CROMOPUNTURA

Ontem ganhei um presente bem inusitado e surpreendente da minha namorada: uma sessão de Cromopuntura!!! Ela já tinha falado sobre isso anteriormente, e na hora fiquei realmente curioso, pois nunca tinha ouvido falar disso. Ao contrário da Cromoterapia, onde o paciente é banhado por inteiro com certos tipos de cores, na Cromopuntura (ou Colorpuntura) as cores são colocadas em pontos precisos, como as agulhas da Acupuntura, mas sem furos! A idéia é a mesma: regularizar os fluxos de energia através do corpo, para que isso reflita harmoniosamente no físico (afinal, os chineses sabiam há milênios que as doenças atingem primeiro o corpo energético e só depois aparecem no físico). Achei o método MUITO elegante, pois atua através de vibração, que é a essência de tudo no universo, em todas as dimensões. Já havia lido em um livro espírita sobre essa técnica, que é usada do “lado de lá” para recuperar espíritos que sofreram um desencarne traumático e restaurar o equilíbrio da matéria sutil do corpo astral. Agora a técnica chega aqui!! E funciona!

Como sempre, eu fui meio cético. Um ceticismo saudável, de quem não vai com deslumbramento. Afinal, todo o instrumental consiste apenas de uma “canetinha de luz” com várias pontas intercambiáveis coloridas, feitas de cristal com a extremidade em formato piramidal. Faz-se uma pequena entrevista, pra saber como é o tipo psicológico do paciente, pra definir quais cores devem ser usadas e quais pontos precisam ser ativados. Falei que sou do tipo depressivo, bloqueado, então decidiu-se que a finalidade seria estimular minhas energias no sentido de ter mais ânimo. Pois bem, ótimo na teoria, mas eu realmente duvidada que aquilo faria efeito tão rapidamente quanto a terapeuta e a minha namorada apregoavam.

A terapeuta testou a sensibilidade dos pontos-chave onde iria aplicar a luz, e começou o tratamento nas têmporas, curvas dos olhos, queixo, até aí nada demais, mas quando a ponta do cristal com a luz encostou no terceiro olho (entre as sobrancelhas, onde fica o chakra Ajna) foi como se me ligassem na tomada! Não foi nada prazeroso, nem divertido, foi quase como uma dor, mas mesmo assim isso não me deixou elétrico ou animado. Ela passou então para as mãos, pressionando com vigor o cristal nas pontas dos dedos. Agora vem o mais impressionante: Quando ela encostou o cristal no centro da palma da minha mão esquerda, um calor partiu do centro e se irradiou pela mão toda! Estava frio na sala, meu corpo todo gelado, mas a mão estava quente e a sensação é como se saísse fumaça dela!! Olhei para ver que raios ela tava fazendo, e só então vi que ela usava luz cor laranja, estimulante. Ela falou que essa sensação era minha própria energia, circulando livremente agora pelas mãos. Ela passou então a girar a luzinha na altura do meu pulso, e a sensação de calor e formigamento foi subindo pelo braço, até atingir o cotovelo. Isso realmente me impressionou, já que não era um formigamento causado por câimbra. Tanto é que o outro braço, quando ela fez, não formigou, e ele passou mais tempo ainda parado. Ela respondeu que não formigou porque a energia já estava liberada pelo outro. Essa correspondência entre as mãos é interessante, pois enquanto ela fazia o trabalho na mão esquerda, meu braço direito dava espasmos incontroláveis, e quando fez na direita, a mão esquerda ainda deu uns pequenos pulos.

Ao terminar, ela perguntou se eu estava bem. Confesso que, a não ser pelo braço, eu continuava o mesmo chato de sempre. Achei curioso, mas tinha dúvidas quanto a eficácia do negócio. Achava que só auferiria resultados daqui a alguns dias. Mas, meia hora depois, eu me peguei estranhamente alegre (no bom sentido, claro) e agitado. Associações bobas, como ficar cantarolando “Shake, Shake, Shake” (do KC and The Sunshine Band) e depois exclamar um desejo de tomar Milk Shake ou comer um chocolate aerado (?) me fizeram pensar por um momento que o efeito teria sido idiotizante, e não estimulante, mas o fato é que eu estou “à toda” o dia (e noite) inteiro, e não sei como vou conseguir dormir hoje!! E ontem mesmo fiz uma prova na faculdade, e minha atividade neuronal estava a mil! Isso pra um cara que é naturalmente morgado é um feito incrível.

