Página principal

   
5 estrelas
Budismo
Ciência
Cinema
Cristianismo
Espiritismo
Filosofia
Geral
Hinduísmo
Holismo
Internacional
Judaísmo
Metafísica
Pensamentos
Política
Psicologia
Sufismo
Taoísmo
Ufologia
Videolog


Ver por mês


Últimos comentários

Retornar à página principal


UFO NO AEROPORTO (1)
qui, 31 de maio, 2007
 


Nunca mais tinha visto OVNI nenhum, nem mesmo no Janga, onde vou de vez em quando. Até que, hoje de madrugada, estava eu curtindo minha insônia, procurando o que fazer, quando me deparo com a lua, gloriosa, deixando o céu da madrugada com o tom azul que eu tanto admiro (e não por coincidência a cor predominante no blog). Pausa pra apreciar o céu, e quem sabe ver algum OVNI. Não precisei esperar mais do que um minuto. Por volta das 2:45 uma pequena luz piscando sem ritmo e descendo do céu lentamente na vertical me chamou a atenção. A princípio pensei ser um avião se dirigindo ao aeroporto (que fica a 1.3km de casa). Já confundi muitos deles com possíveis OVNIs, pois eles vêm de muito longe e alguns ficam exatamente de frente pra minha janela e só se vê um ponto branco no céu quase sem se mover (já que eles não estão se movendo lateralmente). Só que aí então eles rumam SEMPRE pra direita (de quem olha) pra poder pousar. Então continuei olhando. A dúvida se desfez quando, após 5 minutos, a luz não tinha crescido - nem tinha se deslocado para os lados, o que significa que não estava nem vindo em minha direção nem indo para os lados - e em alguns momentos pareceu parar no ar. Ela piscava em tons fortes de vermelho e branco, intercalados com tons bem fracos. Lembrava de fato um avião, mas nesse momento, por coincidência, passou um avião beeeem alto indo na direção desse objeto (só que muito mais alto) e pude ver claramente como é um avião visto de longe. Foi aí então que o céu começou a nublar no lado esquerdo, vinha uma massa de nuvens saídas não sei de onde (o céu estava lindamente aberto pouco antes) e, em vez da luz pegar à direita, como fazem os aviões (seguindo o corredor aéreo, e ainda mais porque aproveitava que o lado direito estava sem nuvens e poderia pousar tranquilamente), ela rumou diretamente para a massa compacta de nuvens.

Em 5 minutos o céu estava tomado por nuvens baixas. Caíram umas gotas de chuva e só. Durante mais de 20 minutos nada decolou ou pousou, até que um avião aproveitou uma pequena brecha nas nuvens e decolou (ou seja, tinha alguém na Torre muito atento a tudo que se passava no céu).

Fico pensando: o aeroporto tem um radar local que pega tudo que tem ao redor. Tenho quase certeza de que captaram esse objeto. Por que nenhum controlador de vôo abre o jogo (anonimamente, claro) e relata esses casos, a intensidade das ocorrências, e tal? Será que esses pontos não aparecem no radar? Mas mesmo no visual era evidente (especialmente pra eles, que sabem de todos os vôos) que não era um avião...

Não é pouco usual que UFOs apareçam próximos a aeroportos. Isso quando não ficam pairando sobre a torre de controle, como aconteceu esse ano em Porto Rico, China e, no caso mais bem documentado desse ano, no aeroporto de Chicago (veja reportagem aqui)


 
Ufologia - publicado às 7:48 PM 37 comentários
EIS O MESSIAS!
 


O Saindo da Matrix tem o orgulho de apresentar a culminância do seu trabalho de longos anos. Desde 2003 este blog foi para mim um hobby, uma maneira de me expressar e buscar conhecimento, mas todo o esoterismo contido aqui foi apenas uma pálida preparação para a tarefa da minha vida. Assim como João Batista no deserto, eu preguei durante esses anos e amealhei muitos admiradores e desafetos. Assim, selecionei as pessoas certas para receber o Messias em toda a sua glória!

Sim! Ele veio, mas muitos não o reconheceram! De forma humilde, ele voltou e se apresentou não aos sábios e religiosos, mas primeiro às crianças ("porque de tais é o reino dos céus") de todo o mundo, pois, "como o relâmpago sai do oriente e se mostra até o ocidente", assim foi a vinda do Messias! Sem distinção de cor, país ou credo, o Messias está presente de alguma forma na vida de todas elas! E aqueles que cresceram com sua abençoada presença guardam o Messias em seu coração até hoje, são adultos com alma de criança.

Como ele próprio havia dito, o Messias não é localizável. Não está aqui, ou ali. Não pode ser apontado, contido. Mas o veículo pelo qual sua mensagem chega até nós, esse sim pode ser descrito, e tanto pode ocupar o espaço de uma mala, quanto caber na palma da mão.

Todo o trabalho de desconstrução religiosa, dogmática, visava este momento, buscando despir do preconceito que cega e engessa. E eu, que tive a bênção de poder reconhecer o Messias e crescer com ele, hoje lhes apresento em um projeto que iniciei ontem. A primeira parte de uma ciclópica tarefa que visa educar a humanidade para que reconheçam o Messias nas músicas de videogames!!

Isso mesmo, meus irmãos! Esqueçam o catolicismo. O budismo, o judaísmo. Todos eles prometeram a volta do Messias mas não souberam reconhecê-lo. A Nintendo, a Sega e a Sony, essas sim nos deram os meios para o seu sagrado retorno! Yuzo Koshiro é meu pastor e nada me faltará! Mas poderia ser a Yoko Shimomura. Ou o Rob Hubbard. Tanto faz! Deus não está nos meios, nas ferramentas, e sim na essência, e essa essência é a MÚSICA! Sim, Nietzsche estava certo quando disse não acreditar num Deus que não saiba dançar. Até mesmo Deus, quando concebido e limitado em nosso pensamento, deve se render à magia etérea da música. Indefinível, a música não é o ar que vibra. Não é o som que chega aos nossos ouvidos. É composta de pura vibração e, mesmo sem nunca ter sido tocada ou percebida por ouvidos humanos, ela existe!

