A HISTÓRIA DAS COISAS

A História das Coisas é um documentário de 20 minutos, que vai direto ao ponto: como colaboramos diariamente pra destruir o planeta. Mostra passo a passo a cadeia de eventos que vai da exploração dos recursos naturais, passando pelo produto manufaturado, a compra e o descarte, até chegar ao lixão. Mas o diferencial aqui é que não é um documentário no estilo BBC ou National Geographic. É explicado com desenhos (toscamente) animados, e numa linguagem simples (sem ser simplista) que se torna interessante e compreensível até para crianças pequenas. E o melhor: é dublado!

A História das Coisas (versão brasileira)

Eu convoco professores a fazer uma campanha de guerrilha contra os poluidores (desmatadores, fábricas e… nós mesmos), passando esse vídeo nas escolas. Não importa se não tem aula de ecologia, isso pode ser encaixado (forçosamente) numa aula de história, geografia, moral e cívica, matemática, qualquer coisa! O importante é plantar a semente em nossas crianças e adolescentes (porque essa geração já é perdida, estamos contaminados demais) pra garantir ao menos um futuro melhor pra ELES MESMOS!!!

Após o vídeo haverá uma imensa porta aberta nas mentes dessas pessoas, tipo: “o que eu posso fazer?” “como posso ajudar” e é aí que entra o papel do educador, oferecendo alternativas. Pra isso você, educador, deve se “armar” de links para páginas que tratam de ecologia, imprimir dicas, ensinar a necessidade de economizar água e luz, usar ao mínimo materiais descartáveis, etc, etc.

Cada um fazendo alguma coisa poderemos ajudar a mudar o mundo. Sempre vai ter um espírito de porco que vai dizer “você acha que ensinando essas crianças vai adiantar alguma coisa? Que um industrial vai deixar de fazer seus produtos cancerígenos por causa de um bando de ripongas do Greenpeace?”. Pois ACREDITE. Não vai ser do dia para a noite, não vai ser em um ano, mas quando o poder da CONSCIÊNCIA se alastra e atinge uma massa crítica, mesmo que as pessoas não deixem de consumir sem questionar, INFLUI SIM no desenvolvimento dos produtos. Um exemplo claro foi semana retrasada, na Conferência da Apple para o lançamento dos novos Ipods.

Durante a apresentação houve um tópico só pra falar que o produto é um dos mais “limpos” da Apple, mostrando uma lista do que ele não tem de tóxicos, comumente presentes em aparelhos eletrônicos. Busquem pela sua memória: Quando foi a última vez que você viu isso numa propaganda de eletrônico? Os tempos estão mudando, e os “malucos verdes” de hoje podem ser os líderes de amanhã, especialmente porque todos estão sentindo na pele os efeitos do modelo atual de “desenvolvimento”.

bandeira da espanha Ler em espanhol (por Teresa)

Referência:
Greenpeace Guide to Greener Electronics (2017)

0 0 votes
Avaliação
Subscribe
Notify of
guest
116 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.