Página principal

   
5 estrelas
Budismo
Ciência
Cinema
Cristianismo
Espiritismo
Filosofia
Geral
Hinduísmo
Holismo
Internacional
Judaísmo
Metafísica
Pensamentos
Política
Psicologia
Sufismo
Taoísmo
Ufologia
Videolog


Ver por mês


Últimos comentários

Retornar à página principal


PAULO DE TARSO
sáb, 29 de janeiro, 2005
 


Para muitos teólogos, Paulo foi um personagem fundamental nos primeiros anos do cristianismo. Seu trabalho de evangelização foi, em grande parte, responsável pelo caráter universal da doutrina cristã e sua mensagem, expressa em cartas enviadas às comunidades que fundava, ainda hoje é considerada o alicerce da jurisprudência, da moral e da filosofia modernas do Ocidente. Enquanto a maioria dos apóstolos que conviveram com Jesus restringiram sua pregação à Palestina, Paulo levou a palavra de Cristo para lugares distantes, como a Grécia e Roma. Sua importância na construção da Igreja primitiva é tão grande que muitos estudiosos atribuem a ele o título de pai do cristianismo.

O historiador André Chevitarese, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), especialista em cristianismo e judaísmo antigos, concorda: "O cristianismo, tal como existe hoje, deve muito a Paulo. Se não fosse o apóstolo, ele provavelmente não teria passado de mais uma seita judaica". Isso não quer dizer que o trabalho dos 12 apóstolos tenha sido irrelevante, mas eles pregaram numa região, a Palestina, que viria a ser devastada pelos romanos entre os anos 66 e 70. "Sem dúvida, Paulo foi o apóstolo que teve maior repercussão com o passar dos séculos", afirma o teólogo Pedro Lima Vasconcellos, professor do Departamento de Teologia e Ciências da Religião da Pontifícia Universidade Católica (PUC), de São Paulo. O termo apóstolo, no sentido de evangelizador, é freqüentemente usado para se referir a São Paulo. Não há evidências históricas, entretanto, de que ele tenha conhecido Jesus Cristo.

A influência de Paulo é indiscutível. Mas, para uma corrente de historiadores e teólogos, ele deturpou os ensinamentos de Jesus Cristo – a ponto de a mensagem cristã que sobreviveu ao longo dos séculos ter origem não em Cristo, mas em Paulo. Esses pensadores julgam ser mais correto dizer que o que existe hoje é um "paulinismo", não um cristianismo. "As cartas de São Paulo são uma fraude nos ensinamentos de Cristo. São comentários pessoais à parte da experiência pessoal de Cristo", afirmou o líder pacifista indiano Mahatma Ghandi, em 1928. Opinião semelhante tem o prêmio Nobel da Paz de 1952, o alemão Albert Schweitzer, que declarou: "Paulo nos mostra com que completa indiferença a vida terrena de Jesus foi tomada".


Continuar a leitura

 
Cristianismo - publicado às 6:10 PM 26 comentários
O SUDÁRIO DE TURIM
qui, 27 de janeiro, 2005
 


BBC Brasil

O Santo Sudário é muito mais antigo do que havia sido sugerido por testes com carbono-14 realizados em 1988, de acordo com um novo estudo.

A pesquisa, publicada na revista especializada Termochimica Acta, sugere que o manto tem entre 1,3 mil e 3 mil anos, o que tornaria a teoria de que ele foi usado por Cristo verossímil. O autor do estudo rejeita os testes anteriores, que estabeleceram a idade através da quantidade de partículas de carbono-14 encontradas em um material retirado do manto. Eles tinham concluído que o manto de linho era uma falsificação medieval.

Algumas pessoas acreditam que o manto, que traz uma imagem apagada de um homem coberto de sangue, teria sido usado para envolver o corpo de Jesus Cristo depois de morto.

Raymond Rogers, que coordenou o novo estudo, disse que testes químicos indicam que a amostra usada na análise de 1988 foi retirada de um pedaço de remendo medieval usado no manto para reparar uma parte que havia sido queimada. Por isso é que foi estabelecida uma data incorreta para o manto original, segundo o pesquisador.