E por que de videogames? O que torna este meio de expressão tão singular que mereça ser o veículo de comunicação do Messias?! Afinal, essa música não é um simulacro, uma reprodução por vezes tosca da música "real"? Mas, afinal, não é a "realidade" um simulacro de algo que só podemos alcançar com a intuição? É exatamente esta característica, essa limitação, que torna as músicas de videogames tão fascinantes. Por ela estar abaixo dos padrões musicais aos quais estamos acostumados, naturalmente intuímos e completamos os sons. Quem já não se pegou cantalorando uma música com mais instrumentos do que ela realmente tem? Nossa mente é impulsionada a dar um salto maior em direção ao desconhecido, em direção às raízes da composição, seja no estilo clássico, pop, rock ou celta. E os videogames são o mais perfeito veículo para o amálgama de culturas que compõe nosso globo, pois, ao contrário das limitações culturais que temos em cada país, com certos tipos de músicas para certos tipos de gostos e povos, nos games não há limites para a imaginação.

Na série de artigos A HISTÓRIA DA GAMEMUSIC, no Meu Outro blog, veremos a evolução desta arte e de onde surgiram suas influências, neste que será um passeio pela música mundial, e quiçá, de outros mundos.


 
Geral - publicado às 2:50 PM 27 comentários
SÃO FRANCISCO DE ASSIS
ter, 29 de maio, 2007
 


São Francisco nasceu em 1182 em Assis, Itália. Filho de um comerciante rico, ele teve tempo e dinheiro para gastar com leituras e hospedar banquetes para os jovem nobres, que o proclamaram "O Rei de Banquetes". Jovem e bonito, ansiou por uma vida de aventuras como cavaleiro. Assim, aos 20 anos entrou na guerra entre Assis e Perugia. Ao partir, jurou voltar consagrado cavaleiro. Foi ferido e feito prisioneiro. Passou um ano em um calabouço, onde contraiu malária. Resgatado por seu pai, voltou a Assis mais reflexivo. Ainda assim, o desejo de lutar pela "justiça" através das armas não o abandonou. Quando soube das vitórias militares do Conde Walter de Brienne voltou a querer ser um cavaleiro. A caminho de juntar-se a Brienne, Francisco parou em Spoleto e ouviu as notícias da morte de seu futuro ex-líder. Tomado pela depressão, sua malária retornou.

Uma noite, uma voz misteriosa perguntou a ele: "Quem você pensa que pode melhor recompensar você, o Mestre ou o empregado?" Francisco Respondeu, "O Mestre." A voz continuou, "Então por que você deixa o Mestre pelo empregado?" Francisco percebeu que o empregado era o Conde Walter. Ele deixou Spoleto seguro de que Deus havia falado com ele. Durante os próximos dois anos Francisco sentiu uma força interna que o estava preparando para uma mudança. A visão de leprosos causava uma convulsão na alma sensível de Francisco. Um dia, enquanto montava seu cavalo, ele encontrou um leproso. Seu primeiro impulso era o de lançar uma moeda e esporear seu cavalo pra sair dali o mais rápido possível. Ao invés disso, Francisco desmontou, abraçou e beijou o leproso, dando-lhe uma bolsa de moedas. Muito depois, em seu leito morte, ele recordou o encontro como o momento de coroamento de sua conversão: "O que antes parecia amargo pra mim se converteu em doçura de alma e corpo".

Passou a evitar a vida de banquetes e esportes ao lado de suas companhias habituais, que, em tom de brincadeira, perguntavam se ele estava pensando em casar. Ele respondeu "sim, com a mais formosa dama que vocês já viram". Mais tarde saberíamos que ele se referia à Madonna Povertà - a Senhora Pobreza - como costumava dizer. Ele passou muito tempo em locais solitários, pedindo a Deus por Iluminação.

Após uma peregrinação à Roma, onde clamava pelos pobres nas portas das Igrejas, São Francisco volta a Assis e ora ante a imagem do Cristo Crucificado nas ruínas da Igreja de São Damião. No que pareceu-lhe ouvir claramente: "Francisco, Francisco, vai e repara minha casa, que, como podes ver, está em ruínas" Pensando tratar-se do velho templo onde se achava, agiu de pronto, vendendo o cavalo e os tecidos de seu pai, que tinha em mãos. Seu pai, indignado com o novo gênero de vida adotado por Francisco, após ameaças e castigos, queixou-se ao bispo Dom Guido III e, diante dele, pediu a Francisco que lhe devolvesse o dinheiro gasto. A resposta foi uma renúncia total à vultosa herança: tirou, ali mesmo na Igreja, as próprias vestes, e exclamou: "... doravante não direi mais pai Bernardone, mas Pai nosso que estás no céu..."

Ele se tornou um mendigo, e com o dinheiro dos viajantes ajudou a reconstruir mais três pequenas igrejas abandonadas: a de São Pedro, a de Porziuncola e a de Santa Maria dos Anjos, sua preferida (e lugar onde morreu).


Continuar a leitura

 
Cristianismo, Internacional, Sufismo - publicado às 3:42 PM 41 comentários
BRUXA CONDENADA NA 2ª GUERRA
qui, 17 de maio, 2007
 


Após mais de 60 anos, o caso de Helen Duncan - a última mulher na Inglaterra a ser presa por bruxaria - se recusa a morrer. Enquanto seus partidários buscam um perdão póstumo, surgiram evidências de que ela pode ter sido a vítima de um enredo envolvendo agentes de inteligência britânica, inclusive Ian Fleming, o criador de James Bond.

