Página principal

   
5 estrelas
Budismo
Ciência
Cinema
Cristianismo
Espiritismo
Filosofia
Geral
Hinduísmo
Holismo
Internacional
Judaísmo
Metafísica
Pensamentos
Política
Psicologia
Sufismo
Taoísmo
Ufologia
Videolog


Ver por mês


Últimos comentários

Retornar à página principal


VIVEKANANDA
qui, 29 de janeiro, 2009
 


Swami Vivekananda foi um monge, iogue e filósofo hindu. Principal discípulo de Ramakrishna, Vivekananda é considerado um dos mais célebres e influentes líderes espirituais do hinduísmo moderno, sobretudo da filosofia Vedanta (onde foi pioneiro no Ocidente), e inspirador do movimento do espiritualismo universalista.

Trechos do livro "O que é religião - O ideal de uma religião universal", de Swami Vivekananda (Ed. Lótus do Saber):

A alma é potencialmente divina. A finalidade da vida é manifestar essa divindade interior pelo controle da natureza, interna e externa. Faça isso por meio da ação, do culto, do domínio da mente ou da filosofia - por um, mais de um ou por todos esses meios - e seja livre. Nisso consiste a religião. Doutrinas, dogmas, rituais, livros, templos ou imagens são apenas particularidades secundárias.

Em cada religião, aparentes contradições e perplexidades assinalam diferentes estágios de evolução. O objetivo de todas as religiões é realizar Deus inerente na alma. Esta é a única religião universal.

Devo acrescentar que é bom nascer no seio de uma igreja, mas é ruim morrer nela. É bom nascer criança, mas é ruim permanecer criança. Igrejas, cerimônias e símbolos são bons para infantes. Porém, quando a criança cresce, deve ir além da igreja e de si mesma. Não podemos ser crianças para sempre. Seria como tentar vestir o mesmo casaco em pessoas de qualquer tamanho e idade. Não reprovo a existência de seitas no mundo. Quisera Deus que houvesse mais vinte milhões delas, pois quanto mais seitas existirem, maior será o campo de escolha. Minha objeção é quanto à tentativa de fazer com que uma única religião se ajuste a todos os casos. Embora as religiões sejam iguais em sua essência, apresentam necessariamente uma multiplicidade de formas causada pelas condições dissimilares que existem nos diferentes países. Devemos ter nossa própria religião pessoal - individual, no que se refere a exterioridades.

Religião é para realizar-se agora. Para tornar-se religioso, comece sem nenhuma religião, faça sua própria escalada, perceba e contemple os fatos por si mesmo. Quando proceder assim, então, e só então, terá uma religião. Antes disso, você não é melhor que os ateus, talvez seja até pior, porque o ateu é sincero. Ele se levanta e declara: - Nada sei sobre isso - enquanto os outros também não sabem, mas vão adiante batendo no peito: - Somos pessoas muito religiosas. Que religião eles professam, ninguém sabe; engoliram alguma história da carochinha e os sacerdotes pediram que nela acreditassem.


Continuar a leitura

 
Hinduísmo, Internacional - publicado às 3:10 PM 62 comentários
MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA A VIDA
qua, 28 de janeiro, 2009
 


Um belíssimo vídeo, conduzido com muita sensibilidade, sobre os valores que nos são impostos pelos parentes ou pela sociedade.


Para habilitar as legendas em português:


 
Geral - publicado às 1:09 PM 31 comentários
FLUXO ESCURO: UNIVERSOS PARALELOS?
seg, 26 de janeiro, 2009
 


Falha na Matrix pode ter revelado a existência de outro universo.

Por mais poderosos que sejam os telescópios - mesmo os que estão em construção, ou aqueles que estão apenas nos mais delirantes sonhos dos astrônomos - há uma espécie de "muro" na borda do nosso universo, além do qual nada se pode enxergar ou detectar. Não se trata de uma barreira física, mas de uma distância: além de 45 bilhões de anos-luz de distância, a luz não teve tempo de chegar até nós e poderemos nunca saber o que existe além. Apesar de se calcular que nosso universo tenha uma idade de 13,7 bilhões de anos, ele está em expansão - levando essa expansão em conta, os astrônomos calculam que a última fronteira observável do nosso universo está agora a aproximadamente 45 bilhões de anos-luz de distância.

Aglomerados de galáxias

A única esperança que resta para descobrirmos algo sobre essa região inalcançável estaria em encontrarmos algum "buraco" nesse muro, alguma interferência causada no universo observável por aquilo que está além dele. É isto o que quatro cosmologistas, coordenados pelo professor Alexander Kashlinsky, da NASA, acreditam ter encontrado.

Utilizando dados coletados pelo observatório WMAP, os cientistas detectaram aglomerados de galáxias movendo-se a até 1.000 quilômetros por segundo, algo totalmente incompatível com todas as atuais teorias. Mais impressionante do que tamanha velocidade, todos os aglomerados galácticos observados pelos cientistas - quase 800 - parecem estar se dirigindo para um único ponto no céu, localizado entre as constelações de Sagitário e Vela. O movimento em direção a esse ponto foi chamado de Fluxo Escuro, um fluxo de matéria ainda sem causa ou explicação conhecidas.