Continuar a leitura

 
Ciência - publicado às 5:28 PM 25 comentários
OBSESSÃO
dom, 23 de janeiro, 2005
 


Primeiro vamos fazer um paralelo com o pouco que sabemos sobre o mecanismo da mente na sua atuação com outras mentes: Vamos pegar como exemplo um site de Internet; Digamos que ele seja modesto em sua proposta, quase desconhecido, mas possui bom conteúdo, que interessa a muitas pessoas, mas que não é um assunto realmente popular. Então alguém encontra esse site no Google, e avisa para os amigos, que avisam para outros, e aos poucos o site vai ficando popular dentro daquele meio, crescendo, então sua área de atuação vai se expandindo e atraindo cada vez mais e mais pessoas com a mesma mentalidade e o mesmo objetivo que, com suas contribuições, vão enriquecendo cada vez mais o site e, com isso, o conhecimento das pessoas que o freqüentam.

Assim se dá com a mente: Se você alimentar seus pensamentos, sejam quais forem, eles vão sendo irradiados, até encontrarem outras mentes na mesma sintonia, que por afinidade vão agrupando estes pensamentos, formando uma egrégora, e os espíritos desencarnados (ou mesmo pessoas sensitivas) que acessarem esta egrégora (que seria como o "banco de dados do Google") terão como saber de onde partiu o pensamento (ou seja, o link para o site) e vão chegar até você, e irão incentivá-lo a continuar alimentando-os (assim como incentivamos os donos dos sites que gostamos), e aí teremos uma dependência parasitária (ou assédio) em que o assediado não se importa (ou nem se toca) que esteja sendo induzido, afinal, aquilo lhe dá prazer. Essa é a porta mais fácil para que os espíritos que tenham vícios (drogas, sexo, etc) possam desfrutar do prazer terreno através do SEU prazer. Essa é uma obsessão mais generalizada, onde o espírito nem lhe conhecia, mas você praticamente o chamou, então... Uma mudança de pensamento (foco), em médio prazo, é o suficiente pra afastar essas entidades.

O que hoje somos deve-se aos nossos pensamentos de ontem que condicionaram nosso comportamento, e são os nossos atuais pensamentos que constroem a nossa vida de amanhã; a nossa vida é a criação de nossa mente. Se um homem fala ou atua com a mente impura, o sofrimento lhe seguirá da mesma forma que a roda do carro segue ao animal que o arrasta.
(Buda)

Continuar a leitura

 
Metafísica - publicado às 6:23 AM 31 comentários
A SENDA DO MÉDIUM
qui, 20 de janeiro, 2005
 


Esse artigo saiu esta semana no clube Somos todos um. É tão bom que eu não resisti e vou publicar aqui:

O que vou comentar aqui não é pretendido como mensagem de pessimismo e desânimo aos que, como eu, trabalham em parceria com a Espiritualidade em prol da felicidade no coração das pessoas; mas sim, e antes, aviso de perseverança e otimismo, e de que jamais nos veremos apartados do amparo daqueles que nos assistem a partir do invisível, desde que saibamos cerrar defesas, sem descambar irreversivelmente para um estado depressivo crônico, toda vez que a vida nos colher, a nós, médiuns, que possuímos um tipo de sensibilidade "diferente" e mais exacerbada, com imprevistos e com contrariedades.

A missão daquele que se comprometeu, anteriormente à reencarnação, com este tipo de trabalho peculiar, costuma ser melindrosa e cheia de nuances de molde a colher em cheio os próprios médiuns, em qualquer instante em que se ache desprevenido. E, creiam, é mais do que comum, por mais preparado que se encontre, tendo em vista os sobressaltos e o stress das múltiplas tarefas cotidianas na vida moderna.

Ocorre que, dado este mesmo estado de turbulência da fase evolutiva atual na face do orbe, o trabalho do médium desagrada a muitos - de ambos os lados da vida - e se faz imperativo que este se ponha em guarda contra as emissões de negatividade que o vão atingir maciçamente, no decorrer do seu desempenho, tão logo se veja disposto, decididamente, a por "mãos à obra" na grata, porém séria missão de servir de instrumento para que a Espiritualidade - empenhada no auxílio ao avanço evolutivo dos seres - manifeste sua palavra de inestimável valor.

