BAPHOMET E A SIMBOLOGIA

Por que o primeiro presidente dos EUA – o “Pai da Pátria” – está eternizado nesta estátua com a mesma posição que o coisa-ruim? Só pode ser uma mensagem maçônica de que o capeta é o Senhor desse país, certo?

Certo?!

Errado.

Antes de tudo é preciso dizer que o desenho acima foi INVENTADO por Eliphas Levi, um famoso ocultista francês, pra representar Baphomet no seu livro Dogma e Ritual da Alta Magia, e a partir daí acabou virando a representação “oficial” do diabo pro público leigo. Só que, pra Eliphas (e pra quem o segue) esse desenho representava a “figura panteística e mágica do absoluto”, ou seja, Deus, ou algo que na cabeça dele era a soma de tudo, do bem e do mal, da misericórdia e da justiça (tem uma descrição detalhada do significado aqui). É preciso lembrar que Deuses cornudos eram cultuados na antiguidade e se tornaram “demoníacos” por conta da perseguição católica ao paganismo. A posição dos braços evoca o antigo aforismo de Hermes Trismegisto: “o que está em cima é igual ao que está embaixo”. O que é comumente interpretado como o pênis gigante do Baphomet é o caduceu de Hermes (a energia dual que volta para o Criador) e pode muito bem ser a ESPINHA DORSAL do Baphomet, seu tarado! E nos braços estão escrito Solve e Coagula, que são Dissolver (movimentar, ativo masculino, Yang) e Coagular (reter, passivo, feminino, Yin).

Agora vá explicar pra um leigo que isso não é o tinhoso! Eu não tenho nem por onde começar. Eu mesmo nada sabia sobre Baphomet até hoje por pura repulsa em pesquisar, e o estudo alquímico facilitou muito a compreensão (o que não quer dizer que eu vá gostar desse bicho horroroso).

Agora tem uma certa pessoa na Internet que está ganhando a vida vendendo vídeos toscos com teoria da conspiração de baixíssima qualidade, supostamente voltada para o público cristão/evangélico, onde demoniza tudo e todos, vendo em tudo uma conspiração mundial para implantar o satanismo e a “Nova Ordem Mundial”. Denominações Evangélicas, Católicos, John Lennon, taoísmo, maçonaria, todos esses são satânicos e invariavelmente têm sua imagem intercalada com cenas de cadáveres e destruição, seguindo muito de perto as técnicas de lavagem cerebral introduzidas pelos nazistas no filme “O Judeu Süss”.

Não estou aqui querendo negar que há uma espécie de monopólio de certas famílias sobre o destino de países inteiros (especialmente através da economia), e basta abrir o jornal pra perceber isso (um certo bigodão paira onipresente nos céus do Brasil, e estende seus tentáculos da política para todos os setores da nossa sociedade). O que me irrita é a distorção em pegar certos elementos estabelecidos como “verdade” dentro das teorias de conspiração e incluir dezenas de outros elementos MENTIROSOS e facilmente refutáveis pra impregnar a mente de pessoas simples que nunca irão na internet pesquisar se aquilo procede ou não. É como o discurso do político, que SEMPRE segue a cartilha de se indignar com todas as coisas RECONHECIDAMENTE erradas (falta de segurança, saneamento, educação, etc) e assim conquistar SINTONIA com o público e depois prometer “mudar tudo isso” sem NENHUM embasamento (e nós sabemos que não mudam nada, mas o povo continua caindo nisso desde tempos imemoriais).

Esse cara pegou a associação da estátua de George Washington com o Baphomet e rotulou tudo de demoníaco (quem vai negar que Baphomet não parece?) e assim o gesto MILENAR de ligar céu e terra passa a ser coisa de satanista. Pra começar, a estátua foi criada em 1840, 15 anos antes de ser feita a ilustração de Baphomet por Eliphas Levi (1854). Segundo, a estátua foi inspirada pela descrição de uma das 7 maravilhas do mundo, a Estátua de Zeus em Olímpia, esculpida pelo célebre ateniense Fídias, no século V a.C:

A semelhança é inegável

Além disso a posição dos braços/mãos representa não-somente o aforismo hermético, como simboliza a união de céu e terra, algo muito significativo para o oriente. Não é a toa que podemos vê-lo em representações hinduístas e budistas:

Uma das maiores estátuas de Buda no mundo está em Ushiku, no Japão (abaixo). Com 120 metros, é três vezes maior que a Estátua da Liberdade. E há outras duas na China com a mesma pose.