Nos anos 40, Duncan, uma dona de casa e mãe de seis, viajou o país participando de sessões espíritas para um público cansado da guerra que buscava freqüentemente notícias sobre os seus familiares. Como médium de materialização que era, ela entrava em transe e produzia ectoplasma, através do qual os espíritos assumiam características físicas para se comunicar com os vivos. Assim, Duncan construiu uma reputação como uma das maiores heroínas de espiritualismo.

Porém, durante uma parada em Portsmouth, em 19 de janeiro de 1944, Duncan, com 47 anos, causou uma grave infração aos serviços de segurança quando um marinheiro do navio HMS Barham apareceu formado em ectoplasma e saudou sua surpreendida mãe na platéia. Sua morte tinha sido mantida um segredo pelo Almirantado, que tinha tentado esconder notícias do navio afundando três meses antes. O temor de que Duncan tivera tido acesso a informações secretas alertaram os serviços de segurança, e ela foi acusada de infringir o "Ato de Bruxaria" de 1735, por "fazer aparecer o espíritos de pessoas mortas". Ela foi presa por nove meses.

Naquela época os militares estavam ansiosos por manter os planos da invasão Aliada na França ocupada (o famoso "Dia D"). Duncan e outros médiuns eram vistos como uma ameaça em potencial para a segurança. Pesquisando documentos no Arquivo Nacional, o premiado cineasta Robert Hartley explica que tudo aponta para uma conspiração do Estado, para fazer de Duncan um exemplo para qualquer outra quebra de segredos.

"Na época do Dia D as autoridades estavam paranóicas sobre vazamentos de segurança e Duncan estava em perigo de descobrir segredos militares durante seu transes", disse Hartley. "Helen Duncan estava dando informações muito precisas. Existiam outros médiuns pelo país dando notícias de soldados que morreram e alguma autoridade tomou isto seriamente, qualquer que fosse a fonte das informações. O Dia D estava chegando e era absolutamente essencial manter a surpresa Aliada."

Em seu novo livro, "Helen Duncan: The Mystery Show Trial", Hartley sugere que entre os responsáveis pela conspiração para condenar Duncan estava Ian Fleming, uma figura-chave nos serviços de inteligência naval. "Estou seguro de que a inteligência naval estava trabalhando com o MI5 (serviço de espionagem britânico), e quando eu comecei a olhar para esta conexão, o nome de Fleming apareceu envolvido com as pessoas envolvidas no caso", disse Hartley.

Mais de meio século mais tarde, o Caso Duncan permanece uma causa célebre, com mais de 30.000 sites detalhando sua história pelo mundo. O site oficial da Helen Duncan está levando adiante uma campanha mundial para pedir justiça e enviar uma petição para que o governo a perdoe postumamente, já que ela faleceu em 1956 e hoje é considerada uma mártir espiritualista.

Apesar da convicção popular, Helen Duncan não foi a última pessoa a ser processada na Inglaterra por bruxaria. Em setembro de 1944, depois da invasão do Dia D, Jane York, 72 anos, recebeu 7 acusações de "fingir conjurar os mortos". Pagou a soma de £5 e ficou por três anos em observação. A pena bem mais pesada para Duncan, meses antes, foi citada como evidência adicional de que Duncan estava sendo feita de exemplo. "Parece claro para mim que os serviços de segurança conspiraram para encarcerar Helen Duncan como parte da operação de segurança empreendida na época do Dia D", diz Hartley. "Era a visão do Almirantado de que ela posou um risco de segurança que precisada ser sanado".

"Eu aprecio que a conspiração foi empreendida com a intenção de proteger as vidas de membros das forças armadas aliadas, mas agora, depois de 60 anos, é hora de pôr as coisas nos eixos, caso contrário ele continua a enfraquecer os direitos pelo quais nossa nação estava lutando."

Fonte: The Guardian


 
Espiritismo - publicado às 4:29 PM 83 comentários
SOMOS PARTÍCULAS
seg, 14 de maio, 2007
 


CIÊNCIA:

O físico Luiz Alberto Oliveira falou ontem no "Fantástico" sobre a física que explica os atos humanos. Assim como as moléculas de gás, os seres humanos têm a tendência de minimizar o esforço. É esse princípio que leva as pessoas, quando estão em aglomerações, a formarem filas automaticamente, para reduzirem os choques. Essa é uma das analogias que podem ser feitas entre o mundo descrito pela física e o nosso dia-a-dia.

Luiz Alberto Oliveira lembra que os seres humanos são indivíduos, mas, ao mesmo tempo, elementos de massa. E o comportamento coletivo, não importa se entre moléculas de água ou pessoas, tem pontos em comum.
- Num certo sentido, continuamos sendo partículas - diz o físico. - Hoje, há uma série de analogias que se pode fazer entre sistemas físicos e comportamentos biológicos, humanos. Então, há um certo tipo de relação que é válida, tanto quando se fala de partículas, de moléculas, como de formigas, abelhas ou mesmo pessoas. Se você tiver um número muito grande de componentes e houver um certo tipo de relação entre eles, então o mesmo tipo de comportamento ocorrerá.

Luiz Alberto contesta a tradição que costuma opor razão à intuição:
- Na verdade, a intuição é uma razão extremamente refinada.

O cientista inglês Philip Ball acha que o conhecimento de que partículas interagem como seres humanos pode ajudar a criar políticas para a sociedade. Ball diz que os seres humanos são programados para não baterem uns nos outros. Isso explica por que, numa calçada movimentada, por exemplo, as pessoas se organizam intuitivamente em diferentes fileiras.
- Ninguém usa a inteligência para fazer tal coisa - destaca. - Não é necessário ficar pensando sobre isso, esse comportamento surge sem programação prévia.
0 cientista inglês diz não haver uma lei física que possa reger nossa vontade.
- Acho que nosso comportamento individual não será determinado - diz. - Mas, quando estamos numa sociedade, quando estamos interagindo com os outros, nunca temos liberdade total para fazer o que nos dá na telha.