Na imagem, esses aglomerados estão representados pelos pontos brancos, registrados sobre a radiação cósmica de fundo, uma radiação na faixa das micro-ondas que inundou o Universo 400.000 anos depois do Big Bang. Todos parecem estar se dirigindo para o ponto roxo mostrado na figura (veja também O que existia antes do Big Bang?). Kashlinsky e seus colegas defendem que essas evidências são as primeiras informações que indicam a existência de algo além do nosso universo, reforçando a chamada "teoria os multiversos", que estabelece que o nosso universo é apenas um dentre inumeráveis que existem.

Outros universos ou novas teorias

Mesmo os cosmologistas que não concordam com a conclusão afirmam que o achado é impressionante, e que ele será responsável, no mínimo, por alterar quase tudo o que se acreditava correto até hoje nas teorias sobre a estrutura e a formação do nosso universo. Segundo os cientistas, a Matéria Escura não poderia ser responsável pelo Fluxo Escuro porque ela não produz gravidade suficiente para isso. E tampouco a Energia Escura poderia ser a causa, porque ela está espalhada de maneira uniforme ao longo do universo, não podendo ser capaz de carrear tamanha quantidade de matéria numa única direção.

Daí vem a conclusão lógica: somente alguma coisa além do nosso horizonte cósmico pode ser responsável por gerar o Fluxo Escuro. E, se todas as teorias atuais a respeito da formação do nosso universo estão corretas, algo que está além dele somente poderia ser outro universo.


Bibliografia:
A measurement of large-scale peculiar velocities of clusters of galaxies: results and cosmological implications.
Astrophysical Journal Letters Vol.: 686:L49-L52

Fonte: Inovação Tecnológica


Ler em espanhol (por Teresa)


Referência: Universos paralelos comprovados;
Documentário da BBC: Universos paralelos;
Modelo de Universo;
Múltiplos Big Bangs;


 
Ciência, Internacional - publicado às 10:59 PM 37 comentários
OVNIS NO CEARÁ
qui, 22 de janeiro, 2009
 



Os moradores de Itatira estão apreensivos com estranhas aparições no céu. Alguns dizem ficar doentes

Uma população em pânico. Esse é o cenário do município de Itatira, que fica a 216 quilômetros de Fortaleza, depois das aparições de objetos luminosos não identificados nos céus da região. Os 17.689 moradores do município estão apavorados com os relatos de pessoas que afirmam terem sidos seguidos por Objetos Voadores Não Identificados (OVNIs). Nos 514 km² da cidade ninguém fala em outro assunto. Diante dos fatos, a Agência Brasileira de Inteligência Nacional (Abin) enviou documento para o delegado regional de Canindé, Francisco José Ferreira Braúna, pedindo que apurasse os fatos na região de Itatira. De imediato, o delegado designou o inspetor Dalton Júnior para acompanhar o caso na zona rural.

Na localidade de Cachoeira, a jovem Amanda Silva Gomes (18 anos) fotografou uma das aparições e afirmou que especialistas da Universidade de Campinas (Unicamp) entraram em contato e que, até o fim do mês, vão estar no município para falar com ela e suas colegas, que estão decididas a mudar o horário das aulas para evitar serem seguidas pelos objetos. Elas estudam à noite e precisam percorrer cerca de quatro quilômetros para chegar até a sala de aula.

Segundo o inspetor Dalton Júnior, o depoimento do agricultor Luís Denis Menezes é “estranho”. “O rapaz me falou que foi seguido por uma luz de cor amarelada com um calor intenso. Tentou fugir, mas a bateria de sua moto descarregou e ele correu mato adentro causando várias lesões no corpo”, disse o inspetor.

Conforme o que foi apurado, mais de 200 aparições já foram registradas em Itatira. Para se ter uma explicação sobre os fatos, de acordo com o ufólogo Agobar Peixoto, de 9 em 9 anos ou de 10 em 10 anos essas aparições se concentram em uma região cearense fazendo uma varredura no Ceará. Ele disse que o caso de Itatira será analisado. Para isso, visita o município hoje. "Considero as imagens feitas por Amanda de grande importância para estudos da Ufologia e um documento raro de ser visto", disse o estudioso em Ufologia. De acordo com ele, existem duas rotas de Ovnis na região. A primeira começa na Chapada da Diamantina (MG), passa por São Raimundo Nonato (PI), Tauá, Quixeramobim, Itatira e Quixadá (CE). Já a segunda segue a rota da cidades de Canindé, Santa Quitéria, Sobral, Tianguá, todas no Estado, e Pedro II (PI). É como uma espécie de círculo.

Para aumentar o pânico, o pescador Francisco Paulo da Silva, conhecido como Pacatuba, 64, estava em um açude capturando peixes quando viu um objeto luminoso no céu. Assustado, fugiu e perdeu seus equipamentos de pesca e, por consequência disso, diz que agora vive tenso e ansioso.