Hostes do invisível, engajadas na obscuridade espiritual da humanidade, visando a manutenção do poder tacanho que rege a materialidade mais grosseira, se levantam em massa contra os que se empenham neste labor. Com tanto mais vantagem em termos de ação, exatamente por agirem do invisível.


Continuar a leitura

 
Espiritismo - publicado às 3:34 PM 52 comentários
O QUE É VERDADE?
qua, 19 de janeiro, 2005
 


Já parou para pensar do que os pensamentos são feitos? O que estamos vendo, as crianças de hoje, são sinais de que a cultura está no caminho errado e não se aprecia o poder do pensamento. Todas as épocas e gerações têm suas próprias suposições. O mundo é plano, o mundo é redondo, etc.

Existem centenas de suposições que acreditamos ser verdadeiras, mas que podem ou não ser verdadeiras. Claro que historicamente, na maioria dos casos não eram verdadeiras. Se tomarmos a história como guia, podemos presumir que muitas coisas em que acreditamos sobre o mundo podem ser falsas. Estamos presos à certos preceitos sem saber disso.

É um paradoxo.

O materialismo moderno tira das pessoas a necessidade de se sentirem responsáveis. Assim como a religião! Mas eu acho que se você levar a mecânica quântica a sério, verá que ela coloca a responsabilidade nas nossas mãos e não dá respostas claras e reconfortantes. Ela só diz que o mundo é muito grande e cheio de mistérios. O mecanismo não é a resposta, mas não vou dizer qual é a resposta, pois vocês têm idade suficiente para tomarem suas decisões.

Somos todos um mistério?

Somos todos um enigma?

Certamente somos.

Fazer essas profundas perguntas a você mesmo abre novas formas de ver o mundo, traz uma renovação. Faz com que a vida seja mais prazerosa. O verdadeiro truque na vida não é ser conhecido, mas sim ser um mistério.

Jeffrey Satinover, psiquiatra; What the -bleep- do we know?

Perguntou-lhe, pois, Pilatos: Logo tu és rei?
Respondeu Jesus: Tu dizes que eu sou rei. Eu para isso nasci, e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz.
Perguntou-lhe Pilatos: Que é a verdade?
E dito isto, de novo saiu a ter com os judeus, e disse-lhes: Não acho nele crime algum.

(João 18:37-38)


 
Ciência - publicado às 2:55 PM 12 comentários
O PREÇO DA CARNE
ter, 18 de janeiro, 2005
 


Dagomir Marquezi, jornalista

"Se não reduzirmos o consumo de carne, teremos epidemias cada vez piores"

Chineses costumam encarar qualquer coisa que se mova como um alimento à sua disposição. Eles consideram o animal um mecanismo, um objeto, cuja dor e sofrimento não nos dizem respeito. Ironicamente, os piores exemplos de maus tratos acontecem na mesma Ásia onde nasceu o budismo - a mais benevolente e avançada religião do mundo no trato com os animais.

Nos tristemente famosos "mercados de vida selvagem" asiáticos há de tudo. Mamíferos, répteis, insetos, batráquios, tudo vai para gaiolas apertadas e lotadas sem água nem comida. Qualquer foto desses mercados é um permanente festival de sangue, urina e fezes. Há mais do que chei­ro ruim no ar: existe medo. E-vírus de diferentes espécies novas se combinando uns com os outros.

As imagens mais chocantes registram o que esses mercados destinam aos cães. Os mesmos cães que aqui viram membros da família, ajudam cegos ou orientam equipes de salvamento. Lá, cachorros são comida. E não se deixe enganar: esses mercados chineses não existem para "matar a fome do povo". Chineses pobres comem frango e peixe. Os cães são "iguarias" caras, assim como gatos, nescorpiões, cobras, enguias etc.


Continuar a leitura

 
Geral - publicado às 2:06 PM 67 comentários
MENSAGEM DOS HOPI
seg, 17 de janeiro, 2005
 


Mensagem dos Anciãos da tribo Hopi (Oraibi, Arizona - 2001)

Vocês têm dito às pessoas que essa é a décima-primeira hora. Agora você deve voltar e dizê-las que esta é A HORA. E há coisas a serem consideradas:

Onde você está vivendo?

O que está fazendo?

Quais são seus relacionamentos?