ESPIRITUALIDADE:

Omraam Mikhaël Aïvanhov (1900-1986) era búlgaro de nascimento, mas adotou, a partir de 1937, a França como seu lar. Era discípulo do mestre búlgaro Peter Deunov (1864-1944), que foi fundador da Fraternidade Branca Universal. Em 1943, fundou seu primeiro centro espiritual, na cidade de Sévres. A partir daí, começou a proferir palestras, que seus discípulos anotavam e gravavam para depois transcrever. O resultado desses ensinamentos orais está hoje registrado em mais de 60 livros, publicados em várias línguas.

Referência: Aïvanhov no IPPB


 
Ciência, Metafísica - publicado às 6:10 PM 38 comentários
VOCÊ É CATÓLICO?
sáb, 12 de maio, 2007
 


O jornal britânico The Times escreveu que "uma pesquisa recente no Brasil mostrou que 86% da população apóia o uso da camisinha e mais da metade discorda da posição da Igreja sobre o aborto". Ora, e eu que imaginava que, em pesquisa também recente, 64% dos brasileiros se declaravam Católicos.

Acho que está havendo, na cabeça do brasileiro, uma confusão do que seja "Católico". Vejamos:

A Igreja Católica tem esse nome porque todos os seus aderentes estão em comunhão com o Papa. De acordo com sua doutrina tradicional, o Papa, Bispo de Roma e Sucessor de S. Pedro, é o perpétuo e visível princípio e fundamento da unidade da Igreja Universal. É o vigário de Cristo, cabeça do colégio dos Bispos e pastor de toda a Igreja, sobre a qual, por instituição divina, tem poder, pleno, supremo, imediato e universal
(Wikipedia)

Ou seja, o Papa é o grande condutor da barca de São Pedro, é o líder, o guia, o Fuhrer (Na língua-mãe de nosso Papa). Ou seja, desde quando um Católico de m... que mal pisa na Igreja pode questionar a autoridade do Fuhrer Papa? Ah, que saudades do tempo em que ou você se submetia a autoridade Papal (ou do Fuhrer, tanto faz) ou tinha seus bens expropriados e era expulso do país (isso quando tinha sorte) ou, mais comumente, morto. Hoje em dia a pessoa pode escolher ou não ser Católico. E, mesmo escolhendo, ficam adaptando os dogmas ao seu bel prazer! Afinal, essas pessoas querem ver a Luz ou não?! O Papa se mata de trabalhar, dando discursos, viajando, procurando orientar as pessoas do SEU REBANHO VOLUNTÁRIO e elas teimam em querer pensar por conta própria! Acho que só mesmo a volta das fogueiras e da tortura nas masmorras pra dar algum resultado aqui no Brasil...

O Papa deve estar muito decepcionado com o Lula. Primeiro porque nosso presidente o recebe com um discurso meloso: "Nosso país o recebe de braços abertos, santo padre, porque muito espera de sua liderança espiritual e moral, imprescindível para que a humanidade enfrente e supere seus enormes desafios no alvorecer deste novo milênio." E, quando o Papa explicita seu plano de ação (ensino católico nas escolas, contra o aborto em todos os casos, contra a camisinha) Lula dá uma ré e diz que vai manter o Estado Laico, porque, como cidadão, é contra o aborto, mas como presidente não pode interferir. Na verdade, o Papa (ou o o Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Eusébio Scheid) adoraria pessoalmente excomungar o "sapo barbudo", mas isso pegaria muito mal politicamente e na imprensa, especialmente no papado do antigo guardião da "Congregação para a Doutrina da Fé do Vaticano", o novo nome do tribunal da "Santa" Inquisição.


    Aviso legal: Qualquer semelhança com personagens de ficção é mera coincidência
Nosso Papa é um combatente feroz da "ditadura do relativismo", a idéia de que as pessoas são completamente livres para moldar seu comportamento da maneira que quiserem e de que o certo e o errado são concepções só pessoais. Se a pessoa se diz católica, trate de rezar pela cartilha católica, oras! Tanto que o Papa manifestou apoio aos bispos mexicanos que anunciaram a excomunhão dos políticos pró-aborto e afirmou: "Nada de comunhão para os políticos que aprovam o aborto" ainda no avião que vinha para o Brasil. O porta-voz tratou de botar panos quentes na declaração e depois o Papa minimizou com algo do tipo: "Não vamos sair por aí excomungando pessoas, mas espero que elas saiam por conta própria". Mais claro que isso, impossível.

Falou também da "ferida do divórcio e das uniões livres". Pediu aos fiéis que fiquem atentos para o efeito desses "processos legislativos", em uma referência a países onde os parlamentos se inclinam a favor de liberalizar o aborto e as uniões entre pessoas de mesmo sexo.

Resumindo:

Se você faz sexo antes do casamento, não segue o catolicismo.
Se é homossexual, não segue o catolicismo.
Se está no segundo casamento (ou mais), não segue o catolicismo.
Se usa camisinha, ou outros métodos anticoncepcionais, mesmo no casamento, não segue o catolicismo.
Se você é a favor do aborto em casos de gravidez de risco, não segue o catolicismo.
Se é a favor de pesquisas usando células-tronco embrionárias, não segue o catolicismo.

Que tipo de católico é você?

Antes que você se desespere e cometa suicídio (o suicídio é condenado pelo catolicismo, mas você não liga mesmo pra isso, não é?) lembre-se que nosso Papa também falou que os cristãos não-católicos também pertencem, apesar de um modo imperfeito, ao Corpo Místico, visto que tornaram-se uma parte inseparável Dele através do Batismo. Viu? Nem tudo está perdido!

Ler em espanhol (por Teresa)


 
Cristianismo, Internacional - publicado às 3:44 PM 324 comentários
VISITA DO PAPA AO BRASIL (parte 2)
qui, 10 de maio, 2007
 


Nesta quinta-feira o Papa Bento 16 participou de um encontro ecumênico, reunindo o rabino Henry Sobel, da Congregação Israelita Paulista, Armando Hussein Saleh, da comunidade muçulmana, e Walter Altmann, da igreja luterana. No encontro de cerca de 15 minutos, realizado antes do almoço, o Papa e os religiosos ficaram de pé e trocaram saudações. Todos os presentes receberam uma medalha com a inscrição: "Benedictus XVI Pontifex Fodaximus".