Outro que afirma estar doente é Manoel Alves Barbosa, conhecido como Bena, 65. Ele conta que já viu o objeto voador por duas vezes. A primeira foi quando se deslocava do distrito de Queima da Onça para Lagoa de Dentro. A segunda vez quando foi pegar o seu jumento Pachola por volta das 19 horas. Os dois casos aconteceram há, exatos, 15 dias.

O prefeito do município, José Ferreira Matheus, e vice, Paulo Ruberto Mota Cavalcante, são cautelosos com referência ao assunto. Porém, irão entrar em contato com autoridades do Estado e ufólogos do Centro de Ufologia Brasileira (CUB), com o intuito de esclarecerem os fatos.

Fonte: Diário do Nordeste


O jornal O Povo fez uma pequena matéria sobre a menina que fotografou uma das luzes:

ÚNICA A FOTOGRAFAR O OVNI

Quem já viu o objeto voador torce para não ver novamente. O medo é grande. É o caso da Amanda Silva Gomes, 18, que mora no distrito de Cachoeira. Ela não esconde que sentiu medo, mas foi a única até agora que conseguiu registrar uma foto do fenômeno. No dia 7 de janeiro deste ano, ela vinha com o sobrinho, Ramiro Gomes, 10, da casa de uma amiga. Na estrada, com a câmera na mão, ela olhava umas fotos que acabara de registrar. Trajeto normal.

A surpresa veio quando percebeu o objeto brilhante acima de si. "A gente fica paralisada. É igual a um fogo, como se fossem umas bolas de luz", relata. O pequeno Ramiro, tímido, parece não gostar muito de falar da "bola de fogo". Viu, mas não quer rever: "Fiquei com medo".

Mesmo com o susto, Amanda parou e fotografou. "Depois foi que caiu a ficha." E eles correram. Atravessaram a pista, nem viram se vinha carro. Em casa, os pais de Amanda ouviram os gritos que vinham de longe. A zoada era grande, relembra Valmir Viana Gomes, pai de Amanda. Do lado de fora, o objeto subiu, subiu e se apagou.

Valmir diz que está "doido para ver" o objeto. Histórias desse tipo já se tornaram comuns na região. "Aqui, acolá, estão vendo. Já estão é acostumados", afirma.

___________

O Viafanzine relaciona os avistamentos de Itatira com os acontecidos em 2007 em Piracema (Minas Gerais).


 
Ufologia - publicado às 12:33 PM 55 comentários
O DIA DO REI
qua, 21 de janeiro, 2009
 


Ahh, os EUA... grande vitrine do consumismo para o mundo, grande espelho para os demais países. Isso pode ser bom em muitos aspectos, e ruim em vários outros, mas é inegável. Ontem o mundo estava de olho na posse do presidente Barack Hussein Obama, e creio que muitos, como eu, salivaram por ter em seu país alguém que dê orgulho, alguém que seja um líder, um exemplo para crianças e adultos (e não alguém que diz que não lê nada e pega todas as suas informações de segunda mão).

Obama pode até ter uma hidden agenda, como insiste Olavo de Carvalho (é estranho mesmo a falta de escrutínio da imprensa e sua ascenção meteórica ao poder), mas não é sobre isso que estou tratando aqui, e sim a mensagem exterior, a imagem, que pode não ser tão relevante para a economia, condução política, evitar guerras, mas é importante para inspirar pessoas. Com a posse de Obama, inaugurou-se uma nova homepage para a Casa Branca:

Isso definitivamente me chamou a atenção. Uma coisa é um candidato criar um factóide abraçando crianças, "consertando" escolas, se misturando com pobres (isso já vemos em todas as eleições). Outra é, depois de eleito, manter o vínculo com o popular, continuando a fazer visitas e discursar falando aquilo que o povo quer ouvir (isso já vemos em Lula, que mantém assim sua popularidade e base eleitoreira pro partido). Agora, insistir depois de eleito que a presidência é um SERVIÇO PÚBLICO, vindo da maior, mais temível e arrogante estrutura de poder montada desde o fim da URSS, essa é a primeira vez. Esse conceito pode ser velho na Europa (França, por exemplo), mas é totalmente novo nas américas. Gostei.

Mas ainda não foi por isso que resolvi escrever. Clicando na imagem, vi um artigo que aproveitava o "Dia Nacional do Serviço" (dia 19 de janeiro, que acabou conhecido como o "Dia de Martin Luther King") pra incentivar as pessoas a doar seu tempo e esforço em prol dos necessitados (no caso, necessitados dos EUA). E toda a família do presidente deu o exemplo, participando também. Todo esse esforço em memória de Martin Luther King. Legal, legal... os EUA adoram ter seus próprios heróis, já que deve ser muito complexo pra cabeça deles lembrar de alguém que viva fora do mundo civilizado (The United States of the America/World), mas lembrei que boa parte do mundo ocidental tem um exemplo muito vivo, muito presente em palavras, que poderia ser usado pra lembrar do serviço ao próximo, que é JESUS. Sim, aquele Jesus mitológico, já diluído no inconsciente coletivo, que cumpre bem seu papel de nos lembrar do "amar ao próximo" melhor do que pessoas "reais" (a quem, pela proximidade, nós temos a tendência de subestimar, botar defeitos, desprezar), como Madre Tereza, Irmã Dulce, Chico Xavier e muitos outros que, assim como os milhares de anônimos que praticam a caridade, carecem de serem lembrados pelas futuras gerações.

