Página principal

   
5 estrelas
Budismo
Ciência
Cinema
Cristianismo
Espiritismo
Filosofia
Geral
Hinduísmo
Holismo
Internacional
Judaísmo
Metafísica
Pensamentos
Política
Psicologia
Sufismo
Taoísmo
Ufologia
Videolog


Ver por mês


Últimos comentários

Retornar à página principal


EPISÓDIO II: O ATAQUE DOS CLONES
qua, 31 de julho, 2002
 


Consegue resgatar parte da magia da primeira trilogia, com a exploração pelos mais diversos planetas que, ao contrário do EP I, dessa vez parecem verossímeis. Os diálogos estão menos imbecis (muito embora os atores continuem ruins), a fotografia está excelente, com as "coisas digitais" menos digitais e mais discretas. A ação está menos "engraçadinha" e desta vez serve a um pretexto (a não ser dentro daquela fábrica e no cinturão de asteróides). Uma coisa que eu adorei foi na arena, quando o bicho come o amestrador! AQUELE é o espírito de Star Wars!


Continuar a leitura

 
Cinema - publicado às 12:00 AM 1 comentário
LAO TSÉ E O TAO TE CHING
ter, 30 de julho, 2002
 


Baseado na compilação de José Laércio do Egito

Pouco se sabe com certeza sobre Lao Tsé. Há uma obra chinesa muito antiga chamada Shi Chi (Apontamentos Históricos) que diz que Lao Tsé, cujo nome real era Erh Dan Li, teria nascido no Sul da China, numa região chamada Ch'u, em torno do ano 604 a.C. Mas também há os que afirmam que o Tao Te Ching é apenas uma compilação de versos de vários pensadores de escolas de pensamento do 3º século a.C., que genericamente usavam o título de Lao Tsé.

Bote fé no velhinho, que o velhinho é demais...Segundo as tradições, Lao Tsé foi contemporâneo de Kung Fu Tsé (Confúcio), de quem foi discípulo. Tornou-se o guardião dos arquivos do Tribunal Imperial, e atraiu muitos seguidores com sua sabedoria, embora sempre haja se recusado a fixar suas idéias por escrito, por temer que as palavras pudessem ser convertidas em dogma formal. Lao Tsé desejava que a sua filosofia permanecesse apenas como um modo natural de vida estabelecido sob uma base de bondade, serenidade e respeito. Assim, ele não estabeleceu nenhum código rígido de comportamento, preferindo ensinar que a conduta de uma pessoa deve ser governada pelo instinto e pela consciência. Ensinava que nenhuma tarefa deveria ser apressada, que tudo deve acontecer no seu devido tempo. Acreditava que a simplicidade era a chave para a verdade e a liberdade, e assim encorajava seus seguidores para observarem mais a natureza do que aos ensinamentos de mestres.


Continuar a leitura

 
Taoísmo - publicado às 12:00 AM 7 comentários
DEUS
dom, 28 de julho, 2002
 


Minha concepção de Deus é uma energia que preenche o TODO (infinito) e carregada de inteligência (auto-gestão), e a partir dela é que se formam todas as coisas. Assim, Deus não teria nem começo nem fim. Ele simplesmente É. Estamos imersos em Deus e, de certa forma, SOMOS Deus, pois que essa energia não é excludente. Do mesmo modo que o nosso cabelo tem um certo padrão energético e um DNA, todos nós temos o "código Deus" impresso em nós. Podemos até mesmo senti-lo, quando nos sintonizamos com o divino. Todas as culturas do mundo, mesmo as mais remotas e isoladas, têm seu modelo de divindade. É algo inato ao ser humano. Espanta-me existir ateus. Aposto que eles têm seus motivos para fechar os olhos ao mundo, e não perceber que isso tudo existe a bilhões de anos e NÃO foi ele que fez.


Continuar a leitura

 
5 estrelas, Espiritismo, Filosofia, Metafísica - publicado às 12:00 AM 48 comentários
AMÉLIE POULAIN
sáb, 27 de julho, 2002
 


    Yann Tiersen - Pas si simple


É simplesmente o melhor filme do ano. O tipo de filme que mexe com o espectador, que o faz se sentir bem, com vontade de ajudar o próximo, de amar sem esperar receber nada em troca, enfim, de viver em paz consigo mesmo.

Amélie Poulain é uma fábula. Compre esta idéia antes de ver o filme, e você desfrutará de duas horas de pura magia cinematográfica. A música é parte do encanto do filme. Combina acordeom com sons lúdicos, que ajudam a transpor a magia do conto de fadas para além da visão. A fotografia é colorida com tons pastéis fortes, pouco vistos no cinema. A liberdade com o visual permite que se utilize desde recursos de videoclipe até mesmo computação gráfica, sem que isso estrague o filme (é uma fábula, lembram?). Quem for pensando que é mais um daqueles filmes franceses chatos, nem vá. Quem for acostumado aos padrões de beleza hollywoodianos com certeza vai estranhar este filme. Os personagens são pessoas como as que se vê nas ruas. Isso ajuda a criar um clima de cumplicidade e, aliado à brilhante interpretação de todos eles, o filme consegue torná-los especiais e memoráveis.

