TAO: O CÉU EM SI MESMO

Lao Tsé; Tao Te Ching – verso 9

Uma taça demasiado cheia é difícil de se carregar.
Uma espada continuamente afiada não dura muito tempo.
Uma sala repleta de ouro e de pedras preciosas é difícil de se
guardar.
Opulência e poder conduzem à soberba e disto nasce a ruína.
Acabada a Obra e o mérito cumprido, o oportuno é retirar-se.
Isto ensina o Tao do Céu.
Tao Te King – Trad. Albe Pavese (Ed. Madras)

Só se pode encher um vaso até a borda.
Nem uma gota a mais.
Não se pode aguçar uma faca,
E logo testar a sua agudeza.
Não se pode acumular ouro e pedras preciosas,
Sem ter lugar seguro para guardá-los.
Quem é rico e estimado, mas não conhece a sua limitação,
Atrai a sua própria desgraça.
Quem faz grandes coisas, e delas não se envaidece,
Esse realiza o céu em si mesmo.
Tao Te Ching – Trad. Huberto Rohden (Ed. Martin Claret)

Comentários de Huberto Rohden:
O homem sábio deve ser equilibrado em tudo, como o próprio Universo,
cujo Uno nunca destoa do Verso. Quando o homem-ego pretende fazer
mais do que o homem-Eu permite, o desequilíbrio é infalível – e o
desequilíbrio é a infelicidade do homem. O homem deve em tudo ser
universicado, agindo de dentro para fora

0 0 votes
Avaliação
Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.