Mas devemos lembrar que não é papel do PRESIDENTE Obama lembrar de Jesus no site da Casa Branca ou em seu discurso para o POVO. Afinal, como ele disse e reiterou no discurso de posse, esse um governo para todos, e os EUA são um pequeno mundo em si mesmo. Esse papel cabe às intituições religiosas, que são muitas, no mundo todo. E que ganham muito dinheiro pra isso. E uma em particular, com sua influência, poderia dar tanta visibilidade a essa mensagem como Obama fez com Luther King, também usando sua figura de Chefe de Estado para SERVIR, nem que seja por um dia. Quem não iria querer botar na capa do jornal o Papa arregaçando as mangas pra pintar uma parede de escola sem suas indumentárias?? É um factóide, não deixa de ser, metade do mundo iria criticar que é um ato demagógico, mas iria ficar eternizado como um GESTO de solidariedade, que influenciaria milhares ou bilhões de pessoas pelo globo, o que é muito mais efetivo do que vender todas as riquezas do Vaticano e doar pros pobres (um benefício pontual, temporário e ineficaz). O Papa João Paulo II, ao doar seu anel papal - cujo valor é mais histórico do que monetário - para o pároco da favela do Vidigal, não acabou com a pobreza no lugar, assim como Jesus não acabou com os famintos da palestina entupindo eles de pão, mas o gesto de ambos permaneceu como mito, granjeando respeito e inspirando pessoas.

Uma pena que as Igrejas gastem tanto Verbo e mídia pra valorizar o dízimo, para serem SERVIDAS, mais do que pra SERVIR. Definitivamente não ajudam a manter vivas as palavras de Jesus, que não tinha nenhuma propriedade onde reclinar a cabeça, mas ainda assim SERVIA. Periga que, devido à incompetência das Igrejas na gestão do verdadeiro legado de Jesus, e ao modismo que os EUA lança no mundo todo, Luther King se torne o símbolo mundial que Jesus devia ser.


Curai os enfermos, ressuscitai os mortos, limpai os leprosos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai. Não vos provereis de ouro, nem de prata, nem de cobre, em vossos cintos; nem de alforje para o caminho, nem de duas túnicas, nem de alparcas, nem de bordão; porque digno é o trabalhador do seu alimento
(Mat 10:5-10)


 
Cristianismo, Pensamentos, Política - publicado às 2:02 PM 47 comentários
MEDICINA E ESPIRITUALIDADE
seg, 19 de janeiro, 2009
 


Médicos e hospitais começam a adotar a espiritualidade e a esperança como recursos para o combate de doenças

Por Adriana Prado e Greice Rodrigues (Colaborou Cilene Pereira)

Há uma revolução em curso na medicina que mudará para sempre a forma de tratar o paciente. Médicos e instituições hospitalares do mundo todo começam a incluir nas suas rotinas de maneira sistemática e definitiva a prática de estimular nos pacientes o fortalecimento da esperança, do otimismo, do bom humor e da espiritualidade. O objetivo é simples: despertar ou fortificar nos indivíduos condições emocionais positivas, já abalizadas pela ciência como recursos eficazes no combate a doenças. Esses elementos funcionariam, na verdade, como remédios para a alma – mas com repercussões benéficas para o corpo.

A adoção desta postura teve origem primeiro na constatação empírica de que atitudes mais positivas traziam benefício aos pacientes. Isso começou a ser observado principalmente em centros de tratamento de doenças graves como câncer e males que exigem do indivíduo uma força monumental. No dia-a-dia, os médicos percebiam que os doentes apoiados em algum tipo de fé e que mantinham a esperança na recuperação de fato apresentavam melhores prognósticos. A partir daí, pesquisadores ligados principalmente a essas instituições iniciaram estudos sobre o tema.

Hoje há dezenas deles. Um exemplo é um trabalho publicado na edição deste mês da revista científica BMC Câncer sugerindo que o otimismo é um fator de proteção contra o câncer de mama. "Verificamos que mulheres expostas a eventos negativos têm mais risco de contrair a doença do que aquelas que apresentam maiores sentimentos de felicidade e positivismo", explicou Ronit Peled, da Universidade de Neguev, de Israel, autor da pesquisa. Uma pesquisa divulgada na revista Annals of Family Medicine revelou que homens otimistas em relação à própria saúde de alguma forma ficaram mais protegidos de doenças cardiovasculares. Os cientistas acompanharam 2,8 mil voluntários durante 15 anos. Eles constataram que a incidência de morte por infarto ou acidente vascular cerebral foi três vezes menor entre aqueles que no início estavam mais confiantes em manter uma boa condição física. Provas dos efeitos da adoção da espiritualidade na melhora da saúde também começaram a surgir. Nos estudos sobre o tema, a prática aparece associada à redução da ansiedade, da depressão e à diminuição da dor, entre outras repercussões.