Confiram a "amarração extra" na gravata do muçulmano (não é Photoshop). Quem tem, tem medo


Às 18:00, Bento 16 chegou ao estádio do Pacaembu, onde 40 mil pessoas estavam reunidas para o encontro do pontífice com os jovens católicos. Outras 10 mil pessoas acompanharam do lado externo do estádio, onde telões transmitiram o evento.


O Papa Bento 16 recebe uma calorosa acolhida do povo brasileiro e discursa para o público presente ao Pacaembu

 
Cristianismo - publicado às 5:58 PM 29 comentários
HUMILDE
 


Alguém houve na Terra que nascido na palha não desesperou da pobreza a que o mundo lhe relegara a existência, transformando o berço apagado em poema inesquecível.

Assinalado por uma estrela em sua primeira hora humana, nunca se lembrou disso em meio das criaturas.

Com a sabedoria dos anjos, falava a linguagem dos homens, entretendo-se à beira de um lago em desconforto, com as criancinhas desamparadas.

Trazendo os tesouros da imortalidade no espírito, vivia sem disputar uma pedra onde repousar a cabeça e dispondo da autoridade maior escolhia servir, ao invés de mandar, levantando os doentes e amparando aos aflitos.

Em permanente contato com o Céu, ninguém lhe ouviu qualquer palavra em torno dessa prerrogativa e podendo deslumbrar o cérebro de seu tempo, preferia buscar o coração dos simples para esculpir na alma do povo as virtudes do amor no apoio recíproco.

Esquecido, não se descurava do dever de auxiliar sempre; insultado, perdoava; traído, socorria aos verdugos, soerguendo-lhes o espírito através da própria humildade.

Golpeado em suas esperanças mais belas, desculpava sem condições a quantos lhe feriam a alma Angélica.

Amparando sem paga, ninguém lhe escutou a mais leve queixa contra os beneficiários sem memória a lhe zurzirem a vida e o nome com as farpas da ingratidão.

Vendido por um dos companheiros que mais amava, recebeu-lhe, sereno, o beijo suspeitoso.

Encarcerado e sentenciado, à morte sem culpa, não recorreu à justiça por amor àqueles que lhe escarravam na face, deixando-se sacrificar com o silêncio da paz e o verbo do perdão.

E ainda mesmo depois do túmulo, ei-lo que volta à Terra estendendo as mãos aos amigos que o mal segregara na deserção, reunindo-os de novo em seus braços de luz.

Esse alguém era humilde.

Esse alguém é Jesus.

Por Emmanuel & Francisco Cândido Xavier; "Abrigo"


 
Espiritismo - publicado às 12:22 AM 12 comentários
VISITA DO PAPA AO BRASIL (parte 1)
qua, 9 de maio, 2007
 


A nave do Papa Bento XVI acaba de chegar à Base Aérea de São Paulo, em Guarulhos (SP), às 16h, onde uma recepção de boas vindas composta por militares e autoridades brasileiras agitaram bandeiras do Brasil e do Vaticano. A chegada acontece com meia hora de antecedência em relação ao horário programado.





O Papa é recebido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pela primeira-dama, no hangar Carajá, do 4º ETA, sob forte esquema de segurança

Segundo a Folha de SP, a chegada do papa Bento 16 a São Paulo é marcada, nesta quarta-feira, pela queda acentuada de temperatura. Às 16h, os termômetros do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) marcavam 10,7ºC no mirante de Santana (zona norte) --a temperatura mais baixa registrada neste ano.


 
Cristianismo - publicado às 3:55 PM 41 comentários
É TERRORISMO CRITICAR O VATICANO
ter, 8 de maio, 2007
 


O Saindo da Matrix dá início a cobertura da visita do Papa Bento XVI ao Brasil. Sim, um blog que é referência no meio esotérico e religioso não poderia ficar de fora de um assunto de tamanha importância. Com o know-how obtido na cobertura da visita do Dalai Lama, esperamos ser a melhor e mais confiável fonte de informação da blogsfera brasileira! Começando com um babado quente, direto do Vaticano:

Por Vera Gonçalves de Araújo

Nos cursos das faculdades de jornalismo italianas, quando um estudante escreve um daqueles artigos quadradinhos, com adjetivos bem escolhidos e a preocupação evidente de não incomodar ninguém, os professores costumam liquidar a questão dizendo "parece escrito para o Osservatore Romano". O Osservatore Romano é o jornal oficial da Santa Sé, e seu estilo não é um exemplo de jornalismo arrojado e despojado. Qual não foi a surpresa de todos, na quarta-feira passada, ao descobrir que o Osservatore publicou um artigo violentíssimo contra um comediante da TV! A manchete e o texto do artigo chamam de terrorista o ator Andrea Rivera, 41 anos, apresentador do grande show de rock que todos os anos os sindicatos organizam na praça São João de Latrão, em Roma, no dia primeiro de maio.

Terrorista, porque ousou criticar o papa e a igreja diante de um público de 700 mil jovens reunidos para o show, transmitido ao vivo pela Rai. Rivera fez piada sobre a posição de Bento XVI a respeito do evolucionismo: "O papa nega o evolucionismo. Tem razão, em 2000 anos a igreja não evoluiu nada mesmo". E acrescentou: "Não posso tolerar que a igreja tenha recusado o funeral católico para Piergiorgio Welby" (poeta e pintor que pediu para morrer por eutanásia depois de doze anos de paralisia total devida à distrofia muscular). "Mas eles não negaram os funerais católicos a Pinochet, a Franco e a outros bandidos". A frase foi recebida pelo público com aplausos e gritos.