Podemos ver essa representação até mesmo no Deus Asteca Xolotl, irmão gêmeo de Quetzalcoatl, e que, assim como Anubis, tem cabeça de cachorro, é Deus do submundo e guia as almas durante sua jornada para o além:

Deus Asteca Xolotl

E na arte cristã/católica:

Jesus aponta para o céu; Maria, para a terra
Abadia de Sainte Foy, em Conques (França). Jesus em sua majestade no Julgamento Final.
Detalhe do quadro Escola de Atenas, de Rafael, localizado dentro do Vaticano. Platão aponta para o alto (o mundo das idéias, do Eterno) e Aristóteles pra baixo (representando sua contribuição concretista à filosofia, voltada para as coisas da Terra)
Quadro Noli me Tangere, de Antonio da Correggio. Significa “Não me toques“, o que Jesus diz para Maria Madalena quando ela o vê ressuscitado (numa forma já não pertencente ao céu, nem à terra)

Levi escreve que o gesto de Baphomet com as mãos “expressa a perfeita harmonia da misericórdia com a Justiça” e não tem nada de satânico. Na Índia ele é conhecido como Kapitthaka Mudra (ou “Mudra do Buda sorridente” nos EUA):

kapitthaka mudra
Kapitthaka Mudra. Ele serve para abrir o fluxo de energia para o coração

Esse gesto também é usado no Catolicismo como sinal da bênção (Benediction), mas mantendo o polegar levantado, pra representar a Trindade:

Papa Gregório XVI (note os dois dedos da mão que aponta pra baixo, levemente mais abertos que os outros)

Já o Papa Pio XII aqui aparece com o polegar quase fechando o circuito de energia, lembrando muito o mudra:

Papa Pio XII

Pode ser que a origem pra seu uso no catolicismo nem seja romana, como se especula (o símbolo de “pedir a palavra” na Roma antiga era levantar o dedo indicador, usado até hoje, aliás), mas sim oriental, como podemos ver na iconografia bizantina:

Já temos dois itens desmistificados, agora falta um terceiro, que não está no desenho mas é comumente associado ao satanismo, que é o símbolo dos chifres com a mão:

Esse gesto remonta primeiramente à Índia, onde é conhecido como Tarjani mudra, e tem justamente a função de espantar demônios:

Sempre desconfiei de que Buda tinha um pezinho no Rock n’ Roll

Outro lugar onde o gesto é usado é na Itália, onde é conhecido como Mano cornuto e estima-se que tem relação com algum deus/deusa da fertilidade (e que tinha chifres, como muitos outros deuses do passado) e ironicamente TAMBÉM era usado pra repelir o mal (hoje tem o mesmo uso que aqui, pra designar maridos traídos). Infelizmente Anton Szandor LaVey fundou a Igreja de Satã em 1966 e adotou o símbolo como representação do diabo, o que provavelmente levou ao seu uso no Rock n’ Roll em 1969 pela banda Coven, claramente associada ao satanismo. Mas a primeira banda a usar o símbolo foram os Beatles, na divulgação do filme Yellow Submarine (1968). E o mais engraçado é que o contexto que eles usaram não tinha NADA a ver com satanismo, e sim com AMOR.

All we need is Love

Esse símbolo significa apenas a síntese visual do gestual “Eu te amo” na linguagem dos surdos-mudos (notem que tem o polegar pra fora):

“Eu te amo” em Libras

Existe até selo comemorativo nos EUA com o símbolo:

Infelizmente o artista que fez a divulgação de Yellow Submarine por desenho colocou o polegar pra dentro (intencionalmente ou não), e aí sim se tornou o símbolo do cornuto:

All we need is HEAVY METAL!

Agora vocês já têm subsídios pra não se deixar enganar por qualquer idiota que SE DIZ pregando a palavra de Deus, espalhando mentiras e confusão, que são (na própria Bíblia) a arma de Satanás pra confundir e separar as pessoas.

Até a próxima, pessoal!
4.2 5 votes
Avaliação
Subscribe
Notify of
guest
104 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.