Continuar a leitura

 
Ciência - publicado às 9:41 PM 17 comentários
UFO NO REINO UNIDO
sex, 16 de janeiro, 2009
 


Estamos em meio a uma onda de avistamentos de UFOs em todo o Reino Unido. Tudo começou no dia 04 de janeiro de 2009, quando uma lâmina gigante de uma turbina eólica foi aparentemente dilacerada por uma aeronave misteriosa em Lincolnshire, no leste da Inglaterra.

No incidente, ocorrido durante a madrugada, a turbina eólica perdeu uma pá de 20 metros e teve outra parcialmente destruída (inclusive uma das pás ficou "dentada"). O conselheiro municipal Robert Palmer disse ter visto "uma luz circular, branca, que parecia estar pairando" sobre o local. "É a única maneira que tenho como explicar o que vi", disse Palmer. "Não era como uma chama, era simplesmente uma luz redonda, branca, com uma borda fina e vermelha que parecia estar sobre as turbinas".

A turbina atingida está em um parque eólico na cidade de Conisholme, que tem 20 turbinas e opera com capacidade total desde abril de 2008.

Segundo a empresa Ecotricity, proprietária do parque eólico, o episódio está sendo investigado, a pá danificada está sendo analisada e nada está descartado por enquanto. A empresa afirmou que a extensão dos danos na turbina foi "fora do comum". "Nós não temos uma explicação no momento sobre a causa (do incidente)", disse o fundador da Ecotricity, Dale Vince. "Até que tenhamos alguma idéia, alguma explicação plausível de que não foi um OVNI, eu não acho que essa hipótese deva ser descartada", afirmou Vince. "É muito difícil derrubar ou entortar uma dessas turbinas", acrescentou. Segundo Vince, a empresa espera que a turbina esteja pronta para ser utilizada novamente dentro de uma semana.

O ufólogo Russ Kellett disse ter recebido mais de 30 telefonemas e e-mails de testemunhas que afirmaram ter visto atividade de OVNIs na região. "Uma disse ter visto o que, inicialmente, pensou ser uma aeronave voando baixo na noite de sábado", disse Kellett. "Outra ouviu o som de uma pancada forte nas primeiras horas de domingo".

Um dia antes a senhora Lesley Whittingham fotografou uma luz alaranjada no céu, em Alkborough.


No entanto, alguns especialistas sugerem uma explicação mais terrena para o episódio. Segundo o especialista em design e fabricação de pás para turbinas eólicas Peter Schubel, da Universidade de Nottingham, caso a pá estivesse parada, seria necessário um impacto com a força equivalente a 10 toneladas para causar o tipo de estrago verificado. No entanto, de acordo com Schubel, se a pá estivesse em movimento, ou tivesse sido atingida por um objeto em movimento, a força necessária para causar o dano seria bem menor. "Com certeza não foi um pássaro", disse Schubel. "A pá pode ter sido atingida por gelo jogado de uma turbina vizinha". Entretanto, essa hipótese (entre outras) foi descartada pela empresa Ecotricity.

O Ministério da Defesa britânico disse que não está investigando o episódio. "O Ministério da Defesa examina (esse tipo de) relatos somente quando é o caso de estabelecer se o espaço aéreo britânico pode ter sido violado por atividade militar hostil ou não-autorizada", disse um porta-voz. "A não ser que haja evidência de uma ameaça em potencial, não há qualquer esforço para identificar a natureza de cada atividade dessas relatada", afirmou.

Mas, a julgar por um vídeo escocês que apareceu recentemente na STV, pode ser que a hipótese UFO ganhe força:

Exatamente no mesmo dia, às 20:00h, em Banknock, na Escócia, Neil Hewitt filmou uma luz aparentemente oval. "Eu fui no meu sótão para fumar um cigarro. Olhei para fora da clarabóia e vi o que eu pensava ser uma estrela brilhante, mas era muito brilhante e alaranjada. Então vi outra. Eu pensei que eram aviões, mas não tinham luzes de navegação. Então eu vi uma outra no horizonte, crescendo nesse sentido, foi quando eu percebi que estava olhando para algo muito raro. Eu comecei a gritar para minha esposa, 'traz a câmera, me traz a câmera'. Nessa altura, os outros dois haviam desaparecido. Eu peguei a câmera e coloquei na clarabóia é o que você vê no vídeo".

Em Shetland, também na Escócia, um cameraman da STV relatou exatamente o mesmo tipo de luz no dia de Ano Novo, em Lerwick. Mas, para sua eterna vergonha, ele não tinha a sua câmera na hora.