Você está na relação certa?

Onde está sua água?

Conheça seu jardim

É a hora de falar sua verdade. Crie sua comunidade. Sejam bons uns com os outros. E não olhe pra fora de você à procura de um líder.

(O ancião juntou as mãos, sorriu e continuou:) Esta será uma boa época!

Existe um rio que está fluindo agora muito rapidamente.
Ele é tão grande e rápido, que algumas pessoas ficarão com medo.
Elas vão tentar se agarrar às margens, vão sentir como se estivessem sendo despedaçados, e vão sofrer intensamente.

Saibam que este rio tem seu destino.

Os anciãos dizem que precisamos nos soltar das margens e nos empurrarmos para o meio do rio.
Mantenha seus olhos abertos e suas cabeças acima da água.
E eu digo: olhe para quem está lá com você e celebre.
Nessa hora da história, não devemos considerar nada pessoalmente, muito menos nós mesmos, pois no momento em que o fizermos, nosso crescimento espiritual e nossa jornada se interromperão.

O caminho do Lobo Solitário terminou. Unam-se.

Bana a palavra "luta" de suas atitudes e vocabulário
Tudo o que fizermos agora precisa ser feito de maneira sagrada e em celebração.

Nós somos aqueles por quem temos esperado.

________________

Continuar a leitura

 
Holismo - publicado às 2:56 PM 23 comentários
SUGESTÕES DA PAZ
sáb, 15 de janeiro, 2005
 


Aceita, na Terra, a existência que a Divina Sabedoria te confiou, mantendo-te na atitude do cultivador que se consagra sinceramente ao trato de solo que lhe cabe lavrar.

Quando e quanto se te faça possível, auxilia aos companheiros de experiência, sem absorver-lhes as responsabilidades.

Se alguns daqueles que te compartilham a paisagem se mostrarem desinteressados, quanto às obrigações que lhes competem ou se desorganizarem as tarefas que lhes dizem respeito, ajuda-os no reajuste desejável, sem tisnar-lhes o livre-arbítrio, mas não te lamentes se não conseguires fazer isso, de vez que todos responderemos pelos nossos próprios encargos. Ama aos familiares e aos entes queridos sem vinculá-los a qualquer exigência e sejamos agradecidos aos que nos estendam compreensão e bondade. Não aspires a retificar apressadamente os outros, quando os consideres errados, segundo os teus pontos de vista, porque também nós, quando em erro, nem sempre admitimos corrigendas imediatas.


Continuar a leitura

 
Espiritismo - publicado às 2:04 PM 9 comentários
FANTASMAS ASSUSTAM OS SOBREVIVENTES DA TSUNAMI
sex, 14 de janeiro, 2005
 


Tailândia, 14 jan (AFP) - Inúmeros tailandeses das províncias do sul, assoladas pelo maremoto, confessam estar aterrorizados mais pelos fantasmas dos mortos do que pela idéia de uma nova tsunami. Os relatos que descrevem a aparição de fantasmas só crescem em Phuket, Khao Lak ou Krabi, e muitos habitantes admitem estar muito assustados para nem sequer pensar em ir à praia, e muito menos se banhar no mar. Equipes de socorro na ilha Phi Phi e na região costeira de Khao Lak afirmaram ter sido atraídos à praia por risos e cantos de turistas, mas não encontraram mais que silêncio e vazio no local.


Continuar a leitura

 
Geral - publicado às 7:37 PM 40 comentários
LUTERO
qui, 13 de janeiro, 2005
 


Assisti ao filme Lutero, infelizmente na única sessão do dia, de 9 da noite (ou seja, não interessa passar um filme contra os abusos da Igreja Católica no país com o maior número de católicos do mundo). Um filmaço, que faz jus ao esforço de Martinho Lutero, um homem que, por amor aos ensinamentos de Jesus, foi contra a máquina de lucrar (e matar) da Igreja Católica (equivalente hoje a um homem ir contra os interesses diplomáticos dos EUA). Mas ele não foi contra a instituição da Igreja (afinal, ele era padre!) mas contra os abusos dela, particularmente quanto à venda de indulgências e a manipulação pelo terror.