Por falar em memorável, há cenas de pura contemplação que com certeza seriam eliminadas de um filme norte-americano. Ouvir Edith Piaf ecoando nas paredes do metrô foi delicioso, assim como subir as escadarias do parque, seguindo as pistas de Amélie. Mas o momento que define o filme é, na minha opinião, quando a personagem principal faz um pequeno tour com um ceguinho na rua. Aquilo me encantou sobremaneira que saí do cinema com a alma lavada, com a crença de que no mundo ainda existem pessoas que se preocupam com as outras. Digo isso não pensando na personagem Amélie, e sim em todos que fizeram este filme. Pessoas que se preocupam com a mensagem que é passada nos momentos de lazer.

A atriz Audrey Tautou está excelente, e merecia um Oscar (o filme ganhou o Oscar de melhor filme estrangeiro). Seu olhar, suas caras e bocas, seu jeito de falar, ela é simplesmente cativante (a alma do filme!) e nos faz acreditar que ali estamos vendo uma pessoa de alma pura!

A música também é especialíssima. Composta por Yann Tiersen, usa com maestria a tradicional "marca sonora" francesa: o acordeom, lindamente misturado aos violinos e sons lúdicos e inusitados, como uma caixinha de música, um xilofone e até mesmo uma máquina de escrever.


 
Cinema - publicado às 12:00 AM 12 comentários
CEPEC
qui, 25 de julho, 2002
 


Essa semana fui refazer os cursos do CEPEC (Centro de Pesquisa da Evolução da Consciência) com uns colegas. São palestras teóricas com parte prática de 20 minutos no final. Numa dessas eu quase me projetei, pela segunda vez (a primeira foi há 1 ano). Senti novamente todo o meu corpo balançar, como num terremoto, e minha cabeça ficou pulsando, e sentia alguma coisa passando por debaixo da pele do meu rosto, como se eu fosse o Manimal (ou estivesse contaminado pelo óleo negro de Arquivo X). Fiquei assim uns 5 minutos, mas infelizmente não descolei do corpo. Eu sou desconfiado e fico achando que pode ser indução minha ou de terceiros, já que as técnicas de relaxamento são ministradas pelos coordenadores do curso. Mas aí ontem, último dia do módulo 1, tive uma experiência singular:

No final de uma prática de limpeza dos chakras, a orientadora pediu para a gente imaginar um Sol nos iluminando e revitalizando nossos corpos com seus raios. Ora, o Sol pra mim (e pro resto do mundo, creio eu) tem seus raios amarelos. Eu até fiz um esforcinho para imaginá-lo, com os olhos fechados, mas aí uma luz azulada atravessou minhas pálpebras. Eu sabia que não havia qualquer luz azul na sala, mas, como eu sou desconfiado por natureza, fui abrindo o olho bem devagar. Foi incrível a transição do azul da minha pálpebra para o amarelo-âmbar da sala. Voltei a fechar os olhos e ainda curti a sensação de paz que aquele azul proporcionava. Depois passou. A iluminação continuou a mesma, mas já não era possível ver azul algum. A sensação era a de estar apaixonado, feliz e relaxado. Mas durou por pouco tempo, infelizmente...


 
Metafísica - publicado às 12:00 AM 7 comentários
UFO EM GARANHUNS
dom, 21 de julho, 2002
 


Anteontem fomos eu e uns colegas para Garanhuns (no interior de Pernambuco) ver no Festival de Inverno os shows do Cordel do Fogo Encantado e Roupa Nova. Acabamos saindo tarde e só chegamos de meia noite e meia, a tempo de pegar Roupa Nova. A viagem foi produtiva, pois, perto da meia noite, vimos um OVNI. Foi assim:

Eu vinha olhando o céu e a estrada quase simultaneamente, pois estava escuro e tranqüilo, quando percebo um ponto de luz surgir do nada, no céu. Até aí tudo bem, pois eu sempre acho que pode ser um avião (isso ajuda a não ficar criando expectativas falsas) e fiquei acompanhando-o por alguns minutos, antes de chamar a atenção da turma. Ele vinha em nossa direção, mas passando bem longe, à esquerda. Piscava como um avião, mantinha velocidade normal de avião, mas três coisas me chamaram a atenção:
1 - Suas luzes não piscavam (como a dos aviões), mas sim pulsavam, numa velocidade rápida e constante (imitando a dos aviões comerciais).
2 - Enquanto ele se deslocava para a nossa esquerda, calculei que, se fosse um avião, haveria predominância de uma luz sobre a outra e, conseqüentemente, mudança de refração. Como as luzes continuaram iguais, percebi que eram emitidas de toda a fuselagem (e não de uma lâmpada).
3 - Nesta hora ele diminuiu bastante a velocidade. Imaginei que, se fosse um avião, ele estaria fazendo uma curva e se distanciando de nós numa perpendicular, mas aí percebi que a luz não diminuía.