O artigo do Osservatore criticando Rivera foi tão violento e sectário, que o próprio diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé tentou acalmar os ânimos com uma entrevista em que diz que "é melhor que essa bobagem não se transforme numa tragédia". Em 24 horas, o "ato de terrorismo" virou "bobagem".

Todos os jornais italianos comentaram, com editoriais indignados ou com tons de turma do deixa-disso, o artigo do jornal vaticano. A frase "é terrorismo lançar ataques contra a Igreja" foi citada, segundo a tendência política do comentarista, para demonstrar o exagero vaticano ou a gravidade da piada de Rivera. Segundo o Osservatore, as palavras do humorista são um ataque covarde ao papa num momento particularmente delicado. E citam as várias pichações nos muros de Gênova contra o novo presidente da Conferência Episcopal Italiana, o arcebispo genovês Angelo Bagnasco, com ameaças de morte assinadas com a estrela de cinco pontas que é símbolo dos terroristas (estes sim, de verdade) das Brigadas Vermelhas. Dom Angelo recebeu também cartas com ameaças e balas de revólver.

O vilão da história não renega suas piadas antipapais. Pouco conhecido pelo público, ele fez pequeno sucesso num programa da Rai em que organiza entrevistas e trotes malucos tocando no interfone dos edifícios romanos. A pergunta clássica das entrevistas interfônicas é: "a senhora já votou?" - pergunta que geralmente provoca um susto no entrevistado, porque nos últimos anos na Itália votou-se até demais.

Nos próximos meses, vamos descobrir se a ira do Vaticano vai transformar o desconhecido Andrea Rivera numa vedete ou se ele será punido pela sua ousadia com o ostracismo televisivo. O primeiro caso já aconteceu com Roberto Benigni, que num esquete no festival de Sanremo de 1980 chamava João Paulo II de "Wojtilaccio", provocando reações escandalizadas da Igreja e da Democracia Cristã. O segundo caso - a cassação dos direitos televisivos - também virou prática freqüente, principalmente nos cinco anos de governo do mais perigoso contador de piadas da Itália, Silvio Berlusconi.

Em vista da visita do papa ao Brasil, é bom saber que o sense of humour do novo grupo dirigente da Santa Sé é muito, muito limitado.

Fonte: Terra


 
Cristianismo - publicado às 12:55 AM 15 comentários
THE SECRET (O SEGREDO)
seg, 7 de maio, 2007
 


Continuando a série de posts, que tratou de fluidos espirituais moldáveis pela mente e o efeito do pensamento sobre o organismo, era natural que eu chegasse ao tema do filme "The Secret".

Muita gente cobrou um post sobre esse filme e eu fiquei propositalmente mudo sobre ele. Na verdade o mutismo se devia ao choque que foi assisti-lo, em contraste com a reação entusiasmada do público. Isso porque a primeira metade do filme me fez ter vontade de vomitar. Como um filme que se propõe atingir um público espiritualista pode ser tão materialista?? Metade do filme parece um grande comercial do tipo 011-1406 (parodiado pelo Casseta e Planeta com as Organizações Tabajara) onde "depoimentos" nos informam como conseguir carro, sucesso, mulheres e dinheiro. Tudo de maneira fácil e milagrosa. Problema pra pagar suas contas? A secretária gostosa do trabalho não olha pra você? Seus problemas se acabaram!! Conheça O Segredo, utilizado até hoje pelos grandes gênios da humanidade! Se você não é um Einstein ou um Newton é porque não conhece O Segredo!

Disgusting... Triste como um filme, seguindo na esteira de sucesso de "Quem somos nós?" (que foi voltado pra um público mais consciente) perde uma grande oportunidade de ensinar ao público que o poder da mente pode (e deve) ser usado pra algo mais do que ter um carro ou TV de plasma...

Com o tempo, o choque inicial passou, e depois percebi que era uma grande jogada de marketing pra fisgar o "espectador Homer Simpson", maioria nos EUA (e no Brasil), ou seja, o filme é voltado pra um público muito mais amplo que o de "Quem somos nós?" ou daqueles que se interessariam por "Universo Elegante". A primeira metade é feita pra literalmente fisgar o "Homer" com o que ele mais dá valor e aí, depois de preso, vai ter de aturar toda a parte metafísica. Um passo de cada vez...


    Uma tarde na paradisíaca praia de Boa Viagem em boa companhia. Privilégio apenas de quem domina O Segredo
Na verdade não há "Segredo" algum no filme, nem uma conspiração dos grandes gênios pra manter você na ignorância enquanto eles ficam ricos e famosos. O que temos aqui é uma aplicação do Princípio do Mentalismo que, através do Princípio da Vibração "fixa" no espaço o que era apenas um devaneio, transformando-o em uma realidade paralela, criação do mundo mental (ainda assim material, embora em outro nível) e que, através do Princípio da Correspondência aumenta as chances de você vir a conseguir, através da tal "conspiração do Universo", o que você quer. Foi assim que eu consegui minha Ferrari, minha mansão e essa gatinha aí do lado. Agora que vocês sabem meu "Segredo", parem de ficar me invejando e tratem de pensar positivo!

A grande lição do filme é a mudança de pensamento nas coisas objetivas. Isso já é velho em neurolinguística, mas pro grande público isso é novidade: Nunca diga, por exemplo "Não vou ficar DOENTE", pois seu subconsciente vai interiorizar a palavra DOENTE e vai criar toda uma imagem disso. Pense positivo: "EU SOU saudável", mesmo que esteja numa cama de hospital moribundo. Bote o pensamento (a força mais poderosa e sub-utilizada do Universo) pra mandar na matéria. Não que você vai saltar da cama na mesma hora, mas, como vimos no post dos efeitos da fé no organismo, o pensamento positivo (ou "fé", como queiram) é uma realidade palpável na saúde. Troque o "Não vou discutir com ninguém" por "EU SOU calmo". O mesmo vale pra o material: Não pense "se eu fosse rico eu compraria uma Ferrari", mas sim "eu serei rico e comprarei uma Ferrari". Sentiu a diferença? Mas isso precisa ser pensado com uma certeza próxima da de um louco. O que me fez pensar agora: por que os loucos não conseguem o objetivo das loucuras e obsessões deles? Talvez falte uma atitude objetiva, uma postura EM DIREÇÃO ao objetivo. Não adianta nada cruzar os braços e esperar sentado. Mas, quando há determinação e fé cega, podem acontecer coisas bizarras como Hitler e fascinantes como o Imperador dos Estados Unidos.