Muitos dirão: "Ok, essa época passou, os tempos são outros, vamos virar essa página da história". Mas será que Lutero, se vivesse hoje, ainda teria o que reformar? O que ele diria se visse o protestantismo, que cobra 10% de tudo o que a pessoa ganha (bruto!) como dízimo? E os evangélicos, então, com suas "ofertas" dominicais que podem ser até em cheques ou jóias? E a Igreja Católica, que, de dentro da sua Basílica de São Pedro continua (como sempre esteve) mais interessada em questões políticas e econômicas do que com questões religiosas? Vamos cair na real: Quantas vezes vocês viram a igreja católica colocar os ensinamentos de Jesus em prática? Ou botar a filosofia de Jesus pra trabalhar? Eu só vi UMA vez, na época da invasão do Iraque, quando o papa deu o maior fora em Bush (e eu aplaudi o papa por isso), mas depois disso o clima foi conciliatório, não há pronunciamentos contra, não há um rompimento da igreja contra esse monstro, não há nem mesmo um comprometimento contra os abusos dos padres pedófilos dos EUA (ao contrário, foi divulgado um documento do Vaticano instruindo os padres a abafar o caso!!!). Será que isso não dá nojo naquelas velhinhas que vão à Igreja? Talvez elas argumentem "quando vou na Igreja, é entre eu e Deus, não tem nada com a instituição católica". E por que raios precisam ir a uma Igreja? Fiquem em casa, orem a Deus, e Deus com certeza a ouvirá. Foi exatamente isso que Jesus falou, caramba!!!

E, quando orardes, não sejais como os hipócritas; pois gostam de orar em pé nas sinagogas, e às esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam a sua recompensa. Mas tu, quando orares, entra no teu quarto e, fechando a porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará.
(Mat 6:5-6)


Continuar a leitura

 
Cristianismo - publicado às 3:06 AM 35 comentários
O VERBO
seg, 10 de janeiro, 2005
 


De onde vem a força da palavra? Não é do vocábulo pronunciado, mas da energia, da quintessência da qual ele está impregnado. E essa quintessência encontra-se na aura das pessoas. A força de um mago, de um teurgo, vem da sua capacidade de saber impregnar com luz as palavras que pronuncia, e essa luz é a sua aura rica, intensa e pura. A palavra é o contentor de uma força, e produz efeitos tão mais potentes quanto mais impregnada estiver por esse elemento criador que é a luz.

Não é permitido que qualquer um pronuncie fórmulas mágicas que produzam grandes efeitos. Só um verdadeiro mago, pronunciando poucas palavras, sem forçar a voz, sem fazer nenhum gesto, apenas com a força interior da sua aura pode comandar as forças da natureza a atrair os seres superiores. Não foi a palavra que criou o mundo, foi o «Verbo». A palavra é o meio do qual se serve o Verbo para realizar o trabalho da criação. O Verbo foi o primeiro elemento que Deus colocou em ação. A palavra é o meio que permite o Verbo se manifestar.

Omraam Mikhaël Aïvanhov


 
Pensamentos - publicado às 1:18 AM 33 comentários
O HOMEM E DEUS
sáb, 8 de janeiro, 2005
 


"Muito antigamente, quando a primeira trepidação da fala me chegou aos lábios, subi a montanha sagrada e conversei com Deus, dizendo:
- Senhor, sou vosso escravo. Vossa vontade oculta é minha lei e vou cumpri-la para todo o sempre.
Mas Deus não respondeu e passou por mim como uma tempestade violenta.

Mil anos depois, voltei a subir a montanha sagrada e falei de novo com Deus, dizendo:
- Criador, sou vossa criatura. Com barro me fizestes e a vós devo tudo o que sou.
Mas Deus não me respondeu e passou por mim como mil asas velozes.

Depois de mil anos, subi a montanha sagrada e falei de novo com Deus:
- Pai, sou vosso filho. Com amor e compaixão me destes a vida e com amor e adoração vou herdar vosso reino.
Mas Deus não me respondeu e passou por mim como os véus da neblina das montanhas distantes.

Passados outros mil anos, subi a montanha sagrada e me dirigi ao Criador de novo, dizendo:
- Meu Deus, meu alvo e minha plenitude, sou vosso ontem e vós sois meu amanhã. Sou vossa raiz na terra e voz sois minha flor no céu, e juntos crescemos diante da face do sol.