Pedi então pro pessoal ficar de olho naquela luz, pois eu tinha que dirigir, enquanto que ele já estava totalmente na nossa esquerda. A turma achou que era um avião mesmo, então eu resolvi ficar tirando o olho da estrada para olhar eu mesmo. Numa dessas olhadas eu vi ele dar uma descida brusca e rápida na vertical, e aí então eu tive certeza e avisei pro pessoal. Foi quando resolveram parar o carro na estrada escura e deserta. O carro que ia à frente com outros colegas continuou viagem, então ligamos o alerta e ficamos sozinhos, à meia-noite, no meio de um canavial deserto e escuro, olhando aquela luz, que descia cada vez mais... Não estivesse ele distante, seria praticamente uma cena de Contatos Imediatos do 3º grau!

A luz desceu até perto do horizonte e parou, não sabemos se numa elevação ou próximo ao chão. Mudou então o padrão de luz. Em vez do branco e vermelho rápidos e alternados, somente o branco, que pulsava lentamente, com intervalo de 4 segundos. Como não se moveu por pelo menos 10 minutos, resolvemos então seguir viagem. Enquanto continuávamos, sempre tinha alguém olhando se aquela luz iria "decolar" novamente. Mas ninguém viu mais nada.


 
Ufologia - publicado às 12:00 AM 2 comentários
MURO DAS LAMENTAÇÕES CHORA
ter, 9 de julho, 2002
 


Shmuel Rabinovitch, o rabino-chefe do Muro das Lamentações, disse que a água foi descoberta há quatro dias por judeus que rezavam na base do muro. De acordo com o rabino, a mancha de água cobre uma área de 10 cm por 40 cm em uma pedra localizada na metade da altura do muro, entre as partes dedicadas aos homens e mulheres. A água brota de dentro da pedra. O Rabino Menachem Fromann vai além: "Há uma profecia que todos conhecem, que diz que quando água brotar das pedras do Muro será o presságio da vinda do Messias".

Fonte: Pravda e Telegraph UK

Nisso, disseram-lhe alguns dos fariseus dentre a multidão: Mestre, repreende os teus discípulos. Ao que ele respondeu: Digo-vos que, se estes se calarem, as pedras clamarão. (Lucas 19:39-40)

 
Judaísmo - publicado às 12:00 AM 4 comentários
SALMO 91
seg, 8 de julho, 2002
 


Decidi botar em prática um projeto antigo: melhorar o salmo 91. Sempre o achei muito forte, com um texto belíssimo, mas a forma rígida da escrita não ajudava muito a empolgar o leitor (requisito essencial pra aumentar a vibração da aura). Daí peguei umas versões em português, espanhol e italiano pra ter uma boa referência. A surpresa das surpresas foi o parágrafo final, que ficou com um sentido mais espiritual tão somente alterando as palavras por sinônimos. Procurei ser o mais fiel possível, sem desvirtuar o conteúdo:

Aquele que habita na proteção do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará.
Direi do SENHOR: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confio.
Porque ele te livrará do laço do caçador e da peste mortífera.
Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas encontrarás refúgio; a Sua verdade será o teu escudo e tua armadura.
Não temerás o terror da noite nem a seta que voa de dia. Nem a peste que anda na escuridão, nem a mortandade que assola ao meio-dia.
Mil cairão ao teu lado e dez mil à tua direita, mas tu não serás atingido. Apenas olhe, e verás a recompensa dos malfeitores.
Porque fizeste do SENHOR teu refúgio, e do Altíssimo a tua habitação, nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua casa.
Pois Ele dará a seus anjos autoridade sobre ti, para que te protejam em todos os teus caminhos. Eles te sustentarão em suas mãos, para que não tropeces com o teu pé em pedra.
Tu caminharás sobre leões e serpentes; pisarás o filho do leão e o dragão.
Porquanto tão encarecidamente me amou, eu o libertarei; leva-lo-ei para a segurança do alto, porque conheceste o meu nome. Ele me invocará, eu lhe responderei; estarei com ele nas adversidades, e dela a retirarei, e o glorificarei.
Sacia-lo-ei com a longevidade, e lhe mostrarei a minha salvação.