Claro que, como pesquisador não-profissional, tenho o dever de ME alertar que essa animação toda pode ter sido um efeito de uma programação neurolinguística, ou uma programação inconsciente da minha parte, já que eu queria me livrar da depressão e o método pode ter servido apenas como muleta, mas o resultado definitivamente superou todas as minhas expectativas. Devemos considerar, também, que já foi verificado pelo pesquisador alemão Peter Mandel que a aplicação de um feixe de luz com determinada cor sobre os pontos de acupuntura (que é uma prática já aceita pela medicina) estimulará este ponto através da ressonância devido a seu comprimento de onda. E considerando que já é um fato científico a descoberta pelo biofísico (também alemão) Fritz A. Popp de que cada célula emite uma radiação de luz (biofóton) e que se comunicam uma com as outras por meio de luz, e ainda considerando-se a doença como uma deficiência nessa comunicação, não é preciso muito esforço para chegar à conclusão de que o tratamento com cores (cada cor é um determinado comprimento de onda) pode SIM fazer a diferença.

A Apometria também faz uso das cores no seu tratamento. Por isso, retirei de uma lista sobre cromoterapia/apometria algumas combinações de cores que eles estão estudando e seus efeitos:

  1. Índigo + Carmim = Imobilização instantânea dos espíritos.
  2. Prata e Violeta = Elimina todo o poder mental dos “Magos Trevosos”.
  3. Prata + Laranja = Para Tratamento dos pulmões, vias aéreas superiores e asma.
  4. Lilás + Azul esverdeado = Aplicação em ginecologia e fibromiomas.
  5. Dourado + Laranja + Amarelo = Debela crises de angústia.
  6. Branco resplandecente = Uso na limpeza.
  7. Verde efervescente = Limpeza de aderências pesadas dos espíritos desencarnados.
  8. Disco azul = Energização e eliminação das trevas.
  9. Vermelho + Laranja + amarelo = representa o fogo, usado para o domínio da mente.
  10. Prata + azul claro em cambiantes até Lilás ou azul turquesa = Tratamento de úlceras.
  11. Azul + verde+ laranja = Tratamento de úlcera duodenal.
  12. Roxo = Energização.
  13. Amarelo até laranja claro = Dores em geral.
  14. Prata + violeta + laranja + azul = Câncer.
  15. Branco cristalino = Limpa e purifica.
  16. Violeta intenso = Transmuta, regenera e recompõe.
  17. Lilás = Desintegra a energia provinda de sentimentos e ações negativas.
  18. Verde escuro = Cicatrizante.
  19. Verde claro = Desinfecciona e esteriliza.
  20. Azul Claro médio = Acalma e tranquiliza.
  21. Amarelo = Energizante, tônico e vitamina para o corpo e o espírito.
  22. Verde limão = Limpeza e desobstrução dos cordões.
  23. Rosa = Cor da fraternidade e do amor.
  24. Laranja = Simbolo da energia, aura, saúde, vitalidade e eliminador da gordura do sangue.
  25. Prata = Desintegra aparelhos e “trabalhos”, corrige polaridade de níveis de consciência.
  26. Dourado = Cor da divindade, fortalece as ligações com o Cristo.
  27. Índigo = Anestesiante; provoca intensa sonolência no espírito.

Peloamordedeus, não saiam por aí dizendo que têm a cura pra todos os males nem abandonem os tratamentos tradicionais, porque, como disse acima, ainda está em ESTUDOS e seu efeito é sutil. Isso acima é só uma referência. Além do que não se deve acreditar em tudo o que está escrito na internet, mais ainda em receitas-de-bolo que servem pra todo mundo. NADA serve pra todo mundo, portanto busque um alguém capacitado no assunto.

Referência:
O que é cromopuntura?;
Mais sobre o efeito das cores na Cromopuntura;
Cromoterapia na Wikipedia;
Artigos sobre Cromopuntura;
Ramatis: O uso das cores na magia;
Artigo que fala do uso de cores para tratar os espíritos recém-desencarnados no além

0 0 vote
Avaliação
Subscribe
Notify of
guest
25 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.