Outros ainda, provavelmente influenciados por animes hentai, viram bolas de luz com tentáculos nas proximidades do parque eólico. No final das contas, só teremos algo de concreto quando vir à tona o resultado da perícia.


 
Ufologia - publicado às 1:33 AM 74 comentários
TERCEIRA VIA
qua, 14 de janeiro, 2009
 


Há tanta gente que não tem religião mas tem compaixão, afetividade, consciência dos direitos dos outros. Por isso defendo uma terceira via de espiritualidade, através da educação; não pela meditação, nem pela oração, mas através da consciência
(Dalai Lama)

Talvez este seja o futuro das religiões: pegar o que elas têm de comum e essencial, e aplicar no dia-a-dia. É tão simples, mas ao mesmo tempo tão difícil de pôr em prática. Nesta entrevista o Dalai Fan... digo, Lama falou algo fantástico, que é saber separar o agente da ação. Ações nocivas, como a que Israel e os militantes do Hamas estão fazendo, merecem o repúdio internacional, mas que não podem nem devem ser extendidas a judeus, palestinos ou árabes em geral. O que temos aqui são pessoas na cadeia de comando errando e dando origens a outros erros que, num ciclo, transformam o certo no errado e o errado no certo. E tudo isso envolvendo gente que não nasceu pra odiar ou se matar em martírio, porque Jeová ou Allah nos fez para VIVER, nos fez para AMAR. Por isso nascemos tão frágeis, porque é da nossa natureza ser amado por nossos semelhantes, ter o abrigo e carinho de outros seres humanos. Se o normal fosse a lei do cada um por si, já nasceríamos com carapaça, espinhos ou venenos poderosos (vejam a cobra e o jacaré, por exemplo)!

Enquanto falamos, o pau come solto na Faixa de Gaza, com cobertura internacional, e à ONU só resta espernear, bater o pé e rezar pra Israel parar com a matança indiscriminada. De alguma forma o mundo político e diplomático finge que ignora o fato de que Israel ocupa territórios palestinos e sufoca parte da população palestina numa faixa superpopulosa, sem empregos e sem perspectiva de vida. Assim como ignora o fato de que o Tibet era um país independente que foi anexado à força pela China, e cuja população está sendo massacrada lentamente, seja na cultura, seja na etnia, seja por balas e torturas. Enquanto o líder palestino incentiva que se leve morte e destruição ao vizinho, com a bênção Divina, o líder tibetano pede a compreensão para com seu povo, a justiça, um apelo à razão e a esperança de um acordo com o invasor. Duas formas diferentes de lidar com a religiosidade. É vergonhoso que o primeiro método consiga mais atenção dos negociadores, enquanto o Dalai Lama é solenemente ignorado pela maioria dos Chefes de Estado (inclusive o Lula), que temem desagradar a China. Espero que o método da paz possa um dia vencer, mas, enquanto não houver homens com mais religiosidade e menos religião (pois acredito que esses políticos todos já têm sua religião, como Bush) minha esperança é mínima para um mundo politicamente civilizado.

Quando uma centésima parte do Cristianismo de nossos lábios conseguir expressar-se em nossos atos de cada dia, a Terra será plenamente liberta de todo mal
(Chico Xavier)

Não é verdadeiro crente aquele que não deseja ao próximo o mesmo que deseja a si mesmo
(Muhammad)


Ler em italiano (por Fernanda Meconi)


 
Budismo, Geral, Internacional - publicado às 6:32 PM 67 comentários
EXPERIÊNCIA DE QUASE MORTE
ter, 13 de janeiro, 2009
 


Numa parada cardíaca, monitorando o cérebro, verá que a atividade deste cessa em até 8 seg, e se desativa. A neurociência nos mostra que não há experiência sem função cerebral. Então, quando o cérebro para, toda a experiência cessa. Se por algum motivo não cessar, podemos afirmar que a mente e o cérebro não são a mesma coisa
(Dr Peter Ferwick; neurologista e neuropsiquiatra)

O texto deste post foi retirado deste fórum, transcrito a partir de um documentário do Discovery Channel:

O Dr. Michael Sabom, cardiologista de Atlanta, Georgia, afirma que, "se fosse possível fazer uma experiência de laboratório em que se pudesse levar alguém ao limiar da morte, ou até mesmo a morte, e trazer essa pessoa de volta e perguntar do que se lembra, o caso de Pam Heynolds seria o mais próximo dessa experiência". Pam Reynolds tinha um grande aneurisma cerebral, na base do crânio. O 1º neurologista não lhe deu esperança. Já o Dr. Robert Spetzler, neurocirurgião, contrariando os prognósticos, resolveu assumir o caso.
Ele descreve a cirurgia como muito delicada, pois:
1) A temperatura corporal do paciente seria reduzida, ficando entre 10º e 15º C.
2) O coração e respiração parariam.
3) A função cerebral cessaria (em até 8 seg. após a parada cardíaca), e todo o sangue seria retirado da cabeça.

