DROGAS: PRA QUE?

Um negócio que me deixa deprimido é ver ou perceber que a juventude está se afogando cada vez mais nas drogas. Isso é o equivalente a uma catástrofe, um tsunami que matasse toda a população jovem do país. Porque é o que, na prática, acontece. Toda uma geração fica perdida, sem rumo, e é essa geração atual que vai liderar o país no futuro. O que podemos esperar deles? Pessoas de personalidade fraca que preferem o escapismo das drogas pra não ter que enfrentar de cara limpa os problemas em casa, como a crescente falta de atenção dos pais, a violência desmedida dentro e fora de casa, e difícil arte de se enturmar na escola quando sua personalidade ainda está se formando… um mundo onde você se sente só e perdido e ninguém lhe estende a mão.

“Os homens são como ondas: quando uma geração floresce, a outra declina”.

Homero

Bem, cada um tem seu calo, e só a própria pessoa vai saber o quanto dói caminhar com os sapatos apertados, mas não posso deixar de registrar que é, sim, em todos os casos, uma fraqueza. E como eu me sinto, lá no íntimo, de algum modo um pouco responsável pela decadência da juventude, tenho que me pronunciar aqui.

Antes de mais nada, devo ser sincero comigo e com vocês ao fazer uma referência a ÚNICA coisa que as drogas trouxeram de bom pro mundo, que foi a revolução musical. Sgt. Pepper’s, Jimmy Hendrix, Yes e muitos outros dos anos 60/70. Obviamente não se comparam em nada com Bach, Mozart, mas cuja beleza está justamente em ter quebrado com esses parâmetros musicais e dado um salto pra um outro nível de sonoridade, que ainda é muito melhor do que essas porcarias de hoje. Isso só foi possível graças a marijuana e o LSD, devo admitir. Mas o preço que esses gênios da música pagaram por nos trazer isso foi caro. Pergunte a Janis Joplin. A Hendrix. A “Cold turkey” Lennon… As drogas continuam a ser usadas hoje no mundo das artes, mas cadê as grandes obras? Cadê os gênios? Além do que, nossa geração não toma drogas pra fazer música e sim pra ficar trancados dentro do quarto ou pulando ao som de um subproduto musical que só faz sentido quando se está doidão. Qual a contribuição deles pra sociedade? Pro mundo? O que suscita a pergunta: Foram as drogas que criaram um Hendrix? Um Jim Morrison? A resposta, vocês sabem, é não. Talvez eles não fossem tão excêntricos sem as drogas, mas o gênio e o estilo estaria lá. Agora, outra pergunta, desta vez retórica: Foram as drogas que mataram Hendrix e Jim?

“Um homem no campo de batalha conquista um exército de mil homens… Um outro conquista a si mesmo, e este é o maior”.
Buda

“Considero mais valente quem vence os seus desejos do que quem vence seus inimigos, pois a mais árdua vitória é sobre o ego”.
Aristóteles

“Quem vence um leão é um valente; quem domina o mundo é um homem de valor; mas, mais valente e corajoso do que todos eles, é aquele que realmente sabe dominar-se a si mesmo”.
Johan G. von Herder

“Antes de desejarmos fortemente uma coisa, devemos examinar primeiro qual a felicidade daquele que a possui”.
La Rochefoucald

Qual a felicidade que a droga traz? E incluo aí a bebida alcóolica e o cigarro, também. Me citem um exemplo onde a bebida fez alguém se tornar uma pessoa melhor, VERDADEIRAMENTE realizada. Até o Zeca Pagodinho se meteu em confusão por causa da bebida! Ele só podia estar caindo de bêbado quando assinou o contrato com a Schin sendo um fã de Brahma (a cerveja, não o deus hindu)! As drogas mais pesadas trazem uma felicidade intensa e passageira, à custa da sua saúde, e vai obrigá-lo a consumir mais e mais pra manter artificialmente aquele efeito. Até que você desencarna e se lasca todinho.