 
Cinema, Holismo - publicado às 3:53 PM 62 comentários
OVINOLOGIA PORTUGUESA
 



Um alien do tipo "grey" infiltrado no seio da população lusitana

Reportagem realizada pelo Jornal Nacional da TVI sobre a Ovnilogia Portuguesa. O caso mais interessante é o da base militar onde os operadores de radar foram "colocados pra dormir" por algo gigantesco que foi captado na tela do radar.


 
Ufologia - publicado às 12:50 PM 14 comentários
EFEITOS DA ESPIRITUALIDADE NO ORGANISMO
sáb, 5 de maio, 2007
 


Por Mariana Bergel

Pesquisadores avaliam efeitos da espiritualidade sobre o organismo; segundo novo estudo, mais da metade dos médicos acreditam que fé influencia na saúde

Não importa qual é a crença nem se ela envolve um deus. O fato é que práticas como oração e meditação vêm se tornando, cada vez mais, alvo de estudo de pesquisadores da área da saúde, que investigam, em vários países, os efeitos da fé sobre o organismo humano.

"Antigamente, os médicos se lembravam da religião só quando o paciente parava de tomar um medicamento por causa dela. Hoje é comum perguntar sobre aspectos espirituais e religiosos para usá-los positivamente em um tratamento", analisa o psiquiatra Alexander Moreira Almeida, coordenador do Nupes (Núcleo de Espiritualidade e Saúde), da UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora), em Minas Gerais.

Segundo uma pesquisa recente realizada nos Estados Unidos, já são muitos os médicos que enxergam uma ligação entre fé e saúde. Mais da metade (56%) dos profissionais entrevistados disseram acreditar que a religião e a espiritualidade têm uma influência significativa na saúde dos pacientes. Publicado no último mês no "Jama" ("Journal of the American Medical Association"), o levantamento foi feito com 2.000 médicos de diferentes especialidades.

"O estudo sugere que grande parte dos médicos não encontra barreiras entre ciência e fé. A maioria dos profissionais americanos acredita que Deus intervém na saúde dos pacientes e, no entanto, continua a aplicar as últimas descobertas da ciência na sua prática", disse à Folha o autor do estudo, Farr Curlin, professor de medicina da Universidade de Chicago, nos Estados Unidos. Outro estudo recente, publicado neste ano na revista científica oficial da Academia Americana de Neurologia, sugere que níveis mais elevados de espiritualidade e de práticas religiosas individuais estão associados a uma progressão mais lenta da doença de Alzheimer.

Para Tim Daaleman, pesquisador da Universidade da Carolina do Norte (EUA) e autor de vários estudos sobre a relação entre espiritualidade e saúde, a consciência dos efeitos da fé nos procedimentos médicos tem aumentado nos Estados Unidos.

"Alguns prognósticos vêm projetando uma visão da saúde que será mais inclusiva do que nossa compreensão atual, uma perspectiva global que coloca fatores espirituais ao lado das causas físicas, psicológicas e sociais", afirma.


Continuar a leitura

 
Ciência - publicado às 12:11 PM 22 comentários
FLUIDOS ESPIRITUAIS
sex, 4 de maio, 2007
 


No livro "Iniciação ao Espiritismo", de Therezinha Oliveira, consta um ótimo texto sobre como se dá a ação do mundo espiritual sobre o nosso, através dos "fluidos". Resolvi então expadir e adaptar o texto à linguagem do blog, utilizando também parágrafos do cap. XIV do livro "A gênese", de Allan Kardec.


Um fluido é uma substância que se deforma continuamente quando submetida a uma tensão de cisalhamento, não importando o quão pequena possa ser essa tensão. Um subconjunto das fases da matéria, os fluidos incluem os líquidos, os gases, os plasmas e, de certa maneira, os sólidos plásticos. Os fluidos compartilham a propriedade de não resistir a deformação e apresentam a capacidade de fluir (também descrita como a habilidade de tomar a forma de seus recipientes)
(Wikipedia)


O estudioso do Espiritismo precisa lembrar constantemente o quão defasado está a doutrina nos conceitos científicos. Natural, posto que Kardec os estabeleceu por volta de 1857. Naquele tempo estavam descobrindo os fenômenos do magnetismo e outras forças que atuam de forma invísível para nós, e intuiu-se que o espaço vazio (que nós chamamos de ar) deveria conter algum elemento que fizesse uma ponte entre o imã, por exemplo, e o ferro. Surge aí a Teoria do Fluido Cósmico Universal, que já foi descartada pela ciência e, mais recentemente, readotada com reservas. Por isso, procurem entender a palavra "Fluido" no contexto daquela época, e tendo em mente que a mesma idéia, aplicada a algo espiritual, é reconhecidamente imprecisa:

Os elementos fluídicos do mundo espiritual escapam aos nossos instrumentos de análise e à percepção dos nossos sentidos, feitos para perceberem a matéria tangível e não a matéria etérea. Alguns há, pertencentes a um meio diverso a tal ponto do nosso, que deles só podemos fazer idéia mediante comparações tão imperfeitas como aquelas mediante as quais um cego de nascença procura fazer idéia da teoria das cores
(Allan Kardec; A Gênese)

Mas é o que temos, então vamos lá:

Os espíritos vivem numa atmosfera fluídica (de fluidos). Dela extraem o que lhes é necessário e agem sobre os fluidos do seu ambiente (Comparativamente, na Terra estamos envoltos pela atmosfera e vivemos em meio a substâncias materiais, que usamos e sobre elas agimos).

