesa. Não é ficar esperando que as coisas caiam do céu, de braços cruzados, mas estar apto pra fazer o que sua intuição mandar fazer, e não o que seu ego (que geralmente chamamos de “eu”) queira fazer. É se deixar guiar, como uma criança que confia plenamente no Pai. É lutar contra os desejos provenientes do ego, é ouvir a voz mais elevada que tem dentro de você. É fácil ouvi-la, e com treino se percebe quando é o ego ou o seu EU Superior que está lhe sugerindo algo.

Por isso não acho que este blog seja de fato meu, e faço o possível para torná-lo um local de aprendizado para mim, principalmente, e para quem mais quiser utilizar este repositório de informações, afinal, seria muito egoísta da minha parte esconder estes conhecimentos (que não considero como verdades e sim instrumentos de evolução do discernimento).

“E ninguém, acendendo uma candeia, a ponha em oculto, nem debaixo do alqueire, mas no velador, para que os que entrem vejam a luz”.

Lucas 11:33
0 0 votes
Avaliação
Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.