 
Judaísmo - publicado às 12:00 AM 14 comentários
WEIRD SCIENCE (parte 1)
sáb, 6 de julho, 2002
 


TELETRANSPORTE

O teletransporte de vários feixes de fótons foi conseguido. É um grande passo no desenvolvimento dessa tecnologia. Aliás, existe uma característica interessante de um certo tipo de fóton criado em laboratório que possui um "irmão gêmeo", que esteja ele onde estiver, assume a mesma posição do outro "irmão". Gire o fóton numa direção em Paris e o outro fóton, nos EUA, vai girar na mesma hora, pra mesma posição. Fascinante! Será que algum dia vão teletransportar pessoas, que nem nos episódios de Star Trek?

O MAPA DO CRIADOR

Uma matéria do jornal russo Pravda (que não tem lá muita reputação, mas a matéria parece verídica, com fotos) sobre uma estranha descoberta de uma peça que estão chamando de Mapa do Criador, que é uma reprodução 3D de parte dos montes Urais. Até aí tudo bem. Mas descobriram que foi feito com instrumentos de precisão, utilizando-se três camadas de materiais diferentes (uma delas só se consegue através de energia nuclear) e possui estranhos hieróglifos que não pertencem a nenhuma raça conhecida. Ainda mais estranha é a idade estimada da peça de uma tonelada: 120 milhões de anos! Durma com uma bronca dessas!

ANTIGRAVIDADE

Um grande jornalista que me impulsionou a pesquisar essas coisas foi Eduardo Castor, com seus artigos de jornal. Graças a ele descobri sobre o disco voador que a NASA está construindo, que utiliza microondas e magnetismo para conseguir um efeito de antigravidade. O protótipo dessa nave - batizada de Lightcraft - terá a forma de disco voador, segundo o prof. Leik Myrabo, "porque é dessa forma que a física trabalha". Sua estrutura será construída com filme de silicone transparente, com um grande refletor parabólico para captar a energia vinda do espaço. Deverá ser contornada por dois anéis magnéticos supercondutores e ter uma série de motores iônicos com células solares.

Pesquisando sobre o assunto, descobri outra máquina que faz qualquer coisa levitar (no caso,um sapo) utilizando energia magnética.

QUEBRADA A VELOCIDADE DA LUZ

Na Inglaterra cientistas conseguiram transportar um pulso luminoso mais rápido que a velocidade da luz, o que em teoria não é possível.

As implicações dessas descobertas mudam totalmente nossa compreensão do Universo e confundem nossa lógica, acostumada à realidade do mundo tridimensional. Por exemplo: Um raio de luz emitido de um ponto qualquer, chegará ao seu destino antes de ter iniciado sua viagem. Isso seria a constatação prática de que o tempo não corre como uma flecha ou seja, de um presente para um futuro, mas sim ele é circular e eterno.

Na Itália outro grupo de cientistas afirma ter conseguido propagar microondas a uma velocidade 25% superior à da luz. Dizem eles que isso pode provar a possibilidade teórica de transmitir informação mais rápido do que a luz. Esses experimentos dos pesquisadores de Princeton são a mais recente constatação de que o mundo físico não funciona de acordo com o que pensamos e sentimos, nem com as convenções da física newtoniana. A ciência moderna está começando a perceber que as partículas subatômicas existem aparentemente em pelo menos dois lugares ao mesmo tempo.

Isso aproxima a ciência da possibilidade de explicar temas que até então limitam-se à filosofia, ficção, religiões, viagens no tempo, telepatia, universos paralelos, existência e imortalidade da alma e muitos outros. O que mais causa espécie e incomoda a mente dos cientistas é que, se a luz realmente puder viajar à frente do tempo, ela poderá transportar informação. Isso viria a quebrar um dos pilares básicos da física cartesiana, a da causalidade: a causa sempre tem de vir antes do efeito.

Já em Sidney, na Austrália, uma equipe de cientistas propôs que a velocidade da luz pode não ser uma constante, e dizem que é possível que a velocidade da luz tenha desacelerado durante bilhões de anos. Se tiver, os físicos terão que repensar muitos de seus princípios básicos sobre as leis do Universo.

- Isso significa abrir mão da equação E=mc² e de toda espécie de matéria - contou físico teórico Paul Davies, da Universidade de Macquarie, à Reuters. O trabalho está sendo publicado no periódico científico NATURE, da Inglaterra.

É incrível como um dos pilares da ciência está prestes a ruir e isso não torna os cientistas mais humildes quanto aos seus "dogmas". Talvez agora pensem com carinho na hipótese de termos visitantes de outras estrelas, galáxias e até mesmo outras dimensões. Quando vão reconhecer que tudo o que eles sabem é baseado em observações, e que ainda existe muito mais coisas que eles simplesmente desconhecem porque nunca observaram?!


(Veja também a parte 2)


 
Ciência - publicado às 12:00 AM 26 comentários