Então Deus se inclinou para mim e sussurrou em meus ouvidos palavras doces e, como o mar que abraça um riacho que nele deságua, ele me abraçou.

E, quando desci para os vales e as planícies, Deus também estava lá."

Gibran Khalil Gibran; O louco

E aqui temos a metáfora da humanidade em relação ao seu Criador.

Primeiro, como submissão (o esperar receber, a comunicação unilateral) pela força (Lei) e temor. Depois, submissão pela hierarquia e respeito (pai/filho). Após, a submissão pelo amor. Só quando o homem toma consciência do seu papel aqui (de que ele também é Deus, e cabe a ele tentar ser perfeito como o Criador o é) é que a comunicação se torna bi-direcional.

Lindo como ele descreve a fusão com o TODO, e a percepção do TODO em TUDO.

Obrigado por botar isso no Orkut, Bianca!


 
Sufismo - publicado às 11:56 PM 13 comentários
TEMPO INTERIOR
qui, 6 de janeiro, 2005
 


Mais um trecho do livro Na próxima dimensão, de Carlos A. Baccelli e Inácio Ferreira:

Quando será que subiremos de fato? - perguntou o padre desencarnado.

- Cabe a nós, irmão - respondeu Odilon -, romper com o círculo vicioso da cadeia reencarnatória... Conforme se constata, o nosso problema crucial está na Terra, pois, de acordo com o nosso menor ou maior aproveitamento por lá, é que nos direcionamos depois da morte. Temos que reencarnar mais bem preparados e conscientes, sobretudo conscientes de que o tempo no corpo passa depressa e não vale a pena nos entregarmos à ilusão; até aproximadamente os 40 de idade, o homem soma: saúde, prazeres, aquisições; depois dos 40, começa a subtrair em sentido inverso... Com a evolução tecnológica e a velocidade do pensamento, a existência humana vem se tomando vertiginosa; um século contínua tendo 100 anos, mas l dia parece não ter mais o mesmo número de horas... A mente do homem está encurtando o seu tempo de permanência no corpo: a expectativa de vida tem aumentado significativamente, mas o tempo mental da criatura encarnada está diminuindo progressivamente...

- Com a palavra os físicos, para melhor explicarem tal fenômeno de encurtamento do tempo interior - acentuei. - A continuar assim, dentro de mais alguns séculos, o homem será chamado a modificar a sua medida-padrão de tempo; à proporção em que a vida se espiritualiza na Terra, o tempo se desmaterializa, ou seja: quanto mais o homem se absorve interiormente, mais as coisas de fora deixam de se lhe constituir em ponto de referência... Por este motivo, quando nos dirigimos aos nossos irmãos encarnados, habitualmente o fazemos sem noção de relógio e de calendário, pois a vida além da morte é apenas uma questão de aceleração das partículas que constituem o espaço em que nos movimentamos no novo corpo que nos abriga... Cada dimensão espiritual é caracterizada por uma velocidade e, conseqüentemente, por um espaço geográfico; a diferença de velocidade faz com que duas dimensões espaciais coexistam, ou seja, se interpenetrem; isto modifica antigas concepções da Física, que, é bem provável, venha, em tempo mais curto que o esperado, colocar a questão da sobrevivência da alma numa equação matemática... Futuramente, a Religião do homem será a Ciência, que, por sua vez, se lhe constituirá na mais legítima manifestação de Fé!


 
Espiritismo, Metafísica - publicado às 11:52 PM 22 comentários
ACENDE TUA LUZ
qua, 5 de janeiro, 2005
 


Emmanuel

Ante a glória dos mundos - esferas sublimes que povoam o Universo - o estreito campo em que nos agitamos, na Crosta Planetária, é limitado círculo de ação. Se o problema, no entanto, fosse apenas o de espaço, nada teríamos a lamentar. A casa pequena e humilde, iluminada de Sol e alegria, é paraíso de felicidade. A angústia de nosso plano procede da sombra.

