OSHO: A FORÇA FEMININA

Osho nos fala, no livro Visão Tântrica, que todos os Mestres são mais “mães” do que “pais”. Possuem qualidade feminina. E cita Budha, Krishna, Mahavir… e, de fato, agora percebo que essas entidades são representadas com traços femininos, suaves. Você pode olhar em seus olhos e não encontrará a agressividade masculina.

No mesmo dia que li isso, Lázaro Freire, dono da lista “Voadores“, lembra que existem homens com o YIN (energia feminina, receptiva) acima da média. Grandes espiritualistas, como Gaspareto, Chico Xavier e Divaldo Pereira Franco (quem já viu entrevistas com eles sabe que pelo menos os dois últimos não são afetados, nem parecem que estão escondendo sua condição. Simplesmente são femininos. É algo tão natural que você não fica maldando).

Osho lembra que TUDO o que é nascido vem da energia feminina. A energia masculina pode ativar, mas não conceber. Daí a facilidade de manipular energias que as mulheres têm. E elas o fazem geralmente a nível inconsciente. Uma mulher encantadora, charmosa, já está manipulando o ambiente ao seu redor. Assim como a “praga de mãe” e “praga de sogra”, já conhecidas pelo povo, não são nada mais do que uma poderosa invocação energética (bruxaria pura!). Toda fêmea precisa desse sexto sentido naturalmente desenvolvido para proteger suas crias. E quem assistiu “Mundo Animal” já deve ter visto que elas pressentem o perigo sem estar vendo ou cheirando nada. É estar em harmonia com a natureza, percebendo qualquer desarmonia energética mais facilmente. Claro que, com o tempo, as fêmeas da raça humana foram perdendo muito de suas capacidades, seja por imposição da força (caça às bruxas), por castração moral (a ladainha de que “mulher é inferior ao homem”) e mesmo pelo distanciamento da natureza (a MÃE Terra).

Fico pensando: com todo esse poder, as mulheres poderiam dominar o mundo. Devo ter levado um puxão de orelha do meu “Grilo falante“, pois a resposta mental foi bem feminista: Dominação é coisa Yang, de homem. Achar que está no controle da situação. A mulher é quem de fato controla, manipulando os homens para que as coisas aconteçam. Assim, os homens ficam satisfeitos, com sua “masculinidade” intacta, à frente de todas as coisas, e as mulheres, com sua mente bem mais complexa, vão se utilizando discretamente do melhor que o homem pode oferecer, que é o “fazer acontecer”.

Sinceramente, se a finalidade da espiritualização for ficar afeminado, eu vou postergar minha evolução pra uma outra encarnação em que eu seja mulher! Hehehe brincadeirinha… Sei que viemos ao mundo no corpo certo, pra aproveitar o potencial de cada sexo. Acho que a finalidade de todos aqui é atingir o equilíbrio entre a complexidade / sensibilidade feminina e a praticidade / força masculina.

Gostou do texto de Osho? Quer conhecer mais sobre ele? O Saindo da Matrix recomenda FORTEMENTE que você assista ao documentário da Netflix “Wild Wild Country” e tire suas próprias conclusões a respeito.

“Absorva o que é útil, descarte o que não é, adicione o que é exclusivamente seu”
(Bruce Lee)

0 0 vote
Avaliação
Subscribe
Notify of
guest
7 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.