Página principal

   
5 estrelas
Budismo
Ciência
Cinema
Cristianismo
Espiritismo
Filosofia
Geral
Hinduísmo
Holismo
Internacional
Judaísmo
Metafísica
Pensamentos
Política
Psicologia
Sufismo
Taoísmo
Ufologia
Videolog


Ver por mês


Últimos comentários

Retornar à página principal


O FALCÃO E A ÁGUIA
ter, 25 de junho, 2002
 


Conta uma velha lenda dos índios Sioux, que uma vez, Touro Bravo, o mais valente e honrado de todos os jovens guerreiros, e Nuvem Azul, a filha do cacique, uma das mais formosas mulheres da tribo, chegaram de mãos dadas, até a tenda do velho feiticeiro da tribo:

- Nós nos amamos, e vamos nos casar - disse o jovem. E nos amamos tanto que queremos um feitiço, um conselho, ou um talismã, alguma coisa que nos garanta que poderemos ficar sempre juntos, que nos assegure que estaremos um ao lado do outro até encontrarmos a morte. Há algo que possamos fazer?
E o velho, emocionado ao vê-los tão jovens, tão apaixonados e tão ansiosos por uma palavra, disse:
- Tem uma coisa a ser feita, mas é uma tarefa muito difícil e sacrificada... Tu, Nuvem Azul, deves escalar o monte ao norte dessa aldeia, e apenas com uma rede e tuas mãos, deves caçar o falcão mais vigoroso do monte e trazê-lo aqui com vida, até o terceiro dia depois da lua cheia. E tu, Touro Bravo - continuou o feiticeiro - deves escalar a montanha do trono, e lá em cima, encontrarás a mais brava de todas as águias, e somente com as tuas mãos e uma rede, deverás apanhá-la trazendo-a para mim, viva!


Continuar a leitura

 
Geral - publicado às 12:00 AM 4 comentários
AMOR
dom, 23 de junho, 2002
 


Estou muito feliz com os verdadeiros amigos me ajudando e dando força, carinho e confiança nessa época difícil. Todos sabem o quanto sou recluso, mas ainda assim me procuram pra me tirar do marasmo. O conhecimento de como as coisas se processam "do outro lado" ajuda bastante a encarar as dificuldades com resignação para, quem sabe, virar o jogo no futuro. Ninguém é inocente, ninguém é vítima. Somos todos algozes em eterno aprendizado. Eu aprendi muito nesses meses, e ainda tenho muito que aprender. A primeira lição que ficou marcada a ferro e fogo foi o desapego das coisas materiais e sentimentais. Nada é permanente. Temos que aprender a conviver com mudanças. Nem sequer nossa vida nos pertence.

Agora... Achava que o amor desafiaria essa lógica budista. Se fosse verdadeiro, o amor sobreviveria a tudo. Mas transmuta-se, como tudo nesse mundo. É preciso que o espírito compreenda o amor em toda a sua extensão, para que apreenda a sua essência, seja como o amor de uma mãe, amor de filho, de marido, ou de verdadeiros amigos...


Continuar a leitura

 
Pensamentos - publicado às 12:00 AM 32 comentários
ONTEM ESCAPEI DE MORRER
qui, 20 de junho, 2002
 


Que jeito melhor de inaugurar um blog do que com uma história verídica e emocionante?

Ontem estava eu voltando do trabalho, como sempre faço, e parei meu carro para entrar em casa. Eram 7:00 da noite e, vindo não sei de onde, eis que surge um Gol prateado por trás de mim, me fechando. Ficou bem claro pra mim que seria um assalto, então pensei: relaxe e goze. Levantei as mãos e fiquei parado, pensando em todas as possibilidades de fuga espetaculares que eu teria se tivesse tendências suicidas. Vieram três elementos armados com um 38 cada, e muito bem vestidos. Um outro ficou no carro. O que me abordou era bem gentil, falava baixo alguma coisa que eu não ouvi, pois, apesar da calma aparente, minha mente simplesmente resolveu se evadir da cena do crime!

Depois pediu pra abrir a porta, ao que eu tentei ser o mais solícito possível. Tentava a maçaneta, mas o carro só abre quando desliga. Eu forçava a fechadura, quando um pensamento aflorou à minha cabeça: "é assim que se morre em assaltos a carro". Se eles fossem mais impacientes, teriam matado mesmo (mas acho que eles não queriam sujar o carro). Lembrei então de desligar o carro, mas quando tirei o pé da embreagem, o carro pulou pra trás. Foi a segunda vez que eu pensei: "morri".


Continuar a leitura

 
Geral, Pensamentos - publicado às 1:31 AM 15 comentários