A escuridão invade os caminhos em todas as direções. Trevas que nascem da ignorância, da maldade, da insensatez, envolvendo povos, instituições e pessoas. Nevoeiros que assaltam consciências, raciocínios e sentimentos. Em meio à grande noite, é necessário acendermos nossa luz. Sem isso é impossível encontrar o caminho da libertação. Sem a irradiação brilhante de nosso próprio ser, não poderemos ser vistos com facilidade pelos Mensageiros Divinos, que ajudam em nome do Altíssimo, e nem auxiliaremos efetivamente a quem quer que seja.

É indispensável organizar o santuário interior e iluminá-lo, a fim de que as trevas não nos domine.

É possivel marchar, valendo-nos de luzes alheias. Todavia, sem claridade que nos seja própria, padeceremos constante ameaça de queda. Os proprietários das lâmpadas acesas podem afastar-se de nós, convocados pelos montes de elevação que ainda não merecemos. Vale-te pois, dos luzeiros do caminho, aplica o pavio da boa-vontade ao óleo do serviço e da humildade, e acende o teu archote para a jornada. Agradece ao que te ilumina por uma hora, por alguns dias ou por muitos anos, mas não esqueças tua candeia, se não desejas resvalar nos precipícios da estrada longa!...

O problema fundamental da redenção, meu amigo, não se resume a palavras faladas ou escritas. É muito fácil pronunciar belos discursos e prestar excelentes informações, guardando, embora, a cegueira nos próprios olhos. Nossa necessidade básica é de luz própria, de esclarecimento íntimo, de auto-educação, de conversão substancial do "eu" ao Reino de Deus. Podes falar maravilhosamente acerca da vida, argumentar com brilho sobre a fé, ensinar os valores da crença, comer o pão da consolação, exaltar a paz, recolher as flores do bem, aproveitar os frutos da generosidade alheia, conquistar a coroa efêmera do louvor fácil, amontoar títulos diversos que te exonerem a personalidade em trânsito pelos vales do mundo...

Tudo isso pode fazer, em verdade, o espírito que se demora, indefinidamente, em certos ângulos da estrada.

Todavia, avançar sem luz é impossível.

Emmanuel & Chico Xavier; Caminho, Verdade e Vida


 
Espiritismo - publicado às 9:14 PM 17 comentários
RESGATE COLETIVO 2: A MISSÃO
ter, 4 de janeiro, 2005
 


A terra é preciosa, e feri-la é desprezar o seu Criador. Contaminem suas camas, e uma noite serão sufocados pelos próprios dejetos
(Cacique Seattle)

Antes de mais nada, gostaria que as pessoas encarassem o post abaixo apenas como uma fonte de estudo (apocalíptico ou até mesmo mitológico, como quiserem) e não como um alerta, algo pra influir em suas vidas. Não quero meter medo em ninguém, todos sabem que estamos maltratando nosso planeta e só estamos colhendo o que plantamos. E não adianta ficar alertando pro "fim dos tempos", estamos todos no mesmo barco, que é nossa mãe Terra, e precisamos sim cuidar de nossas casas (nosso ecossistema, e nosso corpo físico) e do MORADOR dessas casas, educando-nos no sentido de ser um bom pai, um bom filho, um bom companheiro... e um bom morador.

MAS, eu simplesmente adoro esses asssuntos, e queria deixar registrado aqui até mesmo pra eu lembrar e, caso aconteça alguma das coisas descritas abaixo, eu possa enfim realmente acreditar.

Bem, tive a oportunidade de participar da reunião do dia 1 de janeiro, onde tradicionalmente o Irmão Bernardo permite um bate-papo (normalmente ele só faz uma palestra e vai embora). Óbvio que o assunto foi o tsunami e o que o futuro nos reserva.

Ele começou dizendo que esse resgate era apenas o primeiro de muitos, que será feito de forma homeopática nos próximos sete anos, acontecendo em diversos países como eventos isolados ainda maiores que o tsunami da Ásia, o que horrorizará ainda mais o planeta. Sete grandes fendas se abrirão na Terra, uma no Brasil (não falou onde), uma na Argentina e outra em Nova York, essa a maior (as outras ele não falou onde seriam). Comentou que algumas pessoas não estão nem aí pra isso porque "no Brasil não tem maremoto, terremoto, furacão ou vulcão, mas terá".


Continuar a leitura

 
Geral, Internacional - publicado às 9:52 AM 135 comentários