A paciente tinha de estar clinicamente morta durante toda a cirurgia, sem qualquer atividade neural ou metabólica, inclusive. Antes desse "trauma", o paciente é anestesiado, suas vistas são cobertas, dispositivos são colocados no seu ouvido para monitorar o cérebro. O paciente é completamente coberto, exceto o crânio, área de intervenção.

Hoje a Sra Reynolds afirma recordar-se da preparação antes de entrar na sala. A próxima recordação dela é de um som gutural, como uma broca (sala de dentista) e sentir o topo da cabeça formigando. Há aqui os costumeiros relatos de "efeitos especiais", como luzes, sensação de leveza, paz, etc.

A coisa fica interessante quando ela descreve os instrumentos, bastante incomuns e específicos, usados pela equipe cirúrgica em sua operação. Ela presumira que abririam seu crânio com "uma serra", mas descreve, espantadamente, que usaram algo similar a uma furadeira, descrevendo ainda as brocas e caixa de ferramentas onde estas estavam guardadas. A pesquisa viria a confirmar que se tratava de uma mini-serra circular (segundo o relato oficial da cirurgia), de estética similar a uma furadeira. Relata ainda que uma das médicas falou que suas artérias (a da paciente) eram muito pequenas. "Parecia que eles estavam mexendo muito embaixo (virilha). Eu lembro de pensar: o que estão fazendo? É uma cirurgia no cérebro. Eles iam retirar o sangue das artérias femorais. Não entendi isso". Também relata a conversa entre os cirurgiões que iriam ligá-la à máquina "coração-pulmão", dentre outras, com precisão.

O Dr. Michael confrontou o relato da Sra Reynolds com o relatório oficial da cirurgia, correspondendo perfeitamente com o que ocorreu na realidade. Detalhe: existiam instrumentos que até o Dr. Michael desconhecia, por serem por demais específicos, descritos pela paciente. Um instrumento, que ela descreveu como uma "escova elétrica", ele achou ridículo. Pediu uma foto para ver o instrumento e, espantado, percebeu que parecia mesmo com uma escova elétrica (o médico, Dr. Michael, não conhecia dada a natureza nada comum do objeto).

O Dr. Spetzler não acha possível que ela tenha visto os instrumentos cirúrgicos na sala de cirurgia: "A broca, por exemplo, estava guardada. Estava tudo coberto dentro das embalagens. Só abrimos as embalagens com o paciente dormindo para manter o ambiente estéril". Sobre que foi ouvido, ele afirma: "Nesse estado da operação ninguém pode ver ou ouvir coisa alguma. E me parece inconcebível que ela tenha ouvido. Fora isso, havia dispositivos em seus ouvidos. Seria impossível ela ouvir". Ele ainda conclui: "Não tenho explicação para o que aconteceu. Não sei como aconteceu, considerando o estado fisiológico dela. Mas, já vi tantas coisas que não posso explicar que não sou arrogante a ponto de dizer que não pode ter acontecido".

Um outro caso, relatado pelo documentário "One Step Beyond", também do Discovery Channel (cujo trecho pode ser visto aqui, em inglês), envolve uma mulher cega (Vicky Noratuck) que se viu, pela primeira vez, numa mesa de operação... onde ela esteve clinicamente morta (e ela estava flutuando no teto e se reconheceu pelo anel de casamento).


Ler em espanhol (por Teresa)


Referência: Near-death experience in survivors of cardiac arrest: a prospective study in the Netherlands;
Vídeo: 48 Hours with Dan Rather, NDE Special (1997), Topic: "To Hell and Back" , "The Medium and The Message" with James von Prague; "Life After Death", the Pam Reynolds near-death story with Michael Sabom (wmv file 42 min. 151 meg)
Vídeo: TLC "Life and Death" (Part 1), (1997), "The Near-Death Experience", with Pam Reynolds, Michael Sabom. "Dreams of Dying" (wmv file 42 min. 167 meg)
Vídeo: TLC "Life and Death" (Part 2), (1997), "Visions of Heaven", "Visions of Hell". (wmv file 43 min. 167 meg)


 
Ciência, Internacional, Metafísica - publicado às 2:49 AM 78 comentários
ANÁLISE DAS RELIGIÕES
seg, 5 de janeiro, 2009
 


Ainda baseado no excelente trabalho de pesquisa de Paulo Dalgalarrondo em seu livro Religião, psicopatologia e saúde mental, continuarei colocando alguns trechos e misturando com meus comentários, desta vez numa análise histórica do pensamento humano acerca das religiões, através dos séculos:

Na Grécia antiga, Xenófanes (570-460 a.C.) foi um dos primeiros a formular uma análise crítica da religião, questionando a Divindade e o que dela se pode saber. Ele não afirma a inexistência dela, ao contrário, sugere que ela existe, mas é inalcançável pela mente humana. Para ele, o que os homens fazem nas suas religiões é nada mais do que projetar nos deuses suas vãs opiniões. Pode parecer um pensamento óbvio hoje, não para a época (basta ver os deuses grego-romanos e seus defeitos), mas, mesmo tendo em vista as religiões de hoje - que colocam Deus acima das concepções humanas - algumas doutrinas ainda carregam consigo traços dessa concepção antropormofizada de Deus, seja em adesivos de carro ("Deus é fiel") ou em passagens do Velho Testamento.

