Meu outro blog!
Retornar à página principal


HDTV E O FUTURO DA TV BRASILEIRA


Vi o primeiro jogo do Brasil na copa da Alemanha numa TV de alta definição (HDTV), instalada experimentalmente no Shopping Center Recife. Foi uma experiência quase religiosa, pra um nerd como eu. :)
São dois modelos de TV que são usados: um de plasma, o LG 50PX5R, com conexão vídeo-composto, resultando numa horrível imagem borrada, e outra uma Sharp Aquos de 45'', com uma imagem impecável, nítida e brilhante, com conexão HDMI. Ou seja, uma coisa é certa: não comprem as TVs de alta definição atuais da LG sem comparar as imagens...


Clique na imagem para vê-la na resolução real de uma TV de alta definição

A definição de imagem é coisa de outro mundo, é como ver uma imagem de revista em movimento. É algo tão marcante que você nunca mais vai olhar pra sua TV analógica do mesmo modo! Claro, isso está levando muitas pessoas a pensarem em investir numa TV de plasma, porque na propaganda elas são "HDTV ready". Mas isso é uma grande e deslavada mentira. O que "elas" (as fabricantes) chamam de "alta definição" é uma definição maior que a da TV, e tecnicamente elas estão corretas, pois, enquanto uma Tv normal exibe 320 linhas de resolução, o HDTV pode ser de 480px (pixels), 720px ou 1080px. Só que essas TVs "HDTV ready" raramente atingem 1080, limitando-se a 720. Isso só pra falar da questão de resolução. Ainda temos o fato de que o Brasil vai adotar uma tecnologia nipo-brasileira de transmissão de TV, o que vai OBRIGAR todos os donos das melhores TVs de plasma ou LCD a comprarem um adaptador, que não vai garantir em nada toda a qualidade da transmissão.

Geralmente as TVs de plasma transmitem nessa resolução

720i ou 720p - 1280 x 720 @ 24, 30 ou 60 fps (frames por segundo) equivalente ao XVGA, que é uma resolução mais alta do que usamos no computador normalmente.
1080i ou 1080p - 1920 x 1080 @ 24, 30 ou 60 fps (frames por segundo) exibe em SXVGA (1280 x 1024), mas só exibe o UXGA (1600 x 1200) compactado.

Existe uma confusão sobre o que significam as siglas i e p no fim da resolução das TVs de alta definição. O i significa que a imagem é entrelaçada (interlaced), ou seja, pegam dois frames e juntam num só para causar a ilusão de movimento. O p significa progressivo (progressive), ou seja, as duas imagens são exibidas separadamente, na mesma velocidade. Obviamente a imagem progressiva é bem melhor de se ver. Todas as TVs de plasma e LCD que vi no mercado ainda são 1080i (entrelaçado), isso porque nos EUA ainda não começaram a transmitir em HDTV com todo o seu potencial técnico (que é 1080p). Mas algumas TVs lá fora, como a Hitachi já estão preparadas para isso, e melhor: pegam a imagem entrelaçada e a convertem pra progressivo, melhorando a qualidade. Isso porque a nova geração de DVDs vai poder exibir toda essa qualidade na tela, e até mesmo os videogames estão começando a se aproveitar dessa tecnologia. Então o negócio é esperar!


Games pra PC, como GTA e Half-Life 2 já dispõem da opção widescreen. Videogames como o XBox360 (e alguns jogos do PS2) também