Aliás, o que me deixa mais frustrado é saber que pessoas espiritualistas (ou espiritualizadas, com uma boa bagagem de conhecimento esotérico) também entram nessa barca furada. Com o conhecimento que eles têm, COMO podem fazer isso consigo mesmo? COMO? As desculpas que vejo envolvem o uso ritual por xamãs (como se eles fossem um e usassem de forma altamente controlada, em cerimônias especiais), a antiguidade da coisa (fazer sacrifícios humanos, ter escravos e sair pilhando cidades e estuprando mulheres também é um costume bem antigo… será que é bom?), efeitos terapêuticos das ervas (como se ele fosse uma velhinha com catarata, sabe?) e os supostos benefícios da expansão da consciência (você conhece alguém que atingiu a iluminação usando drogas?). O cara jura que com as drogas vai expandir sua consciência e abraçar o universo, vai se tornar um com todos, quando o efeito está mais pra uma mera expansão do seu EGO. Em vez do indivíduo se fundir com o todo, ele se ESPALHA, CRESCE. AINDA é o indivíduo, e em vez de aquietar sua mente de forma duradoura (como faz o uso intensivo da meditação), agora teremos um indivíduo sedento por repetir a experiência, com suas células ativamente viciadas numa substância prejudicial.

Isso é “transcender” alguma coisa? Claro que não! Se uma pessoa é arremessada pro alto a partir de um canhão, isso quer dizer que ela voa? NÃO. Mas, e um piloto de avião, ele voa? Sim. Ambos não possuem asas, ambos se utilizaram de uma ferramenta, mas o piloto se utiliza de uma ferramenta elegante, e ESTUDOU para dominá-la, a ponto de que ele pode fazer iniciar uma viagem pra um ponto, mudar de idéia e ir para outro, ou mesmo retornar caso tenha esquecido as cuecas em casa.

“Os nossos desejos são como crianças pequenas: quanto mais lhes cedemos, mais exigentes se tornam”.
Provérbio Chinês

“Aprendi a procurar a felicidade limitando os desejos, em vez de tentar satisfazê-los”.
J. S. Mill

“Só há duas tragédias na vida: uma é não se conseguir o que se quer, a outra é consegui-lo”.
Oscar Wilde

“O bem que fizemos na véspera é o que nos traz a felicidade pela manhã”.
Provérbio hindu

Você que é um suposto espiritualista e usa drogas, vê se acorda enquanto é tempo! Uma encarnação sua está indo pelo ralo. Não existem fórmulas mágicas pra ser uma pessoa melhor e mais avançada no entendimento. Nosso planeta é de PROVAS E EXPIAÇÕES, e isso significa LUTAR. Lutar a boa luta, PRIMEIRAMENTE contra você mesmo e seus vícios (trazidos de outras vidas, ou da programação da sociedade, ou de seu próprio ego atual) e também contra o sistema que procura atrapalhar seu desenvolvimento! Aliás, essa luta contra o sistema é o maior papo de maconheiro, porque a imagem que popularizou as drogas foram os hippies, que REALMENTE estavam lutando contra o sistema nos anos 60. Mas essa fase já acabou, e o sistema atual é muito mais sutil, tão sutil que faz uso das próprias drogas pra manter as pessoas aqui na Matrix!!! Será que não percebem isso? Como querem se libertar de Maya (a ilusão material) se estão viciados numa droga duma substância material? Esse é o sentimento que vocês deviam percebem em vocês mesmos quando acaba o efeito da droga e vocês se vêem perdidos, frustrados, novamente neste mundinho “besta”… O quão livre vocês são DE FATO? Livres pra tomar outra dose, apenas. A revolução precisa de LUTADORES, pessoas que questionem, que combatam o sistema com a MENTE CLARA, e não de um lixo humano que bota a cabeça no buraco na primeira adversidade que aparece.

Timothy Leary copiou o Livro Tibetano dos Mortos, e acrescentou notinhas de “tomar 100mg disso ou daquilo. Se sentir náusea, tome 30mg daquilo outro”. E as pessoas endeusaram o cara, como se ele tivesse escrito o próprio Livro dos Mortos! Quer dizer, Leary e seus seguidores são pessoas que provavelmente só captam a essência do livro “on drugs”. Vocês chamam isso de “vantagem“? “Ferramenta evolutiva“? Eu chamo de “atestado de burrice“, “falta de visão além do ego“, etc.

Convido os usuários e participantes a um debate, aqui nos comentários, onde possamos estabelecer, com educação e respeito, se as drogas trazem mais benefícios ou malefícios a maioria dos seus usuários e a nossa sociedade, como um todo.

bandeira da espanha Ler em espanhol (por Teresa)

Referência:
Osho: Sobre a maconha
Aos verdadeiros assassinos dos policiais de SP
O lado oculto das drogas

0 0 votes
Avaliação
Subscribe
Notify of
guest
198 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.