Entre os romanos, historiadores apontaram a relação entre crença religiosa e alienação, sobretudo política. Políbio (séc II a.C.) afirmava que, sendo as massas populares instáveis, cheias de paixões e ira irracional, devem ser contidas pelo medo do invisível, pelo temor aos deuses que os líderes políticos conseguem engendrar. Tito Lívio (59-19 a.C.), ao comentar sobre o organizador da religião romana (Numa), afirma que este sabia que "a melhor maneira de controlar um povo ignorante e simples é enchê-lo de medo dos deuses".

Vamos agora ao séc 19, onde analisaremos as religiões modernas.

Ludwig Feuerbach (1804-1872), ao analisar a religião cristã, trabalha com a noção de que Deus seria o interior do homem projetado para o exterior. Nesse processo de projeção do homem em Deus reside, para Feuerbach, uma alienação fundamental, pois, embora a religião seja a relação do homem consigo mesmo, ela é experienciada como uma relação do homem com outra coisa, externa a ele. Sua essência torna-se outro ser. A alienação será faltal, pois "para enriquecer Deus, o homem deve empobrecer-se; para que Deus seja tudo, o homem deve ser nada". Para Feuerbach, este seria o pecado fatal da religião cristã (e possivelmente de toda religião). O que é interessante notar é que, dentro do Novo Testamento, mais especificamente nas parábolas de Jesus, vemos o movimento de trazer Deus (ou o Divino) para dentro das relações sociais (Sermão da Montanha, parábola do bom samaritano, etc). Aliás, isso foi insistentemente colocado por Jesus, então não se pode dizer que é um pecado da doutrina cristã, mas talvez das religiões cristãs que se apossam da mensagem e a distorcem, especialmente inculcar culpa, medo e inferioridade, e assim conseguir controlar os fiéis.

Com base nisso Karl Marx (1818-1883) conclui que foi o "homem quem fez a religião, não foi a religião (ou Deus) que fez o homem", e desdenha a religião como "o ópio do povo".


Continuar a leitura

 
5 estrelas, Filosofia, Internacional, Psicologia - publicado às 8:41 PM 314 comentários
HOMEM CEGO ATRAVESSA LABIRINTO
qui, 1 de janeiro, 2009
 


O estudo sugere a existência de recursos subconsciente que podem ajudar as pessoas. Cientistas descobriram que uma pessoa cega é capaz de se orientar em um labirinto sem ajuda usando apenas o poder de um "sexto sentido".


Em um estudo conduzido pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, e publicado na revista especializada Current Biology, os cientistas observaram um homem cego que conseguiu passar por um labirinto com obstáculos sem a ajuda de uma bengala ou de qualquer pessoa. O homem, identificado apenas como TN, usou sua intuição para andar em um corredor com cadeiras e caixas, sem esbarrar em nenhuma delas, usando mecanismos "escondidos" do cérebro. O estudo sugere a existência de recursos subconscientes no cérebro que podem ajudar na realização de tarefas que acreditamos não ser possíveis.

TN ficou cego por causa de lesões sofridas no córtex visual nos dois hemisférios do cérebro, após uma série de derrames. Seus olhos são normais, mas seu cérebro não consegue processar a informação enviada por eles, tornando-o cego. O paciente, no entanto, já era conhecido por ter o que é chamado de "visão cega" - a habilidade de detectar coisas em um ambiente mesmo sem estar ciente de que consegue vê-las. Ele responde, por exemplo, às expressões faciais de outras pessoas, mas anda com a ajuda de uma bengala para identificar obstáculos e pede ajuda a outras pessoas quando está dentro de edifícios.

Uma gravação em vídeo mostra TN completando o "circuito de obstáculos" montado pelos cientistas "sem cometer falhas", e sem a ajuda de uma bengala ou de outra pessoa. A pesquisadora-chefe do estudo, Beatrice de Gelder, da Tilburg University, na Holanda, e da Escola de Medicina de Harvard, nos Estados Unidos, disse que TN "não estava ciente de que estava fazendo nada excepcional" e acreditava que tinha apenas andado em linha reta por um longo corredor. Essa é uma mensagem importante particularmente para aqueles com lesões no cérebro, disse ela. "Você pode perder toda a sua visão cortical, mas ainda manter alguma capacidade de se mover dentro e fora sem se prejudicar", disse ela à BBC. "Isso mostra a importância desses antigos caminhos visuais que evoluíram. Eles contribuem mais do que pensamos para que a gente funcione no mundo real."

A pesquisa foi realizada em parceria com pesquisadores da Grã-Bretanha, Suíça e Itália.

Fonte: MSN Notícias


 
Ciência - publicado às 4:05 PM 27 comentários