Outra questão pela qual vale esperar mais um ano pra comprar uma TV de alta definição é que daqui até lá já teremos TVs prontas para o nosso padrão brasileiro (segundo li recentemente, ainda vai levar de 6 meses a 1 ano pra definir o padrão técnico, e mais 1 ano para as TVs começarem a transmitir nesse padrão), a um preço mais em conta (todo dia cai o preço das TVs de plasma e LCD), com qualidade de imagem superior (todo dia lançam uma TV com qualidade melhor, mais cores e mais tempo de vida útil), com resolução 1080p e o mais importante (ao menos pra mim): suporte a entrada de vídeo do PC em alta resolução (SXGA, ou Super eXtended Graphics Array, que exibe a imagem em 1280×1024), que já tem no exterior mas não nas TVs que chegam aqui hoje. Isso será importantíssimo no futuro, pois assistir à nova TV não será mais uma experiência passiva, graças à conectividade que o padrão nipo-brasileiro terá com a internet. Então, nada melhor do que ter a TV e o micro na mesma tela! Já existem TVs com conexão pra micro, mas a maioria (no Brasil) só aceita resoluções de 800x600, o que é ridículo considerando que a tela do HDTV é 30% maior! Procure uma com conexão HDMI, que vai ser o "padrão de conexão digital" do futuro, aceitando até mesmo conexões de 1080p com 60 frames por segundo!!!

Aqui vai uma tabela com todas as siglas e resoluções pra PC:

VGA: 640 x 480
SVGA: 800 x 600
XVGA: 1024 x 768 (256 cores)
XGA: 1024 x 768 (65 mil cores)
WXGA: 1366 x 768 (a maioria das TVs com suporte a HDTV operam nessa resolução)
SXGA: 1280 x 1024
UXGA: 1600 x 1200
WUXGA: 1920 x 1200
QXGA: 2048 x 1536


Tabela comparativa entre alguns tipos de resolução disponíveis no computador (se seu monitor e placa de vídeo suportarem, claro)


LCD OU PLASMA?

Essa é uma grande questão que permanece sem resposta. A tecnologia se adianta a cada tentativa de definir um ou outro ganhador, resolvendo as questões negativas inerentes às duas. O LCD por natureza fornece uma melhor nitidez, com cores mais vibrantes. Entretanto, por conta da mesma natureza, tem suas falhas no fato de que a tela perde o brilho ao ser exposta a ambientes muito iluminados, ou se a tela for vista muito de lado. Esse problema da lateralidade já está sendo resolvido a cada versão (por isso procure saber no manual qual o ângulo de visão permitido) e um outro problema que afastava os compradores até 1 ano e meio atrás é que a taxa de atualização (refresh rate) era baixa, ou seja, imagens em rápido movimento ficavam borradas ou "quebradas", mas os novos monitores já ajeitaram em parte isso (procure também no manual LCDs com taxas atualização de no mínimo 12 milisegundos (ms) pra BAIXO; quanto menor, MELHOR. Já existem até monitores com 4ms, ideais pra filmes e games). Também por causa da nitidez absurda do LCD, os mais detalhistas podem se irritar com as "serrinhas" que aparecem em imagens de baixa resolução (principalmente a TV), mas isso pode ser vantagem se você colocar um DVD ou assistir HDTV. Outra vantagem é que um monitor LCD é ser muito fino e leve.

Já o plasma possui uma imagem muito mais "natural" (ou seja, borrada nas bordas) por conta da tecnologia usada, e em consequência não consegue a mesma nitidez do LCD (pelo menos pra mim eu prefiro o plasma, pois os serrilhados me distraem). O contraste de cores do plasma também tende a ser melhor, principalmente com os pretos. Ao contrário do LCD, o plasma não tem problema com luz ambiente, atualização ou ângulo de visão, mas sofre do problema de vida útil dos fósforos que compõem a tela. Até hoje não se pode deixar uma imagem parada muito tempo na tela, ou ela ficará "impressa" (burn in) permanentemente (ou seja, não é muito indicado pra jogar videogame). E até uns 2 anos essas TVs eram feitas pra durar só uns 10 anos, se muito. Hoje já existem TVs que possuem um sistema interno pra evitar o "efeito burn in", e que duram até 27 anos (consultem o manual!).

O ideal mesmo é comparar a TV que você quer lado a lado com outras, prestando atenção a cada detalhe, seja em imagens com grande movimento, ou com imagens paradas.

Referência: Artigo do New York Times sobre a as TVs de resolução 1080p;
1080i vs. 1080p;
Widescreen no mundo dos games;
O que é melhor? LCD ou Plasma?


Publicado sáb,17 de junho, 2006, às 4:23 PM  8 comentários