Agindo sobre os fluidos, os espíritos influem sobre si mesmos e sobre outros espíritos, e também sobre o mundo fluídico e o mundo material.


Continuar a leitura

 
Espiritismo, Internacional - publicado às 5:17 PM 23 comentários
INGLATERRA VAI ABRIR SEUS ARQUIVOS DE OVNIS
qui, 3 de maio, 2007
 


Seguindo os passos da França, o Ministério da Defesa em Londres pretende abrir seus arquivos secretos pela primeira vez na história para revelar documentos sobre a aparição de Objetos Voadores Não Identificados (OVNIs) no país.
David Clarke, professor de jornalismo da Universidade de Sheffield Hallam (Inglaterra) e autor do livro Flying Saucerers: A Social History of UFOlogy, declarou que a abertura dos documentos secretos tornará mais difícil que continuem existindo acusações por conspiração do governo. "Quanto mais publicações existirem sobre esses documentos e seu acesso no Arquivo Nacional, pouparemos muito dinheiro, já que atualmente muitos britânicos escrevem às autoridades após ter supostamente visto OVNIs", disse Clarke, referindo-se a pedidos sob a Lei de Liberdade de Informação.
Os documentos que serão desclassificados pelo Ministério de Defesa em Londres são testemunhos de pessoas que viram OVNIs. Alguns deles de pilotos militares e outros de civis.
Segundo o The Guardian, esses documentos foram compilados por uma pequena unidade secreta do governo, pertencente aos serviços de Inteligência denominados DI55. Em alguns casos, as autoridades militares decidiram investigar sobre as aparições dos objetos, mas nunca informou publicamente os resultados das pesquisas.
O governo desclassificará de seus arquivos secretos 24 documentos, cada um deles contendo entre 200 e 300 testemunhos de avistamentos, como também memorandos do Ministério da Defesa e correspondência militar.

Fonte: Terra


 
Ufologia - publicado às 8:37 PM 11 comentários
DÍZIMO
qua, 2 de maio, 2007
 


Estava eu navegando pelo Youtube nos vídeos de pastores da Igreja Universal (pra preparação do post sobre Hitler) quando encontro um bem informativo, onde um indignado português "responde" ao Pastor (sim, eles estão invadindo Portugal) com textos escritos no vídeo onde pedem o dízimo. O que eu não sabia é que o dízimo não tem nada a ver com dar dinheiro para Deus (ou seus "representantes").

Aqui vai o trecho do Deuteronômio, onde se estabelece de fato o que é o Dízimo:

"Certamente darás os dízimos de todo o produto da tua semente que cada ano se recolher do campo. E, perante o Senhor teu Deus, no lugar que escolher para ali fazer habitar o seu nome, comerás os dízimos do teu grão, do teu mosto e do teu azeite, e os primogênitos das tuas vacas e das tuas ovelhas; para que aprendas a temer ao Senhor teu Deus por todos os dias. Mas se o caminho te for tão comprido que não possas levar os dízimos, por estar longe de ti o lugar que Senhor teu Deus escolher para ali por o seu nome, quando o Senhor teu Deus te tiver abençoado; então vende-os, ata o dinheiro na tua mão e vai ao lugar que o Senhor teu Deus escolher. E aquele dinheiro darás por tudo o que desejares, por bois, por ovelhas, por vinho, por bebida forte, e por tudo o que te pedir a tua alma; comerás ali perante o Senhor teu Deus, e te regozijarás, tu e a tua casa. Mas não desampararás o levita que está dentro das tuas portas, pois não tem parte nem herança contigo. Ao fim de cada terceiro ano levarás todos os dízimos da tua colheita do mesmo ano, e os depositarás dentro das tuas portas. Então virá o levita (pois nem parte nem herança tem contigo), o peregrino, o órfão, e a viúva, que estão dentro das tuas portas, e comerão, e fartar-se-ão; para que o Senhor teu Deus te abençoe em toda obra que as tuas mãos fizerem."
(Deu 14:22-29)

Ora vejam vocês! O Dízimo é uma festança em homenagem a Deus!! Não tem anda a ver com dar dinheiro pra Igreja, nem 10% de tudo o que você ganha! A separação entre dinheiro e comida está bem clara no texto bíblico! É sim um banquete, uma celebração de alegria (e "temor" a Deus... o Velho Testamento adora isso, fazer o que) e que ainda contém uma lição de moral: reparte um pouco do que tu tens com quem não tem parte contigo. Aliás, me pergunto se a celebração da Santa Ceia por Jesus (onde se reparte o pão e o vinho) não é baseada nessa cerimônia do dízimo...

Não se como os Eangélicos, um povo que se orgulha de verdadeiramente estudar a Bíblia (e estudam mesmo!) caiam na interpretação desses Fariseus, a ponto de comprar CONTRATOS COM DEUS (onde já se viu?!) em que os pastores dão autenticação (!!) no contrato com o símbolo da cruz!!

Felizmente nem toda Igreja Evangélica é dizimista, pois existem aquelas que se apegam à palavra de Paulo de Tarso, em Coríntios 2:

"Mas digo isto: Aquele que semeia pouco, pouco também ceifará; e aquele que semeia em abundância, em abundância também ceifará. Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, nem por constrangimento; porque Deus ama ao que dá com alegria. E Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que, tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda boa obra; conforme está escrito: Espalhou, deu aos pobres; a sua justiça permanece para sempre. Ora, aquele que dá a semente ao que semeia, e pão para comer, também dará e multiplicará a vossa sementeira, e aumentará os frutos da vossa justiça. enquanto em tudo enriqueceis para toda a liberalidade, a qual por nós reverte em ações de graças a Deus."
(2Co 9:6-11)

Referência: Outros vídeos "interessantes"


 
Cristianismo - publicado às 3:26 PM 78 comentários